Esse anime é daqueles. Começar listando seus clichês? Protagonista agarra os seios de uma garota sem querer? Sim. Protagonista olha a calcinha de uma garota? Sim. Garota estranha recém-chegada deita junto com o protagonista sem ele perceber? Sim. E ele grita quando descobre? Sim. Ele vai tomar banho e dá de cara com uma garota nua? Sim, pra caramba! E esses são só os clichês ecchis de Tsugumomo. O anime também é sobrenatural, tem ação, e é escolar, então imagina só.

E tudo isso é ruim? Bom, diz-se que todas as histórias já foram contadas, não é? Não é bem assim que a coisa funciona mas de todo modo eu sou a última pessoa que você vai ver dizendo que clichês são necessariamente coisas do mal e o mundo seria melhor sem eles. Seu anime favorito está cheio de clichês. De fato, é construído com eles. Pense bem, lembre-se, puxe pela memória e vai perceber. O ponto é que esse primeiro episódio só teve clichês, eles não foram exatamente usados para contar uma história, mas apenas como peças de um quebra-cabeças que por enquanto só tem parte dos contornos montado.

Qual imagem Tsugumomo irá formar? Uma fotografia entediante de uma paisagem genérica ou uma ilustração dinâmica, com personalidade? Não dá para ter a menor ideia, e se quer uma aposta minha, acho que nem um nem outro, mas algo intermediário, porém muito mais puxado para o lado genérico do que para o lado com personalidade. Eu irei continuar assistindo sem esperar nada demais.