Mais um grande episódio de Nanatsu no Taizai: Imashime no Fukkatsu. Toda a notícia boa vem acompanhada de uma ruim. Se o episódio foi maravilhoso por dezenas de motivos, a morte de Meliodas se apresenta como um grande baque a todos os fãs da obra. Além disso, tivemos um pouco mais do passado do clã dos demônios, e a culminância da derrota em batalha dos pecados capitais. Bom, vamos à análise.   

A primeira parte trouxe à tona o passado sombrio de Meliodas. Já não bastasse saber que ele fazia parte do clã dos demônios, para piorar Estarossa revela que o Capitão era o líder do grupo. Além disso, ainda foi revelado que o clã dos demônios foi selado por causa de uma traição de Meliodas. Isso reafirma que a atitude de King ao questionar Meliodas sobre as suas verdadeiras intenções há alguns episódios foi algo importante. Para enriquecer mais as informações do passado do clã dos demônios, Estarossa fez um pequeno discurso, o qual trouxe alguns flashbacks, mostrando como esse clã quando comandado por Meliodas era temido. Uma dúvida que fica no ar é o motivo de Meliodas trair o clã dos demônios, não há nada efetivo sobre, mas possivelmente seja por conta da reencarnação de sua amada Liz, no caso Elizabeth.  

Seria Gowther (à direita de Meliodas) com a roupa da opening(?).

Após isso, vimos a despedida de Ban da sua amada. Pois ele ao ver que Merascylla seria responsável por matar Meliodas, não se conteve e decidiu ir até lá, mas matar a inimiga resultaria também na morte de Elaine, cabendo assim uma decisão bem complicada para nossa querida raposa avarenta.  Em meu artigo anterior comentei que Ban em um contra um conseguiria fazer frente contra os demônios, e isso se afirmou quando ele matou Merascylla de forma bem tranquila, contudo, nem mesmo esse ato de poder do pecado capital foi capaz de parar a investida do clã dos demônios, mais especificamente de Estarossa. 

O primeiro ataque de Ban a Merascylla.

A cena em que Estarossa mata seu irmão Meliodas ao destruir os seus 7 corações talvez tenha sido uma das mais emocionantes de toda a série. Matar um irmão já não é algo fácil (não por experiencia própria, aliás, não tenho irmão), mesmo sendo um demônio Estarossa chorou ao fazer tal ato. Ver Meliodas morrer de maneira cruel também não foi fácil. E para fechar a emoção da cena com requintes de tristeza, Ban que acabou não conseguindo salvar sua amada, acabou também não conseguindo salvar seu amigo. Uma cena realmente emocionante.  

É incrível ver a amplitude do poder de Estarossa, mesmo Ban usando todas as suas forças, inclusive a “festa do caçador” não foi capaz ao menos de pará-lo por um instante. Fica um questionamento de quanto poder Estarossa possui, Gloxínia disse que Escanor tem um poder parecido com o de seu aliado do clã dos demônios, isso pode querer dizer que Estarossa tem um poder na casa dos 30.000 a 50.000. Não dá para saber com mais exatidão porque Gloxínia fala do poder de Escanor em uma situação atípica, pois estava à noite e todos sabem que o pecado do orgulho tem seu maior poder quando o Sol está lhe iluminando. Tudo indica que Estarossa seja o demônio mais forte, mas é necessário deixar em aberto com relação a Zeldrys, que não conhecemos o poder ainda.  

Mesmo Ban tentando com todas as suas forças, não conseguiu parar Estarossa.

A partir da morte de Meliodas se tem como culminância a invasão do clã dos demônios às cidades. A cidade de Camelot foi o primeiro alvo, e está em uma situação bem crítica. Algo interessante de ressaltar é a ajuda dos humanos mais fortes que estavam no torneio a parar a invasão dos demônios. Além disso, Elizabeth também salvou a vida dos filhos de Matrona.    

Mas e agora, sem Meliodas qual o poder dos sete pecados capitais? Pelo menos por enquanto o grupo aparenta ter se separado, já que Escanor e Merlin sumiram, enquanto Ban lutava para proteger a cidade de Camelot. Denzel também ordenou e cumpriu a prisão de Gowther, que agora está sob investigação.  

Gowther preso.

O samurai Nanashi levantou o ponto de que aquele gato que anda com o Rei Arthur pode resultar na sua morte. Então uma teoria interessante seria de que quanto mais o gato vai ficando manchado de sangue, mais sangue de Arthur ele está sugando, sendo assim, quando gato ficar completamente vermelho Arthur morrerá.     

Uma atitude tomada pelo clã dos demônios para obter o controle das cidades mais facilmente foi colocar o povo contra os cavaleiros sagrados. Assim, além de impossibilitar qualquer reação, os demônios ainda poderiam se servir de almas poderosas. 

Um ponto interessante a ressaltar é que King falou que se todos conseguirem ir até a floresta das fadas conseguiriam ficar em segurança do ataque dos demônios. Bom, isso é o mesmo que abandonar as pessoas de todos os povoados. Então, seria fugir da batalha, e claro que na situação atual talvez isso seja o mais aconselhável a fazer.   

O final do episódio foi um tanto quanto emocionante também, já que foi mostrado Elizabeth tocando o bar com um certo ar de alegria. Com alguns indicativos de passagem de tempo, Elizabeth passou a continuar o negócio de seu amado, isso é, ela apenas está fazendo algo que julga ser da vontade do Capitão, o que para uma mulher como ela que é princesa de um reino fazer… Bom ela está tocando o chapéu de Javali por conta de seu amado, isso é realmente sensacional.    

O título desse artigo é a essência de tudo, pois de lá deriva vários questionamentos: será mesmo o fim de Meliodas? Será o fim dos pecados capitais? Será que o clã dos demônios irá dominar tudo mesmo? Esses são alguns questionamentos que devem ser melhor explorados nos próximos episódios.

Meliodas-sama

Essa foi a análise de Nanatsu no Taizai: Imashime no Fukkatsu 20, um episódio sensacional, com muitos elementos alegóricos destacáveis: visual, sonoro e a história também muito boa. É claro, um momento triste para todos os fãs por ver Meliodas morto (ou não?). Bom, acredito que a série não daria esse final ao seu protagonista, quem sabe uma reencarnação não pinta por aí, ou algo do gênero. Resumindo, espero que dias melhores venham ao nosso querido Meliodas.

    • TripLl

      Bom, com as informações que foram dadas até agora é difícil estipular respostas concretas. Para os leitores do mangá já deve haver essa resposta, porém como estamos falando do anime é melhor evitar quebrar um dos grandes momentos da obra. Mas convido-lhe a continuar acompanhando meus artigos da saga e descobrir essa resposta. Obrigado pelo comentário!

      • Não leio o mangá então tb não sei, mas shounens não costumam manter seus personagens mortos por muito tempo, entao xD Mas estou curioso com a solução que o autor vai dar

  1. Esse episódio adaptou por completo o manga ou teve algo filler? Pq eu leio o mangá e não consigo lembrar de algumas cenas (como essa do final com o cavaleiro sagrado).

Comentários