Essa semana, Kakuriyo no Yadomeshi  entregou mais um episódio bastante agradável de assistir, dando início a empreitada de Aoi como cozinheira em um restaurante para ayakashis, expandindo as relações de nossa protagonista e presenteando os seus espectadores com mais um passeio pelo reino oculto.

A primeira parte do episódio, mostra como a bondade de Aoi conseguiu mudar aquele ambiente do Tenji. Todos felizes e se relacionando, além de estarem se deliciando com os pratos que Aoi preparou. Até nosso gerente orgulhoso estava ali, relacionando-se com todos de maneira agradável. Realmente nossa protagonista mostrou o valor de seu espírito bondoso, transformando o âmbito de convivência que a cerca. E para premiar tudo isso, o prato produzido por Aoi passou no teste do grande Rei Ogro.

A comemoração pelo trabalho na construção do Dama da noite. Como sempre tudo a base da comida preparada de por Aoi.

O problema de conseguir mostrar o seu valor, é que pode despertar a inveja em outras pessoas e aqui não é diferente, os cozinheiros do reino oculto viram o sucesso que a comida de Aoi estava fazendo, além de ela ter conseguido uma reserva grande para noite seguinte. Isso despertou neles a vontade de impedir que isso ocorresse, de uma forma nada convencional, mas tentaram. Após Aoi limpar as cascas de bananas colocadas por esses cozinheiros, ela foi atacada por uma espécie de samurai que tentou lhe matar, por sorte ela foi salva por um dos seguranças do Tenji. Mas quem teria sido o mandante desse crime contra Aoi? Há algumas especulações: Os próprios cozinheiros poderiam ter contratado um assassino para fazer um serviço providencial, ou então as mulheres que sentem inveja de Aoi ser a esposa do Rei Ogro se uniram e mandaram que acabassem com a vida de nossa protagonista. Seja lá quem tenha feito isso, com toda a certeza não se dará por vencido e voltará a tentar atacar nossa dama humana novamente.

O guarda que salvou Aoi.

Aoi, ao conhecer aquele que havia lhe protegido, vê nele mais um que conheceu seu avô. O segurança do Tenji, seu nome é Sasuke,lhe contou de suas andanças quando jovem com Shiro, como eles haviam aprontado bastante juntos e voltou a mencionar o que todos dizem, Aoi lembra Shiro. Sasuke foi outro que se rendeu aos encantos da culinária de nossa protagonista, ele comeu sem titubear e satisfez-se muito, o que deve ter recuperado os seus poderes espirituais, já que essa é a peculiaridade da comida de Aoi. Ainda com o guarda no assunto, é muito interessante ver que o Rei Ogro sempre pensa em Aoi e em seu bem estar, foi ele que ordenou que Sasuke a protegesse. Se não fosse pelo Rei, Aoi já não estaria mais viva no Reino Oculto, diferente de seu avô ela não tem a capacidade de enfrentar ayakashis de frente.

No prosseguir do episódio, mais uma atitude bastante legal do Rei Ogro para com Aoi. Levou ela para um passeio junto de Genji pela cidade e para que conseguisse boa sorte em seu negócio, a levou a um templo que dá sorte nos negócios dos que lá vão. Com os discursos deles durante esse agradável passeio pelo reino oculto, dá para apreender dois pontos: A relação de Tenji e Genji dura mais de 50 anos, e Aoi não tem qualquer noção de que está se metendo em perigo. Essa última afirmação, é uma herança dos genes de Shiro em Aoi, ela adora se meter em confusão, como se nada pudesse lhe ferir ou mal mente amedrontá-la. E por último, deu para ver o que é essencial em um negócio,que vai muito além de ganhar dinheiro,seria produzir relações e felicidade.

Uma das cenas do passeio.

Na parte final do episódio, tivemos a estreia da “Dama da noite”, o restaurante de Aoi teve sua primeira noite de funcionamento. O Sr. Matsuba havia alugado para ele e seus amigos conhecerem o trabalho do restaurante de Aoi. E não deu outra, todos adoraram o serviço e principalmente a comida feita por nossa protagonista. Aí caro leitor, você poderia pensar o seguinte: “É um sucesso eminente o restaurante de Aoi, o que muito possivelmente nos próximos episódios deverá despertar o interesse de clientes e a inveja de muitos outros restaurantes espalhados pelo Reino oculto.” Infelizmente isso não se concretizou e passou-se uma semana sem que Aoi recebesse nenhum cliente, afinal ela é uma humana com um restaurante para ayakashis e é bem difícil imaginar isso dando certo.

Se não bastasse esse problema de falta de clientes, ele culmina ainda em outro, o problema com as finanças do Tenji.O responsável por tais finanças convocou Aoi e Genji para uma conversa em particular e pelo tom sombrio que ele apresentou, pode ser que alguma bronca das grandes esteja por vir.

Mas, não pense nosso querido anime de Slice of Life que irei esquecer-me do episódio passado.Onde está Suzuran? Se ela descobriu que Shiro estava morto, porque não retornou ao reino Oculto? Por que raios ela ficaria tentando levar uma vida no reino dos humanos sem paradeiro algum, sendo que sua única família (que é seu irmão) está no reino Oculto? Isso está cheirando bastante estranho, cada vez mais surgem indícios que Shiro pode estar vivo e que, além disso, Suzuran sabe de tudo e está acobertando.

Onde está você?

Essa foi a análise do episódio 6 de Kakuriyo no Yadomeshi, que novamente entregou um episódio bastante agradável e relaxante. Inserindo elementos alegóricos tanto visuais bastante interessantes, além de, passar cada vez mais a fazer o público se apegar aos personagens da obra.

Nunca se sabe de onde pode surgir o amor, da pessoa do lado ou de alguém que vimos pela primeira vez, até mesmo esse sentimento pode se atrelar a um ayakashi. Das profundezas do ainda misterioso mundo para os humanos, chamado de reino oculto, pode surgir um dos mais verdadeiros sentimentos…

Discussão