Olá! Essa semana Kakuriyo no Yadomeshi entregou um ótimo episódio, com pontos muito interessantes a serem maximizados e discutidos. Dentre eles, a relação de Aoi e Genji, mais informações sobre o mistério da obra, o paradeiro de Suzuran, e também fortalecendo os laços de nossa protagonista para com todos do Tenji-ya. Sem mais delongas, vamos à análise.

O começo do episódio deu prosseguir a uma situação tensa, a qual Genji foi até a dama da noite pedir ajuda a Aoi. Nesse momento vejo como interessante destacar o quão poderosa é a comida de Aoi, a ponto de apenas uma colherada fazer com que Genji revitalizasse a sua energia espiritual. Outro ponto interessante é ver como Genji já se tornou alguém de suma importância a Aoi, algo que vai para além de mera relação de trabalho, e já entra em um campo sentimental (você choraria caso seu chefe ficasse doente? Seja sincero). Acreditando que a resposta seja não (boas chances), então posso definir que chorar por alguém significa que ele realmente tem um lugar em você e um valor sentimental realmente notável.

Genji enxugando as lágrimas de Aoi.

Então, essa questão do campo sentimental levou ambos a declararem seu afeto. Calma, não tem nada haver com romance ainda, é algo muito mais no cerne de uma amizade, mesclada a uma admiração a personalidade, e utilidade um do outro. Mas, convenhamos que não fosse estranho um relacionamento entre esses dois, afinal, eles trabalham juntos, um ajuda o outro, e o que Aoi diz perpassa em um prazer em estar ao lado de Genji. Além do mais, ela sentiu uma sensação familiar no toque dele, não precisa do flashback para nos arremeter aquela cena de Aoi criança e recebendo ajuda de um ayakashi. Em uma situação como essa a mente de qualquer um daria voltas, ao sentir o prazer de estar com uma pessoa no presente, e ainda sentir a sensação de que ela pode ter sido o seu salvador no passado.

Há outro ponto relevante nessa questão do mistério no final do episódio, e comentarei mais lá, por enquanto digo que, está ficando cada vez mais difícil de definir quem foi o responsável por ajudar Aoi naquela situação complicada.

Como redator preciso deixar algo demarcado, e nessa questão de Aoi e Genji acredito que sejam pontos de uma amizade que se fortalece cada vez mais, mas que não deve fluir a um romance. Não quero soar tendencioso para o Rei Tenji, mas vejo-o ainda na frente na questão de cortejos a Aoi. A resolução desse mistério é capital para sabermos o posicionamento de nossa protagonista.

É importante mencionar também, que é claro que você, caro (a) leitor (a), pode sentir qual é que está mais próximo de conseguir algum afeto de amor advindo de nossa protagonista, Genji ou Tenji?

Um ponto que vejo como frustrante é que ao final Aoi pode acabar não escolhendo nenhum, e apenas deixar o Reino Oculto, mas isso não passa de teorização, continuemos com o episódio.

Bom, na cena que sucedeu fica mais evidente que a relação de Hatori com o Tenji-ya é maior do que pensávamos. Pelos discursos deu a entender que ele já trabalhou para o Rei Ogro, e que só não o fará novamente, pois Akatsuki já assumiu o posto. Shiro era bem próximo do Rei Tenji, então não é nenhuma surpresa seu melhor amigo, Hatori, também ser.

Lamentavelmente (ou comicamente) na hora em que Hatori e Tenji falariam sobre Genji, Aoi fez uma entrada triunfal (para não dizer o contrario). Bom, Aoi foi até lá para recepcionar o Rei com a refeição que ela havia prometido. Ele anda acertando em suas abordagens, Aoi parece cada vez mais deixar com que Tenji se aproxime, sendo mais direto ajuda Aoi entender que ele realmente possui intenções amorosas, que vão para além de um mero acordo de pagamento de divida. Tenji já nem menciona a divida mais, pois já se encantou por tudo que Aoi vem demonstrado ser, além de que, a comida dela tem um poder realmente fantástico e indubitável de manter a todos do Tenji-ya bem.

As abordagens do Rei Tenji.

Na conversa entre Tenji e Aoi ainda foi possível descobrir o paradeiro de Suzuran, a qual estaria envolto do tumulo de Shiro. Sinceramente, isso ainda não se faz cabível para mim, não é possível que não haja algum sentido maior para que ela esteja lá, um plano ou algo assim. Ela cobrir o tumulo de Shiro com suas teias poderia ser um plano? Ou é apenas uma viagem sem fundamento? Bom, veremos isso no futuro da obra.

