Bom dia!

.intro não devia

Magical Girl Spec-Ops Asuka realmente deveria ter acabado no episódio 11. Ou, se era obrigatório ter 12 episódios, poderiam ter contado com um pouco mais de vagar algum dos arcos anteriores – se bem que não senti em nenhum momento que o anime tenha parecido corrido.

Não há nada que tenha ficado em aberto no episódio anterior que não tenha continuado em aberto nesse. De fato, ele abre algumas pontas a mais, o que, vá lá, é normal para um final de temporada de uma história que ainda continua.

Mas que porcaria de pontas ele abriu.

 

Também quero batata, mascote cujo nome não me lembro nem me importo mais

 

Mesmo em seus piores momentos, eu sempre encontrei algo de interessante para escrever sobre Magical Girl Asuka. Agora, o que tenho de mais interessante para fazer é reclamar do que assisti nesse episódio.

Peço desculpas por isso.

Agora vou tratar ponto por ponto tudo o que esse episódio teve de importante. Ou “importante”, já que a importância de um final de temporada de uma história ainda em andamento que sequer saberemos se terá nova temporada é, sendo otimista, bem relativa.

 

Pelo menos a Peipei parece cool em ação

 

A garota loira do episódio anterior era mesmo a Peipei, a garota mágica chinesa das Cinco Mágicas. Ao contrário das outras quatro, que todas acabaram de alguma forma nas forças armadas ou forças auxiliares às forças armadas de seus países, a Peipei se tornou uma mercenária fugitiva.

Ela mudou o rosto por causa disso, e está insatisfeita. Eu também estou insatisfeito, mas não por causa do triste destino da Peipei, e sim por ela aparecer nas porcarias das animações de abertura e encerramento do anime desde o primeiro episódio e não ter servido para nada.

De fato, nem mesmo a cara dela nessas animações é relevante, porque ela virou agora uma loirona. Tenho certeza que a história dela é importante no mangá. No anime, é irrelevante. Ele acabou.

Ah sim: pela conversa dela com sua parceira, que parece uma criança, a relação que elas têm envolve muito sexo. Anote isso.

 

Para quem está torturando "só pra ter certeza", a Kurumi parece bastante feliz

 

Por que a Kurumi torturou a Chisato, se ela tinha certeza que a garota não mentia? Ah sim, ela mesma disse: para ter realmente realmente certeza certezíssima absoluta de verdade verdadeira. Então tá.

Por isso ela precisava da qual-era-o-nome-mesmo a obedecendo como um cachorro também, em uma cena que com certeza poderia constar em um anime hentai.

Ao contrário da Peipei, a Kurumi eu conheço. Posso até considerar que sua personalidade quebrada, que é um ponto importante de sua personagem, influe em sua escolha por métodos de tortura, e daí temos o spanking da qual-era-o-nome-mesmo e a tortura inútil da Chisato nesse episódio.

Isso faz algum tipo de sentido. A Kurumi é meio torta das ideias, o anime foi competente em mostrar isso. Adicionalmente, outras cenas de tortura em Magical Girl Asuka não chegaram nem perto do nível de perversão das torturas da Kurumi. Ou seja: tudo corrobora a tese de que isso é uma tara da personagem.

Ainda assim, o anime se delicia com essas cenas. Há muitas histórias com personagens pervertidos e nem todas elas os retratam de forma pornográfica.

 

 

Chega de Kurumi, hora da Tamara. Não tenho muito a dizer sobre a Tamara exceto que aparentemente o ursão de pelúcia dela é mesmo sua irmã ou algo assim.

Esse é um ponto de enredo interessante de verdade, mas como eu disse sobre a Peipei, esse tipo de coisa no último episódio não quer dizer muita coisa. Pelo menos a Tamara participou ativamente da história antes disso.

Não há muito o que dizer sobre a Mia também, apenas acho digno de nota que ela se sentiu compelida a “falar como a Francine”. O que significa falar safadeza.

