Ultimamente eu venho fazendo algumas listas que envolvem obras isekais. Isso se dá ao fato dos vários lançamentos que vem tendo nos últimos anos e com isso, há uma enorme variedade de obras com temáticas bem distintas. Essa em especial trata de obras com um tema menos comum: garotas que são transportadas para uma realidade similar a um otome game que haviam jogado. Sim, é confuso, não temos o famoso truck-kun fazendo seu ótimo trabalho de sempre e no geral, as heroínas tem um objetivo similar (até demais).

Ler o artigo →

Hello pessoas, como estão? Espero que estejam bem. É a Bruna falando da tela de cá, e hoje estarei indicando um mangá altamente relaxante para mente. Sabe aqueles dias em que você não quer fazer absolutamente nada, mas precisa manter a mente ocupada? Pois é, eu estava num dia desses quando resolvi ler 23:00, confesso que ele não é uma história grande repleta de pontos para se observar, na verdade está mais para uma leitura de preenchimento de lacuna.

Ler o artigo →

Olá, esse é o meu primeiro artigo aqui no Anime21. Decidi escrever para expressar o que eu vejo num mundo que eu admiro muito: o mundo dos animes e mangás. Meu nome é Eduardo, mas como uma “marca”, pode me chamar de Mob.

Ataque dos Titãs: Sem arrependimentos é um spin-off do famoso mangá de Hajime Isayama – ambos publicados no Brasil pela editora Panini. Escrito por Gun Sunaaku e ilustrado por Hikaru Suruga, a história foca em Levi, este que teve grande importância no primeiro arco da terceira temporada do anime de Ataque dos Titãs. O jovem ainda é um bandido que, junto com Isabel e Farlan, sobrevive na cidade subterrânea.

Ler o artigo →

Lupin III

Bom dia!

Ou: Por que ler mangás clássicos.

Ou na verdade serve para qualquer tipo de mídia. Mas o foco aqui são animes e mangás, e nesse artigo em particular vou concentrar os exemplos em animes.

A ideia para esse editorial veio das infelizes notícias sobre as mortes dos mangakás Monkey Punch, mais famoso por Lupin III, e Kazuo Koike, mais famoso por Lobo Solitário.

A morte de uma pessoa é sempre uma tragédia. Sendo duas pessoas importantes para a história do mangá e do anime no Japão, dado que suas obras são inequivocamente clássicos, é também um momento de pesar para toda a indústria e aqueles que com ela se importam ou ela acompanham.

Ao invés de uma eulogia, porém, e notando a minha própria ignorância sobre as obras desses autores, decidi escrever um artigo sobre a importância dos clássicos e porque deveríamos assistir ou ler essas obras.

Ler o artigo →

Após o sucesso das outras listas que envolvem mangás e afins especificamente, esse tipo de artigo virou uma coluna. Sim, agora toda semana teremos um artigo desse tipo e aproveitando o último feito, irei fazer um no mesmo estilo, ou seja, com 3 mangás e 1 webtoon. O tema é outro, mas garanto que ao menos uma dessas obras você, caro(a) leitor(a), irá gostar. E um detalhe que sinceramente não deve mudar a sua vida é que temos apenas uma obra finalizada entre as citadas no decorrer desse artigo. Enfim, chega de  enrolação e vamos lá!

Ler o artigo →

Hello pessoal, como estão? Espero que estejam bem.

É a Bruna do lado de cá, e hoje estou trazendo mais um mangá do gênero horror. Como eu havia mencionado lá no artigo American Ghost Jack, esse mês vou tentar trazer narrativas com esta pegada, então não fiquem confusos por me verem com histórias de temática terror.

Ler o artigo →

Gotobun no Hanayome é publicado desde 2017 pela revista Shounen Magazine (Fairy Tail, Nanatsu no Taizai, Domestic na Kanojo, etc). Atualmente conta com 9 volumes e tem em torno de 80 capítulos (76 em português). O anime acabou recentemente e tivemos uma adaptação fiel e que não foi muito longe no material original. Esse artigo servirá para você ter um norte em relação à leitura do mangá e claro, ter uma prévia do que encontrará nele (vulgo spoilers leves).

Ler o artigo →

O artigo de hoje é sobre um mangá que me encheu de amores e me causou histeria em certos momentos (culpa de alguns personagens que estavam pisando no meu coração, mas segue o baile). Vocês já devem ter se deparado com o anime Kamisama Hajimemashita, certo? Pois bem, estarei falando sobre aquele amontoado de capítulos maravilhosos que deram origem à adaptação e tentar convencê-los a ler.

Ler o artigo →

Depois do sucesso da última lista de indicação de mangás isekais, resolvi fazer uma nova com isekais que em algum ponto têm características que fogem daquilo que estamos cada vez mais acostumados. Dessa vez temos um webtoon coreano (representado pelo número 1 no título) e 3 mangás japoneses com a temática. Outro detalhe é que dois deles têm poucos capítulos no momento e os outros dois têm acima de 40 capítulos. Enfim, chega de enrolação e vamos lá.

Ler o artigo →

Domestic na Kanojo teve sua adaptação para anime finalizada recentemente e esse artigo tem como objetivo ser uma espécie de guia sobre o mangá. Claro que eu irei “falar” um pouco sobre as diferenças das mídias e algumas outras coisas, mas no geral, a meta é informar. Caso você tenha interesse, temos outros artigos nesse estilo sobre outras obras e logo mais teremos de Gotoubun no Hanayome, outro anime que foi finalizado recentemente.

Ler o artigo →