Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

O que falar do anime mais aguardado da temporada? Acho que eu já disse na frase acima. É uma chuva de emoções de tirar o fôlego. Nossa! Para pessoas que diziam que os animes yuris eram sem graça, e quando aparece um bem picante, colocam aquele troço do Tusk, vem esse e chega sem um Tusk da vida para atrapalhar o meu shipp. Vamos comemorar gente, não há Tusk nem Embryon dessa vez, só mulheres! Agora é só pensar que as principais são a Hilda (versão loli-mirin pura) e Ange de cabelão, pronto finalmente meu shipp tá saindo das fanarts e entrando no mundo do anime de novo.

O episódio como já era esperado veio carregado de yuri-orange, mas nunca havia pensado que seria tão explícito, e apesar dos meus 25 anos de existência, acabei ficando constrangida pelo anime (Como assim peitos amostra?), nossa foi tudo muito, mas muito forçado. Mas por que eu acho que essa era ideia do anime? Vamos destrinchar esse primeiro episódio.

Curta o anime21 no facebook:

Tudo começa com a nossa personagem principal Tokonome enquanto ela escuta uma conversa dos pais onde eles descobriram que ela não era uma pessoa comum igual às outras. O que a gente percebe é que a partir de alguns testes específicos dá pra saber se a pessoa tem poderes para virar uma arma ou não (me corrijam se eu estiver errada). E assim, depois disso, já no colegial (já perceberam que tudo acontece no colegial?), finalmente levaram Toko-chan para ilha paradisíaca. Levaram não né, jogaram, a atiraram ela lá naquele lugar com um míssil, onde ficou descordada na praia sem saber onde estava na verdade. Mas pelo que parece a ilha é defendida por um campo de força (ou as pessoas que estão fora da ilha é que estão sendo protegidas) e por isso ninguém entra se não estiver dentro de um míssil (acho que é mais ou menos isso), mas por que isso tudo para colocá-las lá na ilha? Será que elas são tão perigosas assim que precisam ser banidas do resto da sociedade? Será que nesse anime teremos outra libertação das normas? Tô viajando de novo, mas adoro fazer isso.

Voltando ao episódio, Toko-chan estava sendo bem recebida pelas sempais do lugar, que já estavam prontas para meter bala nela (para isso uma delas tem libertar o V Ar da outra), até que a Mudinha-chi apareceu (também conhecida como Mirei) para defender Toko-chan (ou Mamori), só que incrivelmente ela já era especialista em técnicas de combate, e por sorte caiu perto da sua parceira de ativação. É muita coincidência, não? E mais, ela já sabia como libertar o V Ar da Toko. Hum, sinto cheiro de treta! Mas no final elas venceram, causando desconforto para algumas pessoas de patente alta. Ao fugirem dali e se aventurarem em uma  floresta, finalmente elas chegam ao castelo da Disney (Sério que eu fui a única que achei meio parecido? Apesar de que todos os castelos se parecem), e já são recebidas com uma nova luta, para mostrarem seu potencial. Eis que surge outro modo de ativação, só que mais masoquista. Lá em meio à batalha, onde Toko não entende nada o que está acontecendo, Mudinha parece evitar ao máximo a batalha, mas quando percebe que não tem saída, ela liberta o modo armado da Toko fazendo com que ela vire uma espada super poderosa, derrotando as outras duas facilmente, e se vocês perceberam ninguém morre nesse anime, pelo menos até agora.

Como é de costume, tem sempre alguém querendo tirar vantagem da situação. Havia uma aposta para saber quem ganharia a batalha, e duas mulheres misteriosas foram logo nas novatas (que parecem estar acima da classe A), mas como elas sabiam que elas iriam ganhar? Foi pura sorte ou informação privilegiada? O próximo episódio vai dar o que falar.

Pensei que esse anime seria meio chato por causa do ecchi forçado (e muito forçado), mas conseguiram misturar uma boa história com ecchi sem perder o foco, isso ficou muito legal, dá até vontade de ver mais e mais vezes.

Agora uma breve explicação que todo mundo já deve ter entendido:

処女〔しょじょ〕:  Em um dos seus modo de leitura ele tem o significado de virgem (shoujo), mas no caso da Toko, o kanji se lê como Tokonome (とこのめ) , mas eu acho que o autor quis fazer um pegadinha no primeiro episódio com o nome dela já que nele é meio que perder a virgindade, não tenho certeza mas acredito que seja assim.

Agora é só esperar o próximo episódio de Cross Ange. Ops! Valkyrie Drive.

Comentários