Um dragão zumbi. Sim, um maldito de um dragão zumbi foi o obstáculo da vez. Na verdade, o obstáculo não foi o inimigo em si, mas sim os mocinhos que por tomadas de decisões e a falta delas, acabaram se complicando em níveis diferentes. É engraçado pensar que o dragão zumbi foi muito mais fácil do que deveria ou poderia, ainda mais considerando que havia um sinal de interrogação na parte onde estaria indicado o nível da criatura. De qualquer forma o grupo está cada vez mais unido e ciente de que precisa melhorar em certos aspectos, afinal, há alguns pontos positivos para se extrair de uma situação dessa.

Eu não me canso de ver esse tipo de momento

No episódio passado Naofumi e sua trupe já haviam limpado a bagunça que Motoyasu havia feito numa vila ao deixá-la com grandes problemas. Dessa vez foi Ren que conseguiu o incrível feito de mexer no que não deveria e não limpar sua bagunça. Sinceramente é um pouco irritante ver que o Naofumi tem que ficar limpando a sujeira dos outros, ou melhor, ver que os outros heróis se preocupam apenas com seus feitos e não as consequências deles.

Mas ok, Naofumi saiu ganhando em ambos os casos e no fim isso é o que importa. Porém, o trabalho em equipe dele e de suas companheiras precisa de uma melhora significativa, afinal, os problemas dessa vez começaram no simples fato de que Filo é indisciplinada. Não é a primeira vez que ela é impulsiva e vai com tudo para cima de alguma batalha e mesmo nesse episódio eles levaram a carroça por conta de uma birra dela. E eu sei que ela é bem nova ainda mas acredito que falta um pouco de pulso firme com ela, pois justamente por ela ser nova demais que são necessárias algumas correções. Agora, vale destacar que ela pôde desobedecer as ordens dele sem sofrer penalidades por conta do contrato de mestre e escravo, o que me faz pensar que no fim das contas esse negócio está de enfeite, apenas isso.

De qualquer forma ela não foi a única culpada pela situação, afinal, Naofumi entrou em desespero (vulgo choque) quando viu o dragão renascido. E bom, eu entendo a preocupação dele ao se ver naquela situação, mas acredito que ele possui experiência o bastante para saber lidar com o que estava acontecendo e assim coordenar Raphtalia e principalmente Filo, que estava bem rebelde por motivos “pessoais” (ou “filoriais”?). Porém ele acabou perdendo o controle totalmente quando Filo “morreu” e isso gerou um grande problema.

Com já sabemos o Naofumi adquiriu o trauma de perder algo. Ele simplesmente não sabe lidar com isso e nem temos como criticá-lo tanto assim por conta de tudo o que aconteceu. Mas de certa forma me incomoda ver que ele desmorona completamente ao menor sinal de alguma perda importante, como foi nesse caso. Ok, a Filo foi devorada pelo dragão zumbi e você viu sangue voando por aí, mas ela morreu mesmo? Porque aquele dragão nem dentes tinha direito e ela poderia estar viva dentro do estômago dele, como foi o que aconteceu. E considerando isso tudo, é importante frisar o quanto ele ainda precisa evoluir para poder enfrentar as próximas ondas, que inclusive não receberam menção alguma ultimamente.

Inclusive eu arrisco a dizer que sem a Raphtalia ele estaria morto. A parte boa disso tudo foi que ele ganhou um escudo que aparentemente poderá ser útil em situações extremas. Mas obviamente não queremos que elas surjam (na verdade eu quero sim), pois sabemos que isso não vai machucar apenas ele, mas todos a sua volta, assim como aconteceu com Raphtalia dessa vez. E sobre isso, me pergunto se eles vão de fato conseguir curá-la na igreja, afinal, além dela ser uma demi-humana, ela tem ligações com o herói do escudo, o rejeitado pela igreja.

No fim das contas, Naofumi e sua trupe só conseguem resolver um problema criando outro. Uma curiosidade interessante é que mostrou ele fazendo uma espécie de pulseira para a Raphtalia e uma presilha de cabelo(?) para a Filo, mas no fim ele nem deu. De qualquer forma foi um episódio interessante que expôs a necessidade de melhorias individuais e em grupo. Agora resta saber quais serão os próximos desafios que eles irão enfrentar.

Extra:

  1. Avatar

    Gostei bastante desse episódio de Shield Hero principalmente como mostrou a preocupação dele com a Raphtalia e a Loli, a voz da Raphtalia ter acalmado ele foi uma cena bastante bonita ao meu ver. Poderia ter mais tensão na morte da Loli. Creio que poderia. E tbm passei raiva com o Naofumi no final como negar um pedido desses da Raphtalia kkkkk, mas ao todo foi um bom episódio assim como sua excelente análise.

  2. Avatar

    Eu não me importo tanto pois ele não vai ter esse tipo de atitude tão cedo. E sim, poderia ter mais tensão, porém o fato de ter sido tão rápida a sucessão de acontecimentos é o que tornou a cena interessante. E eu até acho que se tivesse mais tensão poderia não ser tão legal quanto pensamos.

  3. Avatar

    Eu gostei da análise, especialmente da menção sobre o menção do selo da Filo não ter ativado, então vou fazer uma adição. Isto foi um erro do anime, mas não do roteiro original. O diretor do anime (o roteirista também provavelmente) cortou este momento, porque tanto na novel original quanto no mangá o selo ativa sim, deixando a Filo exposta a bocada do dragão zumbi.

  4. Avatar

    Considerando isso faz até mais sentido, afinal, ficou estranho ela ter sido engolida sem nem desviar ou algo do tipo. E sinceramente eu li o mangá mas não me recordo muito bem sobre essa parte e por isso agradeço pelo complemento.

Deixe uma resposta para matt kazuma Cancelar resposta