Anna visitou Tanukichi de novo durante a noite. Como ele já dormia, ficou parada a noite inteira esperando ele acordar. Com uma faca na mão, porque Kosuri estava deitada junto com ele. Haha. Tanukichi conseguiu se safar dizendo que a peste era sua irmã mais nova. Mesmo assim Anna ficou com ciúmes e cortou o chão ao redor dela. Com aquela faca. Hahaha. O Goriki ainda bateu à porta do Tanukichi porque estava com saudades, eles não vinham se falando muito ultimamente. Ha4. E assim continuou o episódio inteiro. Algumas piadas mais engraçadas, outras mais constrangedoras (a Anna já me cansou faz tempo). Mas se queria ser comédia, Shimoneta estreou na temporada errada. Não é ruim, mas competir com Himouto! Umaru-chan e Prison School (principalmente) não é fácil. Shimoneta estava melhor quando seu humor escondia um sarcasmo venenoso.

Mas até que é engraçado sim. A única coisa que realmente já está me incomodando são os ataques (físicos e psicológicos) da Anna contra o Tanukichi. Quando começou foi fantástico. Não porque foi engraçado, mas porque foi assustador – como ataques sexuais devem ser. Foi um ponto de inflexão no anime, foi quando vimos uma prova de como a política moralista não é apenas filosoficamente ruim, como cerceamento de liberdade e que tais, mas também é um perigo e pois, ruim na prática, no dia à dia. Isso ficou muito bem estabelecido, com alguns reforços nos episódios seguintes, mas a emergência de uma nova crítica tornou a repetição da piada desconfortável. Porque se esse não é mais o foco mas ela continua agindo dessa forma e repetindo (e piorando) sua atuação passado o efeito de choque e encerrado o ato da crítica, passa a ser apenas piada pela piada mesmo. E como eu já disse, ataque sexual não é piada.

A nova crítica surgida no episódio anterior foi: a liberdade de um termina onde começa a liberdade do outro (não gosto dessa formulação porque a realidade é um pouco mais complexa, mas serve para o propósito do anime e desse artigo, então vá lá). Sem saber direito o que fazer com a recém-adquirida liberdade que eles mal entendem, alguns adolescentes começaram a roubar roupas íntimas, entre outras coisas que ficam subentendidas pela noção de que as ações da SOX inspiraram muitas pessoas e as coisas podem estar saindo de controle. Esse deveria ser o novo foco de Shimoneta, mas pelo menos nesse episódio não foi essa a impressão que eu tive. Entre outras razões, porque surgiu um novo inimigo: uma inspetora do Esquadrão de Moralidade recém-formada foi enviada para a escola, e a Anna recrutou alguns alunos para montarem o seu próprio esquadrão dentro da escola. A que propósito serve esse desenvolvimento senão repetir uma fórmula que eu achei que já estivesse encerrada com o fim do arco anterior?

Quero dizer, deixe-me amarrar as coisas que eu falei até agora. É claro que a Anna não vai simplesmente parar de atacar o Tanukichi, bem como os moralistas não irão parar de tentar cercear os direitos de expressão de todas as pessoas, então me desculpe se eu passei a impressão de que queria que esses elementos simplesmente desaparecessem. Não é nada disso. Lógico que isso tudo continua acontecendo, a sociedade não foi reformada ainda, afinal (e provavelmente não será). Mas eu não esperava que continuasse em destaque no anime. Não deveríamos estar assistindo agora o desenvolvimento do conflito de ideais e atitudes entre os grupos que supostamente estão lutando pelo mesmo objetivo? E no entanto o cara que se mumifica com calcinhas sequer apareceu nesse episódio. Não houve qualquer desenvolvimento em direção a descobrirmos quem ele é e o que ele pretende.

O desenvolvimento que houve foi em um sentido confuso: a Kosuri parece querer roubar o lugar do Tanukichi na “hierarquia” da SOX. Para quê? Sei lá, vai ver é porque lolis ruivas são assim malvadas (ficarei “super feliz” se ela se revelar uma tsundere). Pelo menos esse conflito interno espelha o conflito externo, já que ela está usando táticas anti-éticas para obter seu objetivo. Para mim Shimoneta entrou num transe, eu não sei mais onde ele pretende chegar, se é que pretende. Talvez no fim das contas seja apenas mais uma comédia mesmo e eu que esteja esperando demais.

A loli malvada

A loli malvada

Discussão