Hataage! Kemono Michi é originalmente um mangá escrito por Natsume Akatsuki, que para quem não sabe é o autor do aclamado Konosuba. Sim, um dos autores de comédia mais festejado dos últimos anos também curte animais, ou ao menos foi assim que escreveu Genzo Shibata, lutador de luta livre que protagoniza a trama do anime que tem uma premissa criativa e, acima de tudo, é hilário pra dedéu!

O anime já começa bem, porque não só apresenta um bom timming cômico antes da invocação para o outro mundo, como também explora justamente esse elemento. Genzo, o Animal Mask e “quase” campeão mundial de luta livre, é invocado no meio de uma luta e aí me peguei pensando, “quero ver um isekai em que o protagonista é invocado enquanto está fazendo o número 2”. É sério, seria hilário.

Enfim, o quase campeão de luta livre e também amante de animais é invocado para outro mundo junto de seu inseparável cãozinho e lá é claro que o clichê de derrotar o Rei Demônio iria para o saco, ao menos se o vilão não for alguém que abusa de animais, porque aí sim o Genzo faria ele virar fantasma, é certo que seu caminho não deve cruzar com o do herói dessa história. Dane-se o clichê da premissa!

Nem quero imaginar quando esse cara ia ao zoológico…

O que temos é um “herói” que só quer ser feliz fazendo o que gosta, tratando animais com muito amor e carinho e para isso ele não se nega a dar suplex em quem for contra. A cena dele dando um golpe na Princesa do tal Reino foi bem engraçada, pois não só deu para sacar o que ele faria, como ele fez e agiu com naturalidade depois do ocorrido. Por mais heróis que priorizam suas convicções ao senso comum!

É então que ele foge do castelo ao receber uma proposta que para ele foi para lá de indecente e o que se segue é o melhor trecho dessa estreia, o encontro dele com os demi-humanos. Tem homem lobo, neko girl e garota lobo.

Além de amar animais, ele ama humanos com características animais e isso não poderia deixar de render situações inusitadas como ele tentando afagar os pelos do homem lobo ou receber o corpo da Shigure como pagamento. Sério, o mal-entendido na conversa me fez rir muito.

Fazer piada com mal-entendido é praticamente um checkpoint em comédias, mas não acho que o anime ficará só nisso, a premissa é como a de qualquer outro isekai, só que logo isso se inverte e passa a ser um caminho de satisfação para o protagonista (bem a cara do que você espera fazer em um outro mundo de fantasia, né).

O grande barato é que a satisfação dele é, de certa forma, benéfica. Nessa estreia mesmo deu-se a entender que demi-humanos são marginalizados, e pior ainda é o que rola com as bestas mágicas. Tudo deve ser usado em prol da comédia, né, mas, mesmo sem querer, é uma comédia positivista. Não envolve matar animais ou menosprezar suas vidas. Aliás, a piada é o contrário.

Gostei muito disso em Hataage!, mas o que me fez ter curtido tanto o episódio foi o timming cômico certeiro. O autor sabe construir uma piada, Konosuba é a prova disso, dando tempo para a situação se desenrolar e exigindo dos personagens o que eles podem oferecer a cada cena.

Inclusive, ele pede isso de seu personagem principal, um cara que sequer parou para refletir sobre ter ido parar em outro mundo, apenas deu vasão ao seu desejo latente.

A luta não acabou, deve dar até para considerar que ele perdeu por W.O., mas mesmo sem ter cumprido o objetivo ele já se deu o descanso que queria e não poderia discordar menos desse tipo de atitude. É comédia por comédia, isso que eu esperava dele.

Homens e mulheres se descobrindo masoquistas em 3, 2…

Por fim, as pessoas não vivem de amor como também não vivem de zoeira e Genzo e sua nova amiga vão a guilda arranjar trabalho de aventureiro, que é matar monstros, ou ao menos é o que deveria ser.

Só quero saber como ele vai fazer quando encarar um monstro que não pode domar com um suplex, ele vai desenvolver poderes mágicos? Ou vai usar habilidades de adestramento que deve ter aprendido nas horas vagas? Não faço ideia, só tenho certeza que nenhum animal será machucado nas gravações.

O que podemos confirmar pela cena do Cérbero. Ele ficou tão dengoso depois que foi domado, né? Eu também gostei da forma como a expectativa em torno do protagonista foi trabalhada, se esperava algo diferente dele, mas, de toda forma, ele ainda foi incrível para os padrões daquele mundo.

Não ter sido falado exatamente o que foi feito da matilha me faz pensar que esses detalhes vão ficar de lado e o foco realmente vai ser no herói e nas situações que ele viverá. Sempre em busca do pelo mais macio!

Um é pouco, dois é bom, três é bom demais!

A abertura já dá certeza que ele vai formar uma party de demi-humanas que são verdadeiras beldades, até em comédia as waifus são superimportantes, e também entrega a criação da pet shop (que deve ser mais como um santuário para qualquer tipo de bicho e gente meio gente meio bicho), então a gente já sabe qual vai é o objetivo dele e tem uma ideia de como ele vai se aproximar dele, com a ajuda dessas moças.

Mas é certo que a Princessa não deve deixar a rebeldia dele barato e não deve ser a única em seu caminho. Como tudo vai se resolver? Espero que com muita zoeira, cheio de boas piadas como teve esse episódio. Aliás, aquela última no finalzinho foi muito boa. Voltei a cena só para ver se via aquele bicho e ele realmente esteva lá o tempo todo. Aposto que você não tinha percebido hahaha!

Enfim, chega de papo, assista Hataage! Kemono Michi, tem tudo para ser a melhor comédia da temporada de outono de 2019 disparado, e se não for, é porque você caiu na pegadinha do malandro!

Até a próxima!

E não esqueça de amar os animais!

Larga esse bife e vai comer verdura! (Aliás, será que ele é vegetariano? Duvido, mas vamos descobrir!)

Um trio de cinco que na verdade tem quatro e logo vai ter mais!

  1. Avatar

    Sem dúvida alguma o timming cómico deste anime está no ponto certo.
    Não sabia o que esperar deste anime, só sabia que o material original é do mesmo autor de Konosuba, mas digo já que Hataage vai gerar bons momentos de gargalhada (o Genzou bem podia ter um lado do lord Kazuma, seria o dobro mais engraçado).

    Os personagens deste anime são bem engraçados, o Genzou, ainda não acredito que ele fez um german suplex na princesa (foi uma boa quebra de cliché), e também não acredito que o Genzou foi colocar a sua capa de lutador para cobrir a princesa, já que foi ele que a deixou numa posição menos digna de uma nobre. O trio de bandidos/ladrões foram bem engraçados, eles não esperavam que o Genzou fosse um maníaco por animais e seres bestiais (a parte do carinho do Genzou no homem lobo, foi meio errada). Quanto à garota lobo, tenho a sensação que pode ser uma Aqua 2.0, espero estar enganado.
    A parte final do episódio com a formiga gigante como membro do grupo, foi um momento gold.

    Por fim, a coisa que mais me agradou nesta estreia foi o char design, em especial o design da garota lobo e da princesa.

    Excelente artigo de primeiras impressões de Hataage Kemono Michi Kakeru17,

Deixe uma resposta para Kondou-san Cancelar resposta