Os japoneses são especialistas em transformar qualquer coisa (qualquer coisa mesmo) em garotas bonitas e/ou fofinhas. Tal criatividade pode ser vista para alguns como bizarro, para outros algo divertido. Em alguns casos, por trás desse tipo de personagem esconde uma mensagem sobre preconceito e como conviver com as diferenças.

Esta lista contém alguns animes cuja a figura de seres horripilantes como os monstros ganharam uma roupagem (bem mais bonita, por sinal) com diferentes tipos de abordagens, que variam do ecchi à comédia, passando por romances.

Kobayashi-san chi no Maid Dragon

[Primeiras impressões]

Os imponentes dragões se transformaram em garotas fofas nessa comédia do estúdio Kyoto Animation. A história desse anime gira em torno de uma garota dragão que acaba virando uma maid (empregada) de uma humana. Embora seja uma comédia, este anime consegue falar de temas sérios de forma muito sutil sem perder o clima agradável e cômico.

 

Demi-chan wa Kataritai

[Primeiras impressões]

Você teria coragem de ter contato com uma garota monstro? E entrevistá-las para conhecer melhor seus hábitos? Nesse simples e bonito slice of life temos uma variedade de garotas monstros, como uma vampira, garota das neves, súcubo e uma garota “sem cabeça” (dullahan), sendo entrevistadas por um curioso professor de biologia que quer aprender os seus hábitos e particularidades. De forma muito sutil o anime aborda a temática do preconceito.

 

Sankarea

Então a garota que você gosta é um zumbi. E foi você quem a transformou em um! Bom, não exatamente, eu pulei alguns passos aqui, mas o começo do anime é mais ou menos assim: Chihiro sempre admirou de longe Rea Sanka, que é rica e estuda em outro colégio. E sempre amou tudo o que tem a ver com zumbis, ao ponto de tentar criar uma poção de zumbificação para ressuscitar o animal de estimação da família (um gatinho que eventualmente se torna um zumbi muito fofo, não se preocupe, não tem gore nenhum – não nessa parte do anime pelo menos). O que Chihiro não sabe é que Rea só é toda sorrisos para quem olha de longe. De perto, a garota sofre tanto e há tanto tempo que mais preferiria morrer. A partir dessa premissa você já deve ser capaz de imaginar a história de amor e tragédia (com algum comentário social) desse anime.

 

Highschool DxD

[Resenha]

Segundo o cristianismo os demônios são a representação do mal, ou seja, seres dos quais nós mortais temos que manter distância. Filmes como o clássico O Exorcista mostram quão assustadores essas criaturas podem ser. Todavia, em Highschool DXD, esses seres das trevas são representados como lindas e atraentes garotas que acabam fazendo parte de um harém infernal pertencente ao Issei (protagonista do anime). Vale lembrar que a obra não tem apenas demônios do sexo feminino, mas elas aparecem em grande quantidade pois a obra é focada em conteúdo erótico (ecchi) direcionado ao público masculino.

Existem outros animes semelhantes a DxD (harém/ação com demônios) nos quais demônios em forma de garota que fazem parte do harém do protagonista, como por exemplo Shinmai Maou no Testament.

 

To Love-Ru

Quando eu era uma criança eu tinha pavor de alienígenas (também conhecidos como extraterrestres). Na época dos boatos sobre o Chupa Cabras e o ET de Varginha eu nem conseguia dormir de tanto medo. Depois de mais de uma década, eu tive contato com To Love Ru, no qual uma linda extraterrestre de um longínquo planeta vem para a Terra, mais precisamente na banheira de um garoto chamado Rito. No anime aparecem outras aliens que acabam despertando interesses amorosos pelo protagonista.

 

Tasogare Otome x Amnesia

Ouvi de meus pais uma frase bastante conhecida que dizia que os vivos são mais perigosos do que os que já morreram. Entretanto as “almas penadas” que perdidas vagam pelo nosso mundo continuam assombrando muita gente, quer por obras de ficção ou por histórias que são contadas pelas pessoas oralmente. Este anime apresenta uma bela fantasma que pode ser enxergada por um garoto, mas não se engane, nem sempre ela é boazinha.

