Esse desafio contra a Central está se saindo bem melhor do que o esperado. Logo quando achei que o anime não iria mais me surpreender ou empolgar, felizmente me enganei. Há alguns episódios atrás não daria nada por Aldini, mas agora o personagem mostrou que está em um nível muito alto e a culinária italiana em boas mãos.

Ler o artigo →

Bom dia!

Depois da forma tensa como o episódio anterior terminou, foi uma semana horrível esperar pelo quinto!

E para piorar, quinta-feira, dia em que o anime é transmitido normalmente, chegou a notícia de que o episódio seria adiado por causa de uma droga de um jogo de beisebol que demorou mais do que deveria. Eu passei a noite acordado e ele ainda não havia saído, então era verdade, sem Hoshiai no Sora semana passada e sem artigo na sexta-feira.

Exceto que sexta-feira o anime foi transmitido. Poxa vida, se tivessem dado a notícia direito eu teria tido menos problema. Analisa aqui comigo: estou cobrindo cinco animes, dos quais três saem na quinta-feira: além desse, No Guns Life e Psycho-Pass 3. Beastars não está sendo transmitido em streaming nenhum, então dependo da boa e velha fansubagem, que costuma estar disponível entre quarta e quinta.

E sexta-feira começa a correria: tenho artigos sexta, sábado, domingo e segunda. Fazer o quê, não é? Sexta-feira sem artigo.

Mas se eu soubesse que Hoshiai simplesmente sairia atrasado, teria adiantado um dos demais artigos e esse artigo já teria saído noutro dia.

Como Vinland Saga (de domingo) também não saiu semana passada, e hoje seria o dia de seu artigo, então vai hoje meu artigo de Hoshiai no Sora.

E foi tensa mesmo a treta com o pai do Maki, hein?

Ler o artigo →

Na última semana, não tivemos um episódio de My Hero Academia. O motivo? A final da Copa do Mundo de Rugby, que consagrou a África do Sul como tricampeã. Muita gente, como eu, foi pega de surpresa, principalmente porque uma grande revelação estava prestes a acontecer. Porém, a espera valeu a pena, superando todas as minhas expectativas.

Ler o artigo →

Bom dia!

Quem diria, a moral do Louis não é tão elevada quanto eu acreditei que fosse. Não que eu tivesse muito fundamento para isso, apenas acreditei que por ele querer ser exemplo em um mundo com carnívoros e herbívoros vivendo em harmonia isso significava alguma coisa especial.

No final das contas, acho que projetei a minha moral nele.

Ler o artigo →

Chiaki finalmente entrou para o time. Foi um processo demorado ainda que eventualmente fosse acontecer. Madoka novamente foi uma peça importante, o que é ótimo por mostrar a relevância dela nesse início apesar de não ser como poderia, afinal, ela também joga. Já sobre o jogo, o placar foi extenso para o adversário e a diferença monstruosa, mas aquele fim de partida trouxe um vislumbre do que esse time pode se tornar a partir do núcleo Sora-Chiaki-Momoharu. 

Ler o artigo →

E tem início a guerra de pedra em Dr. Stone, o arco derradeiro do anime e dessa primeira fase da obra. Esses dois primeiros episódios funcionaram como uma checagem do poderio inimigo para ambos os lados e além de apresentarem novos personagens, também prometeram “invenções” ainda mais interessantes. É hora de Dr. Stone no Anime21!

Ler o artigo →

Bom dia!

A primeira temporada foi fácil de entender a motivação do vilão: o Shougo Makishima era louco. Na segunda temporada foi igualmente fácil entender a motivação do vilão: Kirito Kamui era outro louco.

No filme e no Sinners of the System não tinha mais loucos, mas continuava mais ou menos fácil entender as maquinações políticas, econômicas, os interesses em jogo e objetivos dos vilões.

Mas sinto que a minha matiz está nublando conforme eu tento entender a Bifrost dessa terceira temporada…

Ler o artigo →

Essa adaptação de Blade é impressionante, não apenas pela qualidade geral que possui, mas principalmente por conseguir manter uma qualidade razoável mesmo ao escolher adaptar um tanko inteiro em apenas um episódio. Diga-se de passagem, o anime em si consegue fazer um bom trabalho, mas a quantidade de detalhes que são obrigados a cortar ou simplificar, me faz ter que sinceramente confessar, o mangá é muito, muito melhor do que o anime.

Ler o artigo →