De um lado, atitudes impulsivas para terminar uma relação e de outro, para desnecessariamente avançar muito nela, enfim o segredo foi descoberto. A relação entre Hina e Natsuo foi descoberta pelo colégio e nós sabemos que alguém vai perder o emprego, no mínimo. Depois de tantos vai e vem durante esse episódio, finalmente tivemos algo concreto, afinal, depois da descoberta é certeza de que eles vão se separar e sinceramente não posso “dizer” que tenho tantas expectativas positivas para o próximo episódio. Aliás, um detalhe curioso sobre esse episódio é que a autora reclamou dele em seu Twitter e sinceramente eu também tenho as minhas reclamações.

O que eu ri dessa cena não foi pouco

Vamos começar “falando” sobre a Rui. Obviamente, ela ficou ferida com o que descobriu e teve aquele pedido de beijá-lo uma última vez. Vou perder meu tempo criticando o Natsuo por colocar mais alguns chifres na Hina? Não. Porém vale destacar a decepção dela em saber da verdade e seu pedido, que foi completamente entendível e uma espécie de despedida pois tais sentimentos iriam apenas machucá-la. Mas me chamou a atenção o fato da Rui decidir que iria desgostar do Natsuo, pois achei isso muito maduro da parte dela (só que não). Lógico que continuar gostando não vale a pena e só vai trazer machucados, mas declarar que vai desgostar já é demais, não? Quero dizer, é sério que uma garota em seus 17-18 anos acha que pode controlar seus sentimentos e assim, desgostar de alguém só porque quer? Quem me dera se fosse assim ein…

Mas ok, idiotices a parte, a Hina me irritou um pouco em suas ações frente a Rui. Sinceramente não me parece que ela é verdadeira com alguém e simplesmente sai forjando desculpas e mais desculpas para explicar as coisas. Dizer que é uma falha como uma irmã é fácil, mas mudar de verdade ela parece não querer e mais, continua fazendo um showzinho entediante com sua relação amorosa. Será que ela acha que o Natsuo é um escravo dela (na verdade ele meio que é, convenhamos) e que a Rui é uma santa que vai perdoar todos os erros que ela cometer?

E o Natsuo como sempre não deixou de decepcionar. No geral, eu considero ele um personagem relativamente fiel à sua idade, ou seja, acho normal que ele cometa certos erros e tenha determinadas atitudes. Mas a reação dele com relação ao prêmio literário foi completamente ridícula. Eu já estive numa situação em que tive uma atitude parecida, só que eu tinha em torno de 10 anos. Ele tem seus 17-18 anos e acha que por desejar ser um escritor e escrever alguns textos aqui e ali, seria o ganhador da vez. E porque perdeu, pensa que não tem talento.

Porém, o ponto alto do episódio foi mesmo a viagem. Um conjunto de acontecimentos me fez perceber ainda mais que a Hina é uma péssima personagem. No momento em que ela está com o Natsuo em seu quarto, algumas revelações me espantam sem me surpreender tanto assim. Ela sempre tratou o Natsuo como uma criança, mas parece que nunca deixou de levar a sério as investidas; ao mesmo tempo que diz que gosta dele, explica algumas de suas razões que possuem sentimentos que são tudo, menos amor. Como mencionei acima, ela não convence em nenhum aspecto e isso prejudica a obra pois vemos uma personagem sem sentido algum tendo muito destaque.

Seus sentimentos nasceram após ver sua irmã com ele, disse que não podia pensar no Natsuo enquanto estava tocando-se e chorou quando ele a pediu em casamento. A conclusão é que ambos têm “fogo no rabo” e por isso estão juntos. Temos um típico adolescente que não entende nada da vida e só pensa em fazer sexo com sua namorada e uma professora que mesmo sendo uma adulta, se emociona com um pedido de casamento de alguém que nem sabe o que quer na vida (isso sem falar do anel comprado no camelô da esquina).

Um adolescente impulsivo que não consegue frear seus desejos luxuriosos e uma adulta que parece ser carente demais para recusar ou entender que tal relação não pode continuar dessa forma. E agora que tudo está praticamente acabado, o que restará para esses dois, ou melhor, desses dois? Natsuo vai correr atrás da Hina, ficar deprimido por décadas ou correr para os braços da Rui? Hina vai se separar dele e eventualmente usar uma de suas lógicas sem sentido para explicar suas decisões?

