Diferente do que eu imaginei ao final do episódio anterior, as coisas parecem estar se resolvendo. Ainda existem muitas complicações, mas, pelo menos para a Hanabi, tudo parece estar se ajeitando aos poucos, mesmo que no final ela ainda não esteja completamente feliz, ou se sentindo sozinha. Pelo menos ela parou de tentar agir como a professora e usar todo mundo.

Obviamente o último episódio foi repleto de drama. Mesmo que tenha começado de uma forma um pouco mais alegre, com a Hanabi e a Ecchan indo passar um tempo naquela casa de veraneio. Claro que a Ecchan estava com segundas intenções, mas é difícil acreditar que a Hanabi não tenha ido com isso já em mente também. A amizade delas, nesse ponto, passou a ser um pouco constrangedora, já que o que existe ali é mais um desejo sexual. Mesmo que no fundo eu pense que a Hanabi sempre pareça deslocada com toda essa situação, acredito que ela goste bastante, afinal ela não consegue fugir totalmente da sua querida amiga.

Talvez ela só goste de toda a atenção que a Ecchan dá

Penso, também, que a Hanabi fique desse jeito com a Ecchan pelo simples fato dela querer a amizade dela. É uma coisa totalmente estranha de se acontecer entre amigas, mas mesmo que ela queira – ao mesmo tempo que não quer – a Ecchan como substituta, ela quer ter a sua amizade. Ela se sente sozinha, isso é bem claro, e, particularmente, eu não sei como as duas vão ficar depois desse episódio.

É bem difícil continuar sendo amiga de uma pessoa que você gosta, sabendo que ela não sente nada do tipo por você, as coisas ficam mais difíceis ainda quando você quer continuar ao lado dessa pessoa e tentar ignorar tudo o que sente. Geralmente isso não funciona, mas talvez com o tempo ela simplesmente esqueça. Ecchan parece ser uma pessoa bem resolvida e sabe muito bem onde se enfiou desde o começo, mas ainda assim ela não consegue ser imune ao sofrimento de saber que nunca irá se tornar aquela pessoa especial para o seu grande amor.

Acho que esquecer é a melhor opção para as duas

Acredito que a opção mais sensata é realmente se afastar da Hanabi. Claro que isso vai ser ruim para as duas, mas vai ser mais fácil para que se consiga superar algo que simplesmente não vai acontecer. Achei, inclusive, que a Hanabi foi um pouco egoísta pedindo para que a Ecchan continuasse sendo sua amiga. Ela simplesmente desconsiderou a dor que sua amiga sentiria com isso, mas deve ser bem frustrante perder mais uma pessoa querida e acabar se sentindo extremamente sozinha, como ela se sentiu ao final do episódio.

Trouxa!

Particularmente eu já perdi as esperanças do Mugi e da Hanabi darem certo. Saber que ele continuou se encontrando com a Akane foi bem triste, mas isso é algo mais comum de acontecer na vida real, do que imaginamos. Ele está agindo como a Ecchan agiu, aceitando ser usado apenas para tentar apaziguar esse sentimento de querer a pessoa, sendo consciente de que aquilo não vai parar em lugar nenhum, mas o problema disso é que não leva a nada.

Os dois querem isso

Ele, para mim, vai acabar se arrependendo disso uma hora ou outra. A Akane não parece que irá mudar, e não vai ser desse jeito que ele irá deixar de gostar dela, porque ela é uma pessoa falsa. Ela trata as pessoas bem, mesmo que de uma forma cínica, então ele provavelmente está se iludindo pensando que talvez ela não seja como ele pensou. Ou então ele pode muito bem estar ciente de que ela não vai mudar, porém ele não consegue dizer não para ficar com ela.

No fundo, penso que as coisas estão se resolvendo porque todo mundo se abriu e revelou o que realmente sentia, mesmo que isso tenha afastado a maioria. Acho que agora eles só precisam de tempo para aceitarem tudo o que aconteceu e, talvez, esquecerem o que os deixam tristes.

Ao meu ver tudo está muito menos complicado do que estava no começo do anime, mas acho que ainda vamos ter muitos problemas pela frente, o anime não me parece ser do tipo que acaba com final feliz, então penso que todo o drama que tivemos até aqui vai se repetir cada vez mais, não que isso seja ruim, mas me parece um sinal de que as coisas não irão acabar todas certinhas, como geralmente acontece.

Até o próximo episódio!

  1. Mas até que foi legal por resolver o cacho entre a Ecchan e a Hanabi…Não foi aqueeeelleee momento digno de uma cinematografia memorável, mas foi digamos “digno”: sem briga, sem gritaria e sem tragédia (que muitos de nós aqui temiámos no início).
    E vamos falar a verdade o Kirishima foi um “ace” em manipular a seu favor a situação, abriu os olhos para a teimosa da Ecchan. E que essa teimosia não ia levar a nada…Ele é paciente (apesar de ser meio “weirdo”) atilado e assertivo, gostei desse cara.
    E não poderíamos deixar de falar da Moca de novo, que empoderada deu um cutucão na Hanabi. Mas vamos falar a verdade aquela cena dela comendo um pão, não precisava daquilo…
    E o Mugi se refestelando com a “bitch” acho que ele já passou das fases de fantasia e está nessa para resolver mais a sua obsessão por essa “bitch”. E acho que ele vai resolver…
    A “bitch” não sabe o que a espera…
    Mas K-San cadê você? Não apareceu no comentário do ep. anterior?

    • Eu estou meio, que ando meio decepcionado com Kuzu no Honkai, além que ando com um bloqueio para a escrita. O episódio anterior e este episódio desta semana, não me motivam para elaborar um comentário bem estruturado. Mas na minha ausência estás cá tu, meu caro James, com os teus comentários sábios e bem interessantes.

