O autor Yuji Iwahara não decepcionou! Que linda estátua com máquina e seres humanos retorcidos no final do episódio, hein? E o cara estava vivo ainda! Vivo em mil pedacinhos. Isso ainda é suave perto de sua obra mais famosa, O Senhor dos Espinhos, cujo mangá foi lançado no Brasil e é muito bom, mas o anime vai longe, dá tempo de melhorar bastante! O protagonista durão com passado traumático e seu elenco de personagens caricatos são bastante típicos do artista também. A única coisa realmente nova (não vou dizer inesperada porque vem sendo divulgado loucamente há meses) é a co-protagonista, uma androide bonitinha moe. Pode ser só porque moe vende? Talvez. Mas certamente tem potencial para criar um contraste estético muito grande e interessante. Não ocorreu nesse episódio porque ela esteve longe do epicentro grotesco da ação, mas quem sabe nos próximos?

O Kyouma aceitou a Mira mais fácil do que eu esperava. Agora entendo que ele é do tipo que não se esforça se sabe que vai ser inútil: a Marie mandou então está mandado, afinal. A Mira é bem consciente de que não é humana, apesar do comportamento no episódio anterior ter sido dúbio, e às vezes parece que percebe o ridículo que é tentar esconder que é uma androide, mas faz isso mesmo assim. É porque ela gostaria de ser uma humana? Ela se considera humana, tendo sido criada como uma, talvez? Ou é só ato reflexo para se esconder, afinal ela é uma androide especial cumprindo propósitos especiais? Não sei se o anime vai desenvolver a fundo a personalidade dela, então talvez essa resposta nunca venha. O que dá para saber é que ela confia fácil e se apega fácil às pessoas – ou foi fácil assim só porque o Kyouma é o protagonista e dessa forma é conveniente para a história? Quero dizer, sim, ela que se intrometeu e, por motivos próprios, pediu para coletar bobinas ilegais também, mas acho que ela demonstrou preocupação genuína por ele, mais do que deveria demonstrar por um simples colega de trabalho. Talvez ela tenha enxergado o “bom coração” que ele tem “bem no fundo”, mas que está tão no fundo que só com a percepção robótica dela para perceber mesmo, porque juro que não lembro de nenhuma cena onde o Kyouma sequer tenha parecido uma boa pessoa.

Não é uma graça? Com passarinhos e tudo mais

Não é uma graça? Com passarinhos e tudo mais

Nesse episódio eles não recebem missão nenhuma, ao contrário do primeiro onde o Kyouma recebeu a missão da Marie (ou eles receberam e isso ficou de fora do episódio, o que é uma boa forma de economizar tempo para concentrar no que é mais importante). Vão direto a uma praça onde um bandido conhecido como Loser anunciou que apareceria. O Loser é um ladrão do tipo exibicionista, que anuncia o que pretende roubar (sempre obras de arte), e transmite tudo durante o assalto. Só que ele nunca conseguiu roubar nada – daí o apelido que recebeu, Loser, de “perdedor”.

Como Dimension W não é um anime idiota, o Loser não é apenas um idiota: é tudo meticulosamente planejado. Parece que a New Tesla escondeu em obras de arte ao redor do mundo, sem que sequer os curadores dos museus saibam, artefatos ligados ao Sistema Mundial. Todos os desastres da empresa são acobertados bem como detalhes de seu funcionamento e suas implicações, daí que Loser seja exibicionista: ele quer expôr a New Tesla para o mundo. Por quê? Porque é uma vítima da empresa, tendo seu rosto desfigurado (e, quem sabe, tenha perdido parentes queridos).

Esse rosto é resultado de acidente com bobinas

Esse rosto é resultado de acidente com bobinas

Para executar as transmissões e expôr a New Tesla ele utiliza equipamento moderno de hacking, e lembra-se do final do primeiro episódio quando foi dito que as bobinas ao serem ativadas entram em contato com a central? Esse tipo de equipamento jamais poderia usar bobinas legais. Daí que Kyouma e Mira estejam no local. Não estão nem aí com o roubo, só querem coletar as bobinas ilegais do Loser. E a Mira tem sucesso nisso, usando suas habilidades robóticas avançadas. Coletaram meia dúzia de bobinas mas o que a androide realmente queria descobrir permanece um mistério: quem produz e distribui as bobinas ilegais? Seguir tais bobinas foi o que seu “pai”, o Dr. Yurizaki, mandou ela fazer depois que ele morresse.

A New Tesla controla a distribuição de energia do mundo inteiro e ainda por cima usa suas bobinas como dispositivos de rastreamento e espionagem. A empresa é na prática maior e mais poderosa do que qualquer governo que a Terra possa ter naquela altura. Consta que houveram guerras no passado por causa das bobinas, e o Kyouma participou delas – do lado perdedor. Isso começa a explicar sua raiva da tecnologia. Como algo que distorce dimensões, os possíveis efeitos colaterais das bobinas são medonhos e a New Tesla esconde sistematicamente todos os incidentes do público. Existe algo ou alguém produzindo bobinas ilegalmente – por quê? E por que eles seriam a chave para alguma verdade maior sobre a tecnologia das bobinas e a New Tesla? Estou bastante empolgado. Que venha logo o episódio 3!

Loser conhece parte do passado do Kyouma

Loser conhece parte do passado do Kyouma

Discussão