 

Francine e Abigail estrelam seu anime hentai

 

E então temos a Francine e a Abigail. Puxa.

Quero dizer, não temos dúvida de que ela é a Francine, né? Até acho meio idiota, ou talvez suspeito, que a essa altura Magical Girl Asuka não tenha confirmado para além de toda dúvida razoável, mas não é possível que ela seja outra pessoa.

Só se sei lá, for a irmã gêmea maligna da Francine. Seria uma reviravolta digna de Magical Girl Spec-Ops Asuka.

Em todo caso, um flashback episódios atrás já tinha mostrado a Francine assediando a Asuka. Coisa “normal”. Mas bem, “pelo menos” era só a Asuka, né?

No flashback desse episódio (que foi e voltou algumas vezes, ajudando a piorar um episódio já ruim com seus cortes bizarros) a Francine simplesmente convida todas as demais para uma suruba. De três dias.

Quanto disso era só papo e quanto era real?

Por todas as pistas até agora, considerando o comportamento e as perversões de todas as demais garotas mágicas, tendo a acreditar que a coisa da magia tem mesmo muito a ver com sexo.

Vimos a Francine fazer sexo com a Abigail nesse episódio.

Por quê?

Voltando. Parece que essas garotas estão o tempo todo excitadas. A Peipei faz sexo com sua parceira que parece uma criança. A Kurumi alivia suas taras em sessões de tortura. A Tamara é mais contida mas também demonstra excitação do tipo sexual pela Asuka (e pela irmã?). A Mia faz comentários sugestivos para sua companheira do exército. E a Francine é a dona do bordel.

Hipótese 1: bom, elas foram criadas pela Tamara, né? A gente viu…

Hipótese 2: quase sempre em histórias de garotas mágicas as escolhidas precisam ter “algo” que será transformado ou é a fonte de se seu poder mágico. Talvez em Asuka elas precisem ser todas pervertidas. Isso dá o que pensar. E a Asuka, hein? Será que ela é infeliz por ser tão inocente comparada às demais? Mas ela parece ser a mais poderosa. A própria Francine a escolheu para liderá-las. O que isso quer dizer?

 

Gosto da cara de sonsa que a Peipei tinha

 

De novo, não que eu me importe a essa altura. Quero dizer, eu me importo com o que vem após o final na maioria dos animes, mas Magical Girl Asuka conseguiu estragar tudo na reta final. Suponho que eu assista uma possível segunda temporada, mas minha expectativa com a história agora está abaixo de zero.

Mais uma vez, desculpe por esse artigo inútil. É que o episódio foi inútil e eu não quis disfarçar. Ignorá-lo-ei na resenha, na medida do possível, e nela sim trarei ponderações relevante sobre o anime.

Até lá!

 

Asuka parece bastante feliz. Talvez a tara dela seja a pior de todas...

 

  1. Avatar

    Só pra lembrar de um fato bem importante é que a rainha no caso a”Francine” ela falou sobre um artefato mágico para outra garota mágica ainda mais poderosa ,que eu acho que é a amiga dá asuka o nome é meio complicado mais ela mostrou um grande destaque é a que usa óculos e se possível tiver uma outra temporada acho que vai ser ela uma hipótese.
    Se não me engano é isso.

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá Emerson, tudo certinho?

      Sim, o anime deixou claro (com cortes de cena e outras técnicas indiretas) que a Sayako está destinada a se tornar uma garota mágica, e nesse episódio final a última peça se encaixou, quando a Francine tocou no assunto.

      Eu comentei sobre isso em meus artigos de episódios anteriores, quando as pistas estavam começando a surgir 🙂

      Só não comentei nesse artigo final porque, justamente, já havia cantado antes essa bola, porque o anime acabou, então o que vai acontecer depois dele não importa (não há segunda temporada contratada até o momento), e porque francamente esse episódio foi um imenso nada.

      Obrigado pela visita e pelo comentário!

Deixe uma resposta para Emerson Hyuga Cancelar resposta