Com essa trama digna de novela mexicana de baixa qualidade, tivemos um episódio que, diferente dos outros, teve um desenvolvimento rápido demais. Imaginava que a descoberta do colégio seria no episódio seguinte e mesmo que assim fosse, a impressão de que tudo aconteceu rápido demais iria permanecer. No final das contas, confesso que me sinto insatisfeito com o rumo que a obra vem tendo.

  1. Avatar

    Assim como você. também fiquei decepcionado com esse episódio. Esperava mais dessa reta final, até por já ter lido o manga.
    A impressão que dá é que eles queriam terminar o episódio mostrando que a escola descobriu o relacionamento da Hina e do Natsuo, mas isso foi feito atropelando alguns acontecimentos importantes.
    Eu não vejo problema cortar um ou dois acontecimentos do manga ou mudar a ordem de aparição dos personagens, como já vinha sendo feito, mas, dessa vez creio que cortaram cenas um relevantes e o pior, mesmo que não fossem cenas tão relevantes assim, a direção conseguiu colocar uma cena sem nexo, o que é pior ainda, se vai cortar as cenas ok, mas faz direito.
    Me refiro a cena que a Hina simplesmente fala pro Natsuo algo tipo isso “Se voce gostar de alguém mais nova, tudo bem em me deixar”. Sim, do nada essa frase? O episodio claramente cortou a cena em que a Hina está conversando com uma amiga em que ela demonstra essa preocupação com a idade, o que só deixou essa fala mais confusa, ela não foi contextualizada pro espectador, o que tornou essa fala sem sentido.
    Outro corte que, ao meu ver foi bizarro, foi o do Alex, mostrou ele ficando bêbado e dando uns beijos no Natsuo e no professor kkkkk, mas sinceramente, se não ia mostrar tudo o que ele fez ao ficar bêbado era melhor nem ter mostrado nada, era uma boa oportunidade pra mostrar outros personagens fora a Hina e o Natsuo, até porque a Rui teve destaque zero nessa viagem, ponto que no manga foi mais equilibrado.
    Enfim, fiquei tão focado em notar que o episódio desenvolvendo as coisas rápido demais que acabei nem notando duas coisas. A primeira, como foi mencionado, é como a Hina é uma personagem sem sentido, que está tendo muito destaque.
    A segunda, foi quando ela disse que só foi “gostar” do Natsuo quando viu ele beijando a Rui, cara, isso me passou batido.
    Agora uma coisa que me chamou a atenção nesse episodio foi a seguinte fala do Natsuo pra Hina “pare de decidir o que é melhor pra min”. Olha, sinceramente, é isso que me fez odiar a Hina, por mais que talvez ela não sinta muita coisa pelo Natsuo, ou talvez sinta muita coisa por ele, a principio eles são namorados e não escravo e servo, então essa historia da Hina decidir o que é melhor pra ele é um saco, e provavelmente no próximo episodio isso vai ficar bem mais evidente, embora, talvez fique disfarçado.
    Enfim, gostei do texto, concordo que o episódio deixou a deseja e também não estou esperando muita coisa no ultimo episodio, uma pena, pois é uma ótima obra.

  2. Avatar

    Sim, o anime vem me passando uma sensação diferente do mangá (negativa no caso).
    Sobre a Hina, acho de certa forma ela quer controlar muita coisa que não lhe diz respeito, em especial o Natsuo que querendo ou não, correu que nem um cachorro atrás dela para enfim conseguir o que queria. Parece que ele é um passatempo, algo melhor que nada e no fim, eu não creio nessa narrativa de que ela gosta dele (não canso de “dizer” isso).
    Eu também fiquei insatisfeito com os cortes (na verdade me referia a isso). Gosto quando o anime é fiel ou simplesmente consegue fazer um trabalho descente com o material disponível. Nesse caso, temos cenas desnecessárias e muita coisa que fica a deriva sem motivo aparente.

Deixe uma resposta para Law Cancelar resposta