Bom dia!

Com esse artigo estou finalmente em dia com Symphogear! Agora só estou atrasado com Carole & Tuesday (sempre…) e com Cop Craft e Vinland Saga, que tiveram novos episódios desde meus últimos artigos.

Ou seja, quase tudo!

No episódio 9 as Noble Red foram trucidadas. Tentaram sabotar Shem-Ha, que estava sendo controlada por Fudou, para elas assumirem o controle ou algo assim.

Ao invés, Shem-Ha se libertou e as matou.

Mas elas já melhoraram e passam bem.

Foram reconstruídas e revividas por Shem-Ha para auxiliar em seu plano, ou só por capricho, não fica claro, mas elas acabam recrutadas para ajudar em seu plano em todo caso.

 

Vanessa

 

Agora transformadas em monstros completos, e, segundo Shem-Ha, sem possibilidade de voltarem a ser humanas, parece-me a hora certa para comentar sobre quão trágicas essas personagens são. Eu sei, Symphogear e tragédia, mas aguenta aí.

Como Chris na primeira temporada e, em certa medida, como Saint-Germain e companhia, em Symphogear AXZ, as Noble Red estavam sendo usadas, enganadas. A diferença é em que posição cada uma delas estava antes.

Chris perdeu seus pais, mas estava indo para o Japão, onde era uma candidata a symphogear quando isso ainda era só um projeto. No geral, era uma garota normal que poderia viver em qualquer lugar do mundo e fazer qualquer coisa que quisesse. Apenas deu o azar de ter sido sequestrada por Finé.

Saint-Germain era a toda poderosa líder dos Illuminatis Bávaros, com séculos de vida e enorme conhecimento. Na origem de sua escolha houve uma tragédia, mas não obstante foi uma escolha. Ela estava determinada, e Adam abusou de sua determinação para enganá-la. Assim que soube da trapaça passou a lutar contra Adam e ao lado das symphogears.

E as Noble Red? Meros resultados de experimentos dos Illuminatis Bávaros, feitas de cobaias, quando da queda da organização estavam condenadas à morte porque não eram capazes de viver sem o sangue especial fornecido pela organização que desmoronara.

 

Milaarc

 

Elas nunca tiveram lugar nem mesmo entre os vilões dos quais fizeram parte, e muito menos entre o resto da humanidade, que não sabia de suas existências e, quando as encontraram, as trataram como monstros.

Foi Fudou quem as encontrou, e ele decidiu usá-las. E se tivessem sido encontrada por outros? É questionável se teriam melhor sorte. Elas eram cobaias. Elas não deveriam existir. Elas eram ex-membros da organização que recém havia tentado dominar o mundo e a humanidade. Quem teria misericórdia delas?

Vanessa, Elsa e Milaarc só queriam ser humanas, só queriam ser aceitas, mesmo depois da humanidade ter falhado tantas vezes com elas.

Sim, elas cometeram crimes terríveis. Milaarc sozinha matou 80 mil pessoas, incluindo uma criança bem diante dos olhos de Tsubasa, apenas para traumatizá-la. Symphogear XV foi competente em nos fazer detestar as Noble Red, muito particularmente a Milaarc. Seus crimes seriam imperdoáveis.

Mas e os crimes de Chris em Symphogear?

Mas e os crimes de Maria, Shirabe e Kirika em Symphogear G?

Quatro das seis symphogears também são assassinas – não há meio-termo, não há uma palavra mais suave para o que elas fizeram.

 

Elsa

 

Estou muito curioso para saber qual será o destino reservado às três. Nunca as antagonistas de Symphogear pareceram tão tristes e indefesas. Elas não tem ninguém no mundo, foram usadas pelos Illuminatis Bávaros, foram usadas por Fudou, e provavelmente estão sendo usadas por Shem-Ha. E serão descartadas.

Tsubasa quase entrou para o clube nada seleto das symphogears criminosas. Se qualquer coisa, é muito mais difícil manter a integridade, aprendemos com Hibiki. E a grande responsável por isso é Miku.

Porque Miku sempre estendeu a mão para Hibiki, Hibiki sempre estendeu a mão para todas as outras. Note que Adam, o vilão de AXZ, foi a primeira pessoa que ela matou desde o começo da franquia. Hibiki simplesmente não desiste de ninguém.

Maria é a mais madura, no sentido comum da palavra, e por isso ela é a pessoa que Tsubasa precisa ao seu lado agora.

Chris sempre foi a mais combativa e rebelde. Além de ser a antagonista da primeira temporada, desertou em Symphogear G e mais uma vez enfrentou as mocinhas – foi um misto de plano de infiltração com sensação de que não merecia pertencer àquele lugar depois de tudo o que fez, mas mesmo assim.

 

Chris com minhocas na cabeça

Não é hora disso, Chris

 

Agora ela está pensando em coisas desnecessárias de novo? Na batalha na Lua, ela contempla por um instante que talvez o certo seja mesmo destruir as ruínas e acabar com a Maldição de Balal, e, em sendo assim, quem é que estaria certo…? A sugestão implícita é que Chris considera que, talvez, Shem-Ha esteja certa.

