Depois de termos um episódio feito para desenvolver a Rishia, voltamos à programação normal, ou seja, chegar no coração da tartaruga espiritual e matá-la de vez. Claro, isso iria ferir a Ost mas era um preço que inevitavelmente precisaria ser pago.

Até então foram apresentadas várias formas de derrotar a tartaruga, mas nenhuma foi útil ou eficaz de verdade. Sempre tinha um contraponto e no final das contas Naofumi e cia voltavam para a estaca zero.

Ler o artigo →

Já se passaram alguns anos e ele voltou. Quase 3 anos depois e tendo essa e a terceira temporada garantidas, Naofumi e cia retornam para a continuação de sua aventura… ou devo dizer tentativa de sobrevivência?

O retorno de Tate definitivamente desagrada muita gente que não gosta ou simplesmente não quer pensar, apenas criticar. Após o final da primeira temporada, fiz uma resenha (AQUI) sobre a obra e explorei vários temas dela, como a escravidão que aqui vemos e a acusação de estupro.

Ler o artigo →

Tate no Yuusha é mais um isekai lançado nos últimos tempos. Sua light novel (fonte original) e a versão mangá eram bem comentados e avaliados pela qualidade da história e afins (inclusive temos um artigo sobre o mangá aqui no blog). Porém, dessa vez vamos tratar sobre o anime que terminou semana passada e deu o que falar por semanas. Aliás, eu realmente achei que depois de Goblin Slayer estaria livre de animes polêmicos mas achei errado.

Ler o artigo →

Naofumi estava com dificuldades. Ele e seu grupo estavam conseguindo segurar os heróis inimigos apesar da grande dificuldade que estavam tendo. Glass, L’Arc e Therese estavam conseguindo destruir as defesas primárias que Naofumi usava com sucesso, mas falhando no golpe fatal. E num empate tão parelho foi necessário alguns elementos inesperados para que a vitória viesse.

Ler o artigo →

No penúltimo episódio de Tate no Yuusha tivemos muitas emoções. Uma nova onda que obviamente trouxe novas dificuldades, heróis de outro mundo e toda a ação que temos direito. Aliás, gostaria de deixar as minhas condolências aos outros 3 heróis inúteis que foram ignorados pelos inimigos e fugiram com o rabo entre as pernas (não literalmente). Enfim, foi um belo episódio que focou naquilo que Tate no Yuusha faz de melhor(?): as batalhas.

Ler o artigo →

Dessa vez Naofumi e cia foram viajar para uma nova ilha. A promessa de um lugar onde eles poderiam evoluir sem grandes problemas soava como uma boa recompensa depois de tantas batalhas difíceis e, claro, como uma importante etapa antes da próxima onda. Mas, estranhamente, eles não tinham ideia de que uma onda estava por vir e ainda a descobriram numa coincidência. Com isso, agora teremos uma corrida contra o tempo para que todas as preparações necessárias sejam feitas.

Ler o artigo →

Finalmente chegamos no antepenúltimo episódio do anime. Já não tem muito mais o que acontecer, ou talvez tenha e eu estou subestimando o espaço disponível. A grande questão volta a ser os outros heróis que se esforçam para que todos tenham repúdio deles. Eu já não sei o que pensar disso, pois, sinceramente, estou cansado de criticar esses palermas que não conseguem “dar uma bola dentro”.

Ler o artigo →

Enfim Naofumi teve seu nome limpo perante a população e na teoria tudo foi resolvido. E eu realmente entendo as atitudes dele, apesar de não apoiar. É lógico que a grande maioria das pessoas teria pedido que os dois morressem depois de tudo o que fizeram, mas ainda assim, a forma como tudo foi construído mais uma vez decepcionou (assim como o começo).

Ler o artigo →