Sim, meus amigos. Assim como o título deste artigo diz, heróis não são feitos apenas de momentos de glória, mas também de suas derrotas. Da mesma forma, o mal nem sempre perde. Depois de tantos episódios no Acampamento de Férias, as coisas acabaram da pior maneira possível: Bakugo foi capturado pela Vanguarda de Ação da União dos Vilões, e agora?

O último episódio de My Hero Academia acabou exatamente em um clímax, talvez o maior dessa temporada. “Será que a União dos Vilões levará Bakugo ou os heróis trarão o amigo de volta?” Acabou terminando da maneira menos convencional. Mas apesar dessa resolução, vale a pena destacar a luta que aconteceu antes disso.

Tivemos momentos marcantes nesse episódio, como a estratégia de Mister, que enganou Shogi perfeitamente, e até a aparição de Aoyama nos últimos segundos. Aliás, finalmente ele fez alguma coisa de útil na vida. Tá aí uma coisa legal que essa temporada vem fazendo: redimir os heróis que achávamos que eram inúteis, desde alunos da Turma B à Aoyama e Shogi. Infelizmente nada disso foi suficiente e os vilões conseguiram vencer pelo menos uma vez no anime.

Se você ainda não tinha sentido o impacto desse momento na trama, Izuku fez questão de narrar os números após esse confronto, onde os heróis apanharam como nunca. De 40 alunos, apenas 13 não foram feridos. E entre eles está Iida, que acredito que faria uma grande diferença no confronto com os vilões. Imagina só ele correndo mais rápido do que os vilões e alcançando Bakugo no último instante? Certamente seria mais útil que Aoyama.

Outro que não deu as caras foi All Might, e ele mesmo se arrependeu por isso. Apesar do anime não ter deixado explícito se ele não apareceu só porque estava relaxando em uma banheira ou se o enfraquecimento de seus poderes também afetou sua ausência, eu espero que seja a segunda opção. De qualquer forma, tenho certeza que ele deve compensar essa falha na segunda metade.

Observando as consequências da situação, o anime deixa bem claro que a imagem da U.A. também fica em risco quando um dos seus alunos é sequestrado, o que não estava levando em conta até então. Por isso, até mesmo se a União dos Vilões tivesse sequestrado um coadjuvante qualquer, eles teriam saído no lucro. Porém, o escolhido foi justamente o rival do protagonista.

Mic plantou a semente. Daqui a alguns episódios ela floresce.

Por essa ninguém esperava, ou será que esperava? Em qualquer narrativa de ficção, é comum que a pior situação possível aconteça para que ela seja revertida posteriormente pelo herói. Afinal, é assim que se constrói clímax. Neste caso, é bem interessante vermos os vilões ganhando pela primeira vez e levando Bakugo. Se pararmos para analisar, essa não é exatamente uma vitória, pois nada está certo. Bakugo não necessariamente vai virar um vilão e a Vanguarda de Ação não necessariamente sairá impune.

Também só consigo pensar nisso

Isso nos leva imediatamente para um dos momentos finais do anime, o “e agora?”. De um lado, todos podem cruzar os braços e esperar que os profissionais façam alguma coisa, ou de outro, eles mesmos podem agir como heróis. O problema é que isso implica em ir contra as regras, e Iida é a pessoa mais correta que existe no anime. Levando isso em conta, acredito que a trama pode dividir a Turma A em dois grandes grupos: um que ficará ao lado de Izuku e outro que ficará do lado de Iida. Não necessariamente um grupo ficará parado enquanto o outro age, mas pode ser interessante ver como o grupo de Iida pode tentar impedir Izuku de ir até Bakugo.

Definitivamente, entramos em mais um momento de tensão e dramaticidade do anime, agora com consequências muito fortes. Lembrando que não só os alunos, como os heróis profissionais do acampamento também foram gravemente feridos. Além disso, até onde me lembre, essa foi a única vez que os vilões venceram um confronto. Parece que o jogo virou, não é mesmo?

Em uma situação como essa, eu seria um dos primeiros a criticar mais uma trama sobre o amigo do protagonista indo para o lado negro e o protagonista tentando impedir a todo custo, mas até que em My Hero Academia as coisas estão indo bem (por enquanto). Isso porque a amizade entre os dois está sendo construída desde sempre e foi o primeiro conflito do anime, além de que Izuku e Bakugo não são exatamente amigos, mas sim rivais. Por fim, acho muito difícil que Bakugo realmente se torne um vilão. E se isso acontecer, provavelmente será a força.

Em relação ao que nos aguarda nos próximos episódios, fico pensando se teremos algo parecido com a Guerra Civil da Marvel Studios Se nos cinemas tivemos Homem de Ferro e Capitão América brigando pelo registro de heróis, Izuku e Iida devem discutir daqui pra frente até que ponto um estudante pode interferir para ajudar um amigo. Eu posso estar viajando nessa comparação e o anime ir por um lado totalmente diferente deste, mas, com certeza, é algo que eu gostaria de ver sendo desenvolvido nas próximas semanas.

Plus Ultra!

Discussão