Olá!

Antes de comentar sobre os animes que escolhi para essa lista, gostaria de me apresentar: eu sou a Nica, revisora do blog. Mas, como você já deve ter percebido, acontece de eu sair dos bastidores para assumir o papel de redatora. Agora que me apresentei devidamente, vamos ao que interessa.

Definir o que é sobrenatural pode ser um tanto difícil se você for uma pessoa exigente. Eu, Nica, considero sobrenatural tudo aquilo que não pode ser explicado, que está fora do comum. Você que está lendo esse texto talvez pense o mesmo. Esse significado está um tanto pobre e superficial? Acredito que sim. Então, para explicar melhor resolvi pesquisar sobre o termo. Muitas definições têm relação com o que mencionei acima, como é o exemplo dos dicionários Larousse (2001) e Aurélio (2001), respectivamente:

SOBRENATURAL: 1. Que ultrapassa as leis e as forças da natureza; supernatural. 2. Acima da natureza humana; sobre-humano. 3. Que pertence ao domínio da fé. 4. Fig. Muito grande, excessivo, extraordinário; s.m. O que é ou tem caráter sobrenatural.

SOBRENATURAL: 1. Não atribuído à natureza. 2. Relacionado com fenômenos extraterrenos. 3. Sobre-humano. 4. s.m. O que é sobrenatural.

Porém, dentre todos os significados que encontrei, um em especial achei interessante por explorar melhor essa palavra:

“(…) os temas sobrenaturais são geralmente vinculados a conceitos como oculto ou paranormal. Os milagres religiosos, a magia (não os truques), o contato com a vida após a morte, assim como ideias como reencarnação, as possessões demoníacas, profecias, aquelas entidades sobrenaturais (vampiros, lobisomem, fantasmas), os feitiços, as maldições e até as adivinhações, entre outros, são alguns dos fenômenos que se enquadram dentro do conceito sobrenatural.”
Disponível em: < http://queconceito.com.br/sobrenatural >. Acesso em: 29/04/2018.

Essa última definição pode ser vista com clareza nos animes escolhidos como exemplos desse tema. Com certeza não todos os elementos juntos, mas pelo menos um pode ser encontrado.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa:

 


 

Yu Yu Hakusho (1992)

Yu Yu Hakusho é um nome bem nostálgico que está no coração de muitas pessoas. Serializado de 1992 a 1994 no Japão, Yu Yu Hakusho estreou em 1997 no Brasil pela Rede Manchete, e desde então conseguiu uma grande fanbase no brasil. A história conta como Yusuke Urameshi usa o sobrenatural para ressuscitar e o que ele precisa fazer para se provar digno dessa ressurreição. Um dos principais motivos que cativa as pessoas a assistirem o anime é a evolução do Yusuke como personagem. Ele é forçado a amadurecer e encarar os problemas, e como consequência, acaba influenciando outros ao redor dele.

O anime faz um bom uso do tema desta lista, já que Yusuke demonstra dificuldade em manter o interesse na sua vida de estudante depois de conhecer o que o sobrenatural oferece a ele.

 

Elfen Lied (2004)

Para melhor entendimento do anime, acredito que seja melhor explicar sobre a raça tratada na obra: os diclonius. São seres que possuem um par de chifres e braços invisíveis que são chamados de vetores. Apesar de nascerem de pessoas normais, o que torna alguém um diclonius é o fato do pai ou da mãe ter sido infectado(a) por um vetor.

Esses braços invisíveis são capazes de matar sem esforço algum qualquer ser humano. Devido a essa característica, os humanos querem exterminar os diclonius, mas antes se aproveitam deles para realizar algumas pesquisas. Como consequência do abuso que sofrem, os diclonius desejam acabar com a raça humana.

A história começa com Lucy, uma diclonius, fugindo de um centro de pesquisas protegido por atiradores, que tentam impedi-la de sair do local, mas sem sucesso. A consequência dessa luta é muito derramamento de sangue. Porém, durante sua fuga um sniper acaba a atingindo na cabeça, o que acarreta numa personalidade dupla e instável: ora ela é uma criança inofensiva com fala limitada, ora tem tendências assassinas.

