Olá, pessoal! Aqui estou eu, Tamao-chan, trazendo mais um artigo de Sangatsu no Lion!

Este episódio foi igualmente interessante. Como estamos acostumados a ver Shogi sendo jogado em um tabuleiro e as peças, ter um jogo onde as peças são homens e mulheres vestidos como tal dá uma interação ainda maior, e você só precisa dizer os movimentos que quer e qual peça quer mover. Simplesmente bacana ver Nikaidou todo sorridente movimentando as peças como se não houvesse amanhã, e como as regras são diferentes de um tabuleiro normal(tem que movimentar todas as peças), o oponente se enrolou um pouco, trazendo a vitória ao “irmão” de Shimada.

Mas ainda há coisas interessantes. Quando Shimada e Kiriyama chegaram em Yamagata(cidade natal do primeiro personagem citado), uma chuva torrencial estava caindo, e ao mesmo tempo, estava tocando uma das músicas de fundo assustadoras que toca em Boogiebop Phanton, um anime de terror e suspense muito bom, por sinal(assim que toca, sempre lembro na hora). Além disso, Shimada é muito conhecido pelo seu tremendo azar em levar chuva a locais onde serão feitas disputas ao ar livre, e inclusive os seus amigos e familiares reclamaram bastante disso ao invés de ficarem felizes de vê-lo.

E também foi citado uma associação de idosos que Shimada criou em Yamagata. Já que tem muitos lá, eles se isolam boa parte dos dias e, duas vezes por mês, um mini-ônibus vai buscá-los e os levam a essa associação, para que joguem Shogi debaixo de um kotatsu. E, durante o jogo compartilhado de Shogi, onde ele joga contra todos os velhinhos que estão no evento, Shimada começou a sorrir. E ver alguém que não sorri a muito tempo e está deprimido é algo muito bacana de se ver, e esse sentimento estava vindo a quem joga e conhece o próprio.

E não é só isso o que acontece no episódio. Hina, Akari e seu avô estão tendo dificuldades para ter ideias para os doces de um evento que terá. E, como as meninas estavam muito agitadas, e digo o mesmo do idoso, estavam aceitando qualquer tipo de coisa, até mesmo experimentar novos sabores na rua e gastar mais do que deveria. Akari até fez as contas e conseguiu pensar no que poderia comprar com todo o dinheiro que elas gastaram. Por fim, pensaram em um boneco de neve, ou um daruma na cabeça delas, com recheio de diferentes geleias de feijão, tanto na cabeça, quanto no corpo, e Hina até ligou para chamar Kiriyama, que “coincidentemente” estava na frente da casa delas.

Este episódio mostra que pequenas iniciativas são precisas para mudar o mundo aos poucos. Se cada um fizer a sua parte, podemos nos tornar pessoas melhores.

Obrigada por acompanharem o meu artigo até aqui, e até o próximo!

  1. Este penúltimo episódio de Sangatsu foi muito bom, amei todos os acontecimentos deste episódio, até os mais pequenos. Gostei bastante do Shogi humano, a meu ver, bem mais engraçado e emocionante se comparado à versão de tabuleiro. Ver homens e mulheres trajados, com as típicas roupas de peões e generais, além das outras peças que compõem o shogi, foi algo bonito de se ver. Fiquei bem curioso, do porquê de as mulheres ficarem na linha na frente e os homens atrás, será que foi uma referência às Onna Bugeisha, mulheres guerreiras, que outrora lutaram ao lado dos homens. Já para não falar das cores dos trajes e armaduras dos participantes, notou-se o orgulho e dedicação no planeamento e execução da partida do shogi humano. Ver o Nikaidou, com o seu fervor, durante a partida do shogi humano foi algo, bem engraçado de se ver. Já o oponente dele nem, por isso ele em momento algum, teve hipótese contra o Nikaidou.
    Agora passando ao Shimada, que personagem, é impossível não gostar dele e acima de tudo respeitá-lo. Ele tem orgulho da sua terra natal, ele tem orgulho daqueles que sempre o apoiaram. Ele fez de tudo, para ganhar o torneio Rei Leão, mesmo tendo perdido todas as partidas. Gostei bastante dos mestres que sempre apoiaram o Shimada, o Shimada quando regressou à sua terra natal, lá estavam esses mesmos mestres para o ver e receber. A minha admiração pelo Shimada, só aumentou neste episódio, aquela Associação de apoio aos idosos, foi um gesto bem bonito pela parte dele, talvez se todos fizesse-mos um gesto destes ao longo das nossas vidas, talvez o mundo fosse um lugar melhor, para as pessoas de idade.
    Como fiquei feliz de ver as irmãs, elas fazem muita falta neste anime, são elas que aliviam o clima mais pesado do anime. O avô das irmãs, é demais, ele é muito engraçado e um avô babado pela sua neta Momo. Eu sabia que haviam muitos tipos de doces tradicionais japoneses, mas nunca pensei que fossem tantos e na sua maioria parecem ser bem deliciosos. Aquela parte onde a Akari e a Hina vão a uma pastelaria que vende doces ocidentais, foi mesmo a minha cara, eu quando vou a uma pastelaria gasto uma fortuna em bolos, afinal todos eles parecem deliciosos e então quando à a opção de acrescentar uns extras é uma loucura total. Eu gostei bastante da parte, em que o avô das irmãs, começou a falar da sua filha e mãe delas, a cara de orgulho dele, ao contar à Hina que a sua mãe era uma doceira de mão cheia, foi uma cena muito bonita. E mais bonito ainda, foi aquela cena final, onde a Hina faz uma ligação para o Rei e ele já estava na porta da casa dela. O Rei cada vez se sente melhor, na companhia das irmãs, elas são um porto de abrigo para a alma dele. descansar.
    Como sempre mais um excelente artigo de, Sangatsu Tamao-chan.

    • Tamao-chan

      Olá, Kondou-san!
      Também gostei muito deste episódio, justamente por ser simples e sentimental. Adorei a parte da associação do Shimada(à mesma proporção que adoro o personagem), o Shogi humano(que acredito que tenha sido mesmo isso que você falou), as partes “assustadoras” da linha do trem bala, e também a aparição das irmãs e as ideias para os doces.
      Até mesmo a ideia da Momo foi levada em consideração pelo avô babão. HDUFUISDHISDUH
      Kiriyama está melhorando cada vez mais ao lado das irmãs. Você vê que, assim que ele chega na cidade em que moram, a primeira coisa que faz é ir à casa delas. Estava justamente na frente quando a Hina ligou, convidando-o para experimentar as novidades culinárias.
      Pena que o anime não vai se estender, porque o mangá está no capítulo 120 atualmente, e o anime deve fechar no 46 ou 47, dependendo da adaptação que façam no próximo episódio. Mas foram abordadas questões importantes, e espero que a Shaft consiga uma verba para fazer a segunda temporada desse anime incrível.
      Obrigada pelo comentário, e espero vê-lo no próximo post. 🙂

      • Com certeza que comentarei o próximo post, já faz uns bons meses, que acompanho aqui os artigos de Sangatsu, Eu também gostaria de uma segunda temporada de Sangatsu, logo agora que a história estava a ficar tão boa, eu quero ver mais a irmãs, quero ver o Rei a melhorar, o anime vai acabar, logo na parte em que o Rei já estava a melhorar tanto. Só espero que os dvds e os blu-rays vendam bem, para a Shaft fazer uma season 2 deste anime.

Comentários