  2. Este episódio, como o caro James, referiu no seu primeiro comentário, foi meio decepcionante. Eu gostei do clima de resolução, que pairou durante metade do episódio, mas o resto, a meu ver foi pura desilusão. Gostei de ver a Hanabi, bem resolvida consigo mesmo, no que se trata da rejeição que ela levou do seu onni-chan. Mas aquela visita ao campo, foi meio forçada, tanto para a Hanabi, como para a Ecchan. A Ecchan, que outrora, pensei eu ingenuamente, que fosse melhor, que que o resto da podridão que a rodeava, mas estava completamente enganado. Aquele convite da Ecchan, para a Hanabi, para irem juntas para uma casa de campo, não foi por mero acaso, era um plano bem arquitectado da Ecchan, para se aproveitar da fraqueza da Hanabi, para a conquistar para si. Achei esta atitude da Ecchan, covarde por parte dela, se ela amasse mesmo a Hanabi, como diz que ama, tinha apoiado a Hanabi, após esta ter sido rejeitada pelo amor da sua vida, em vez de se aproveitar dessa situação para benefício próprio. A Ecchan, já entrou numa espiral de podridão, que não acabará tão cedo e ficou pior quando a Hanabi, após aquela discussão delas no meio da chuva, lhe pediu para que ambas ficassem amigas. A Hanabi, este muito mal nesta parte, tal pedido além de egoísta, machucou ainda mais a Ecchan. Aquilo que a Ecchan outrora clamava ser amor pela Hanabi, vai se tornar obsessão doentia.
    A Hanabi neste episódio teve ok, ela até que aceitou bem, o não do seu onni-chan. Ela de certa forma, sentiu-se melhor, por ter resolvido esse dilema amoroso da sua vida. E o professor, até agora, é o personagem mais puro neste anime, gostei do gesto dele no episódio anterior, quando este abraçou a Hanabi, num gesto de carinho. Achei bem interessante,o anime voltar a tocar, na forma como a Hanabi e a Ecchan se conheceram, até ao momento deste episódio, a Ecchan guardou o papel que do rebuçado que a Hanabi, lhe tinha dado para ela se acalmar um pouco. Aqui neste mero momento, já dá para imaginar dois motivos, para a Ecchan guardar tal recordação. Uma delas, é que a aquele papel de rebuçado, lhe lembrasse do dia em que conheceu a Hanabi. E o segundo motivo, pode ser, que tal papel, seja uma escapatória aos medos da Ecchan, já que aquele papel, lhe faz lembrar a pessoa que a salvou naquele dia e o seu amor por ela.
    O primo da Ecchan, até agora, tem se provado até agora. Ele até pode ser meio estranho, mas de parvo ele não tem nada. Ele já topou a léguas o que se passar com a Ecchan e a Hanabi. Foi preciso um empurrão dele para que a Ecchan se decidisse de vez em resolver com a Hanabi. Além de aquele jeito dele, calmo e paciente é bastante agradável, num anime em que todos os personagens são podres, de tão corrompidos que estão, parece até uma miragem ver um personagem como o Kirishima.
    No que toca ao Mugi, já nem sei o que dizer e pensar dele. Eu já sabia que ele tinha fetiche, peço desculpa pela expressão vulgar, por ser corno, mas ser iludido até mais não, pela forma humana da corrupção carnal, que é Akane já é demais. Como a Hanabi, bem disse, o Mugi está numa espiral crescente de ilusão do que se trata da sua obsessão, amor que ele sente pela ninfomaníaca vulcânica, Akane. É até meio estranho aquilo que a Akane disse no final do episódio, se os pais dos alunos que ela ia fazer uma visita domiciliar, não estivessem em casa para a receber, ela dormia com esses mesmos alunos. Onde é que está a moralidade e bons costumes desta personagem, ela dorme com jovens só porque sim. Ela ainda é pior que a Imperatriz Messalina, esta ao menos dormia com dezenas de homens para provocar o marido, mas a Akane cada vez mais de mostra, um ser, desprovido de moralidade e decência. Só deve haver duas coisas que a devem deixar feliz e satisfeita, que são dormir com homens e destruir os corações das outras pessoas.
    Como sempre mais um excelente artigo, de Kuzu no Honkai Isabella.

    • Dá-lhe K-San!!! Um artigo da Isabellita não é completo sem a sua opinião…Eu não tenho tantas simpatias pela Ecchan que constrangeu a Hanabi da mesma que forma que foi constrangida quando as duas se conheceram. E me parece que ela ficou bem com o Kirishima assim como se pensasse “se não tem Hanabi vai tu mesmo Kirishima”. Deu a entender que ela não é que seja má, mas bem pragmática e não obsessiva (parece que em termos de obsessão só o Mugi está nessa ainda).
      Mas aguardemos o próximo ep. que eu acho que esse vai ser o desmascaramento da Messalina Ninfomanica Vulcânica…Mal podemos esperar!!!

      • Eu já nem ligo muito, para aquilo que a Akane faz ou deixa de fazer. O Mugi, que outrora parecia ser um personagem com os pés, minimamente assentes no chão, agora deixa-se iludir, pela mulher que ele supostamente gosta. Aliás a Akane nem gosta dele, ela quer é ter sexo com ele, mais nada, com aquela última frase dela no episódio, parecia que estava a ver um daqueles documentários de povos antigos, onde as mulheres mais velhas, iniciavam os homens jovens para uma vida sexual activa. O problema aqui, é mesmo o Mugi, a atitude que ele teve neste episódio, só arruína ainda mais a chance de o Mugi e a Hanabi ficarem juntos.

Discussão