 

Haiyore! Nyaruko-san

Diretamente das obras de H.P Lovecraft (Howard Phillips Lovecraft), a divindade maligna Nyarlathotep surge nesta divertida comédia na forma de uma garota fofinha. Interessante o fato dessa obra ter se inspirado em um autor famoso do gênero terror para dar uma roupagem completamente inusitada às criaturas aterrorizantes imaginadas por Lovecraft com o intuito de criar uma comédia.

 

Monster Musume no Iru Nichijou

O que você faria se várias garotas monstro super sensuais morassem em sua casa e você só pudesse ter contato sexual com elas se escolhesse uma para tomar como sua esposa? Você escolheria apenas uma – levando em consideração o fato de que todas acabam se apaixonando por você – ou se veria às voltas de fugir das mais estranhas e cômicas situações da sua vida? É nesse cenário que Kimihito tem que viver seu dia a dia enquanto cuida das garotas e constrói um lar para elas – estando elas distantes dos seus países de origem – ao mesmo tempo em que esse harém o traz muitos problemas. Monmosu – como é apelidada a obra – é um anime de slice of life, comédia e ecchi que aposta todas as suas fichas em situações cômicas e exageradas que se levarem você ao riso devem tornar a experiência de assistir ao anime prazerosa dentro do divertimento que ele se dispõe a proporcionar.

 

Centaur no Nayami

[Primeiras impressões]

Himeno – ou Hime, que significa princesa em japonês –, Nozomi e Kyouko seriam apenas três garotas colegiais comuns que protagonizariam um anime de slice of life leve e divertido com “garotas monstro” se muitas vezes a vida cotidiana dessas garotas não ficasse em segundo plano por trás de uma excelente construção de mundo que se aprofunda na medida certa em uma sociedade na qual todos os seres humanos têm algumas características distintas em relação a nossa – e outras até que muito parecidas – que vão muito além das diferenças em seus corpos – mesmo que essas diferenças comecem exatamente por elas. Contudo, o anime não deixa de ser um bom slice of life com moe e comédia, mas que ao se propor a ir além disso estabelece um diferencial que o torna bastante recomendável se você procura um slice of life que tem na construção de mundo seu ponto forte.

 

Yurikuma Arashi

[Primeiras impressões]

Do mesmo diretor de Utena e Mawaru Penguindrum, Kunihiko Ikuhara, e talvez ainda mais difícil de entender. Depois de muitas guerras, a humanidade construiu um imenso muro, que está em eterna ampliação, para expulsar os ursos. Não que isso ajude de verdade, porque agora eles se disfarçam de garotas fofas para entrar na cidade protegida e virar de cabeça para baixo toda a moral e os costumes humanos – e para devorar algumas garotas também. Será que os mundo dos ursos e dos humanos são mesmo incompatíveis? Por quê? Quem disse que tem que ser assim?

 


 

Qual seu anime de garotas monstro preferido? Está nessa lista?

  1. Esta lista está muito boa.
    Ao ler esta lista, já percebi que animes com garotas monstro, não são bem a minha praia, mas encontrei alguns animes que me interessam.
    Desta lista só vi Kobayashi-san chi no Maid Dragon, Demi-chan wa Kataritai, Sankarea e Centaur no Nayami. Dos animes que citei, o meu preferido é Demi-chan wa Kataritai, este anime marcou-me muito e foi dos animes de forma geral, que mais gostei de ver e acompanhar todas as semanas. Kobayashi-san Chi no Maid Dragon, também é um anime bom e como extra, uma animação excelente pela Kyoani. Sankarea é um anime bem mediano, mas tem coisas interessantes. Já Centaur, de todos os animes que citei, é o mais fraco, ele na verdade só teve um episódio relativamente bom, o resto foi bem mais ao menos.
    Ao ver esta lista, fiquei interessado em YuriKuma Arashi e Tasogare Otome x Amnesia.
    Esta lista, tem 3 animes que eu nunca verei, nem que me pagassem, sendo eles Monster Musume no Iru Nichijou (eu vi 5 episódios desta coisa e é muito bizarro e alguns momentos nojento), To Love-Ru e High School DXD.
    Obrigado por esta lista Flávio.

Discussão