Como de praxe, KonoSuba 2 teve um excelente início de episódio. Junto da comédia inicial, tivemos o desenrolar deste aparente arco envolvendo a Aqua e a apresentação da tão famigerada cidade das águas termais.

O episódio 8 começou basicamente a partir do fim do episódio passado, literalmente. O início deste episódio certamente foi excelente, os falcões saltando sob a Darkness foi hilário, ainda mais depois quando Kazuma prendeu ela na carroça e foi arrastando-a pelo caminho, isso com certeza ultrapassou o limite de humor masoquista presente neste anime.

Também foi engraçado ver o Kazuma implorando por perdão — em seu subconsciente — enquanto as pessoas elogiavam o seu grupo. A turma de Kazuma certamente é forte, mas todos são muito idiotas e sempre acabam fazendo alguma besteira.

Chegando na cidade das águas termais, logo é dito que a “igreja” principal do culto da deusa Aqua fica nesta cidade, mas a cereja do bolo é que todos na cidade — ou quase todos — são fanáticos religiosos que tentam fazer de tudo para os turistas se juntarem a esta seita. E com isso, enquanto Kazuma e Darkness passeiam pela cidade, várias pessoas utilizando vários métodos diferentes tentam levar ambos para este culto.

Apesar dessas abordagens se tornarem repetitivas com o decorrer do episódio, felizmente pode-se dizer que a graça continua até o fim. Além deles serem abordados toda hora, por conta da Darkness pertencer a outra seita, todos a maltratam e é óbvio que ela adora. O masoquismo da Darkness realmente é uma “piada pronta” que não perde a graça.

A cena final do episódio com a garotinha não foi tão engraçada, mas como a cena foi “grandiosa” ela se tornou muito legal, admito que até ri, mas não tanto como das outras “piadas” que aconteceram neste e nos outros episódios. Vale notar que a animação, apesar de fluida, foi um tanto quanto inconsistente neste episódio. Agora restar saber como esse possível arco da Aqua irá se encerrar. Provavelmente essa temporada deve ter 10 episódios também, então restam dois episódios para eles fecharem está nova temporada com tudo o que há de bom assim como foi com a 1ª temporada. Aliás, exijo que a Megumin tenha um foco especial nesses próximos dois episódios, já estou sentindo falta dela.


  1. Este episódio, foi muito bom. A parte da cidade de longe, foi a melhor. Todos os seguidores da religião da Aqua, são todos doidos como ela. O mais interessante é o fanatismo dos mesmos, eles por tudo e por nada, querem que os turistas se juntem ao culto da Deusa Aqua. Por breves momentos tais cenas, me fizeram relembrar a minha intolerância, com cultos religiosos, principalmente as testemunhas de Jeová. O masoquismo da Darkness é muito engraçado, aquilo que eu ri na cena do bar, onde a a empregada de mesa, a desprezou tanto, quando lhe ofereceu um osso dentro de uma taça onde se dá de comer aos cães. Não bastando isso, ver a Darkness mostrar o selo de outro culto para os fanáticos da Aqua, rendeu cenas muitos engraçadas, ver os fanáticos a irem embora e a cuspir duas vezes para o chão foi muito engraçado. O pobre do Kazuma não tem sorte nenhuma, com a sua equipa, principalmente com a Aqua que parece um íman que só atrai problemas e vergonha alheia. E tens razão a Megumin, tem que ter mais destaque, eu quero ver mais ela a explodir coisas, com a super magia. E a suposta amiga da Megumin também tem que aparecer mais, ela é uma desgraçada que não tem amigos, ela bem tenta falar com o Kazuma e companhia, mas aquele jeito dela não deixa.
    Aquela última cena do episódio, com a garotinha, era bem previsível, mas não deixou de ser engraçada, o fanatismo do culto até corrompeu uma criança. Melhor mesmo foi a cara do Kazuma e a explosão de raiva dele, ele por momentos quase que assinava a ficha de inscrição para entrar no culto.
    Como sempre mais um excelente artigo, de Konosuba Nomichi.

Discussão