Dois estudantes, Kouta e Yuka, a encontram nua, sem memória, e com a personalidade de uma criança. Assim, decidem cuidar da garota, permitindo que ela more com eles, sem saber que estão no meio de um fogo cruzado.

(Deixo avisado desde já que esse anime tem cenas fortes)

 

Mononoke (2007)

Mononoke é um anime que tem como foco a aparição de diversos youkais em diferentes contextos, onde suas histórias fazem cada vez mais sentido. Mas tem algo os afligindo para que façam maldades por aí. Através dessa ambientação sobrenatural e surrealista muitas vezes, é que um farmacêutico entra em cena, justamente para poder descobrir a verdadeira identidade desses youkais e saber a verdade sobre eles.

 

Mnemosyne no Musume-tachi (2008)

Mnemosyne é um violento sci-fi sobrenatural, que flerta com o policial e o terror (e cenas yuri), que acompanha a história da detetive particular Rin Asougi, de 1990 a 2055. Rin é uma mulher imortal. A fonte de sua imortalidade é proveniente da Yggdrasil, uma árvore guardiã (gigante e invisível) que libera esporos. As mulheres que “comem” esses esporos, chamados de “Frutas do tempo”, tornam-se imortais, e os homens, poderosos seres chamados “anjos”. O problema é que os anjos têm pouco tempo de vida e nesse período procuram mulheres imortais para devorá-las (e morrer em seguida). Elas não resistem aos apelos sexuais deles e acabam se entregam à morte. É assim que Rin conhece Mimi, resgatando-a de um anjo e ela se torna secretária e melhor amiga da detetive, embarcando na aventura de 65 anos, até Rin encontrar seu destino, o enfrentamento do que está por trás da Yggdrasil. Com seis episódios (cada um ocorrendo em uma década diferente), de aproximadamente 45 minutos, “Mnemosyne” pode chocar pelo excesso de violência (realmente há cenas muito pesadas, como torturas) e sexo (o horror e a indiferença presentes), mas a série tem elementos como destino (a aceitação dele como responsabilidade a partir de uma decisão) – o que liga Rin e Mimi e a família Maeno – e perdas e ganhos pela condição de imortalidade (Rin não sofre tanto com isso, essa questão fica a cargo de outras personagens femininas) que movimentam alguns dos episódios. E ótimos panos de fundo como a relação do ser humano com a tecnologia – de dependência e isolamento.

 

Highschool of the Dead (2010)

Apocalipse zumbi! Tinha que ter um desses, não tinha? Curiosamente, o tema zumbi demorou a chegar no Japão e há poucos animes que o desenvolvam. Tem um artigo só sobre isso aqui no blog, aliás. Highschool of the Dead é provavelmente o mais famoso deles, e mesmo se nunca tiver assistido você provavelmente já ouviu falar dele e talvez até conheça sua fama. Ou sua infâmia. Peitos anti-gravitacionais, garotas que perdem boa parte das roupas durante as batalhas, tem até uma cena de banho. Ah, e tentativas de estupro. Você sabe, o mundo está acabando, então algumas pessoas enlouquecem e querem pelo menos acabar “se divertindo”.

Parece só mais um anime cheio de cenas eróticas, mas … bom, mas nada, é isso mesmo. Só que não dá para culpar exatamente o anime por isso, esses temas e clichês sexuais são comuns no gênero zumbi como um todo, afinal de contas. E Highschool of the Dead honra vários outros clichês do gênero mesmo, tendo até mesmo homenagens diretas à filmes clássicos de zumbis. Se não se importar com doses acima da média de erotismo e erotização de momentos não eróticos, assista Highschool of the Dead, é um bom anime, com ação que empolga, personagens que convencem e alguns momentos emocionantes, até mesmo uma cena ou outra de partir o coração.