No prosseguir do episódio vimos o motivo por Hatori fugir do balcão do Oryo-ya, isso se deu por conta que seu pai, o Sr Matsuba iria até lá, então Hatori resolveu se refugiar no Tenji-ya enquanto seu pai ia embora. O mais interessante veio depois, pois o Rei Tenji teve a ideia de fazer uma festa para todos os disponíveis do estabelecimento. Então eles passaram a organizar a festa, trazendo a comida, os ayus (peixes) entre outros pratos e temperos.

Durante essa preparação acontece uma cena comum em um harém inverso (onde mais de um homem está envolto de uma mulher). Genji acaba sendo elogiado por Aoi na frente de Tenji, e o Rei fica meio sem jeito e mal, por perceber que a companhia de Genji é agradável a ela. Mas, logo em seguida ela revela que sua primeira vez a tomar álcool foi com o Rei Ogro, assim tornando o processo com Genji, que ficou sem jeito e mal. Pela primeira vez esse ponto do triângulo foi abordado na obra, acredito que, daqui para frente isso acontecerá mais vezes. Aoi ficou meio atônita com a situação, ela nem pensou em tal cenário. Isso é explicável, pois não passa pela cabeça dela um relacionamento com nenhum deles (ainda) então ela age livremente sem ressentimentos do que fala.

A cena envolvendo os três.

Depois a dama do Gelo mencionou exatamente isso, que Aoi está monopolizando a atenção tanto de Genji e Tenji. E Aoi deu sua resposta bem a sua característica, como se não houvesse entendido o sentido da afirmação. Agora dois pontos sobre Aoi: a despreocupação com um relacionamento com um deles, e também a sua personalidade acabam sendo fator essencial para ela ser alguém tão complicada de se conquistar. É claro que ela já mencionou que não gostaria de ter um relacionamento com um ayakashi antes, mas isso era um preconceito apenas, e ela cada vez mais vai percebendo as virtudes que os ayakashi possuem. Aoi talvez seja alguém que recai na situação de que: Se o amor não bater no rosto dela e a mandar acordar, talvez nunca tenha algum relacionamento. Enfim, não gostaria de estar na pele de Tenji ou Genji, na tarefa de conquistar Aoi.

Seguindo com o episódio, o Rei Tenji explicitou para a Aoi o quanto a presença dela é importante para todos. A comida dela tem sido o grande gás para todos, além de que, ela se tornou uma auxiliar em muitas situações, como já mencionei em artigos anteriores, Aoi já ajudou pelo menos uma vez a maioria dos funcionários que trabalham no Tenji-ya, isso faz com que eles passem a admira-la não só pelo seu trabalho de cozinheira, mas também como pessoa.

Tenji falando a Aoi.

Na parte final do episódio, Genji se mostrou bastante preocupado, mas vejo apenas como ele já tendo pressentido a chega do navio Oryo-ya. O mais intrigante é que o primeiro tripulante visto por todos estava usando a mascara do ayakashi que ajudou Aoi quando criança. Se você, caro (a) leitor (a) reparou bem, o porte físico e as roupas se assemelham bastante com as de Genji, mesmo sem saber qual seria a relação dos dois poderia arriscar que são irmãos. Então, esse ayakashi que foi chamado de Ranmaru também se prontifica como um dos possíveis candidatos a responsável pela ajuda a Aoi.

Ranmaru

Esse mistério a cada episódio vem ganhando nova roupagem, e se tornando cada vez mais ponto chave para vermos o potencial do enredo da obra.

Essa foi à análise de Kakuriyo no Yadomeshi episodio 13. Que nos trouxe um episódio recheado de informações discutíveis, mantendo sempre a sua principal característica que é ser agradável, tanto em seus gráficos, quanto em sua trilha sonora, e também na forma como a história é passada.

Nunca se sabe de onde pode surgir o amor, da pessoa do lado ou de alguém que vimos pela primeira vez, até mesmo esse sentimento pode se atrelar a um ayakashi. Das profundezas do ainda misterioso mundo para os humanos, chamado de reino oculto, pode surgir um dos mais verdadeiros sentimentos…

Discussão