 

Blue Exorcist (2011)

Ou Ao no Exorcist.

O mundo tem duas dimensões: uma onde vivem os humanos (Assiah) e outra habitada pelos demônios (Gehenna). A viagem direta entre os dois mundos não é possível, mas um demônio pode passar para o lado humano caso possua um, o que é bem comum acontecer. Só pode ver um ser de Gehenna quem já teve contato com algum demônio. Para lidar com esses demônios existem os exorcistas, treinados para destruir os seres de Gehenna.

Satanás, apesar de possuir grande poder, não tem um corpo em Assiah para possuir. E aí entra o principal personagem da história, Rin Okumura, aparentemente um adolescente comum e problemático. Porém, um dia, ao ser emboscado por demônios, ele acaba descobrindo que é filho de Satã com uma humana, e que seu pai quer a sua ajuda para que juntos conquistem Assiah. Não querendo fazer parte desse plano, Rin decide treinar para se tornar um exorcista, enquanto aprende a controlar os seus poderes demoníacos.

 

Code:Breaker (2012)

Sakura certo dia vê, pela janela do ônibus, pessoas sendo queimadas. Mal sabia ela que o homem que havia produzido aquelas chamas azuis era um estudante transferido recentemente para sua escola.

A história é boa, os personagens são bastante chamativos, principalmente Oogama Rei (o seu poder de chamas azuis se assemelha muito ao do protagonista de Blue exorcist). Os personagens secundários fazem o sobrenatural ser muito bem explorado, pois na história há cinco Code Breakers além de Oogama, cada um deles com poderes diferentes. O único ponto negativo é que quando você se sente envolvido pela história ela acaba – o anime tem apenas 13 episódios.

 

Noragami (2014)

Yato é um deus menor que sonha em ter milhões de fiéis, e passa seus dias fazendo trabalhos por cinco ienes. Hiyori Iki é uma garota do ensino médio. Um dia, seus caminhos acabam se cruzando: Hiyori salva Yato de um atropelamento. A garota sobrevive, mas como consequência a sua alma se desprende, o que a faz sair de seu corpo, tornando-a meio fantasma. A jovem logo exige que o deus a ajude a voltar ao normal, mas para isso ele precisa de um companheiro, mais precisamente um Shinki, uma alma humana que tenha morrido contra a vontade. Quando chamada pelo seu nome Shinki, essa alma torna-se uma arma capaz de proteger seu deus.

Para voltar a ser uma humana normal, Hiyori ajuda Yato nessa busca (enquanto precisam lidar com seres malignos).

 

Tokyo Ghoul (2014)

Ghouls são seres muito parecidos com humanos, com a diferença de que precisam comer carne humana para se manterem vivos.

Ken Kaneki é um estudante. Durante um encontro com Rize Kamashiro, é atacado por ela, que se revela um ghoul. Kaneki é levado ao hospital e se recupera, mas acaba descobrindo que foi submetido a uma cirurgia que o transformou em meio-ghoul, sendo assim, teria que viver como eles para sobreviver. O garoto é levado a uma cafeteria chamada “Anteiku”, onde aprende a como viver sendo meio-ghoul e meio-humano, sem que mais ninguém saiba de sua verdadeira identidade. Mas não é tão fácil assim.

 

Seraph of the End (2015)

Um misterioso vírus aparece na Terra e mata todos os seres humanos acima de 13 anos infectados. Junto, aparecem os vampiros, que escravizam os humanos sobreviventes. Dentre eles, Yuuichirou e Mikaela Hyakuya, dois garotos levados de um orfanato, junto de outras crianças a quem chamam de família. Cansado dos maus-tratos dos vampiros, Mikaela cria um plano de fuga que acaba por dar errado. Somente Yuuichirou sobrevive das garras dessas criaturas, sendo encontrado pela Companhia Demônio da Lua, um exército dedicado a matar vampiros. Anos mais tarde, Yuuichirou, agora integrante da Companhia, está determinado a se vingar daqueles que mataram a sua família.

Discussão