Não deixa de ser pelo menos um coincidência que em Symphogear G a Miku também tenha sido capturada e tenha lutado contra as symphogears.

Mas é claro que Chris está errada – pelo menos, se a visão de Maria estiver certa. E por enquanto não tenho motivo para acreditar que esteja errada. Talvez incompleta, mas não errada.

A Maldição de Balal está ligada à história dos Annunaki e da própria humanidade. Agora sabemos o que aconteceu.

 

Enki e Shem-Ha lutaram há 5 mil anos

 

A vida no planeta Terra não era senão um experimento, ou um projeto, dos Annunaki. Eles conduziram a evolução até chegar ao ser humano, que, ao contrário dos demais animais, teve sua capacidade mental enormemente ampliada mas não suas habilidades físicas.

Se me permite ser um pouco pedante, há vários equívocos nessas ideias. Isso não tem a ver com Symphogear, mas pode me aguentar por alguns parágrafos?

Primeiro, a evolução não tem um rumo. Nós humanos não somos o seu pináculo, mas sim somos tão evoluídos quanto quaisquer espécies vivas hoje. Se quiser ser chato, pode excluir os chamados “fósseis vivos”, espécies que não mudam de forma significativa há milhões de anos. Mas eles são minoria. A maioria dos seres vivos possui uma história evolutiva comparável a nossa.

A evolução é por acaso, e por acaso nos tornamos inteligentes dessa forma e dominamos o mundo. Mas não foi bem assim também, quero dizer, hominídeos já habitavam boa parte do mundo antes da aurora do Homo sapiens. Apenas ocupamos os nichos da maioria dos demais, e por isso não vemos mais nenhum por aí, exceto chimpanzés, gorilas e orangotangos.

Por fim, é um equívoco avaliar que não temos nenhuma habilidade física notável. Se assim fosse, teríamos morrido antes de aprender a falar, não é?

A força de um ser humano não é desprezível, mas não quero comparar habilidades que outros animais sabidamente possuem muito mais do que nós, então vou me focar em duas habilidades físicas notáveis em que nós, humanos, somos campeões na natureza:

A primeira é que não corremos muito rápido, mas conseguimos correr por longas distâncias. Graças ao nosso sistema de regulação térmica, muito mais eficiente, podemos continuar correndo por horas se necessário e se estivermos em forma para tanto. Nenhum outro animal terrestre consegue isso. Eles superaquecem. Suar é uma super-habilidade humana.

A segunda é a precisão e força com a qual somos capazes de arremessar objetos. Nenhum outro animal consegue atirar coisas tão longe, com tanta força, com tamanha precisão. Nossa postura, nosso sistema esquelético, nossa coordenação olho-mão é notável. Jogar coisas bem longe é outra super-habilidade humana.

Mas tudo bem, de volta à Symphogear, com humanos fracotes mas superinteligentes em um mundo no qual a evolução foi conduzida pelos Annunakis.

 

A humanidade é um super-computador biológico, conta o holograma de Enki

 

Os seres humanos foram criados para serem um super-computador distribuído, por isso são tão inteligentes e por isso eram capazes de se comunicar de forma perfeita. O objetivo dos Annunakis? Usar esse super-computador biológico para conduzir mudanças em escala planetária ainda mais rápidas e precisas.

E por que queriam fazer isso? Sei lá. Acho que estavam muito entediados em seu mundo natal.

O fato é que uma deles, Shem-Ha, tentou tomar tudo isso para si. Por quê? Bom, se eu não sei o que queriam os Annunakis antes, vou lá saber o que Shem-Ha quer? Espero descobrir até o final do anime.

Com Shem-Ha se rebelando, Enki, o amado de Finé, parte para impedi-la. O que acontece é que ela já havia se transformado em uma linguagem e se imiscuído no próprio genoma humano, o que garantia que ela sempre poderia retornar.

 

Holograma de Enki conta que Shem-Ha está no genoma humano

 

A solução de Enki foi a Maldição de Balal. A comunicação imperfeita manteria Shem-Ha selada.

Mas o selo foi rompido em Miku, Shem-Ha despertou no corpo da melhor amiga de Hibiki, e agora estamos todos condenados. Ela está usando a Yggdrasil para modificar o mundo, e quando a Maldição de Balal for quebrada será capaz de utilizar toda a humanidade. Vai ser divertido.

O que Hibiki irá fazer? Pela forma em que se manifesta Shem-Ha, não me parece que seja possível derrotá-la sem matar Miku. Miku pediu no começo da temporada para que Hibiki fizesse isso caso ela se tornasse a inimiga, e eu me pergunto se ela já não sabia de alguma coisa naquele momento. Shem-Ha diz que Miku a aceitou, afinal.

Há um precedente para uma existência ligada ao próprio genoma que, no entanto, “morreu”: Finé, que se sacrificou para salvar a vida de Shirabe. Será que o mesmo é possível com Shem-Ha?

Em todo caso, Hibiki só é Hibiki porque ela não desiste de ninguém. O que vai ser?

 

Hibiki não desiste nunca

 

  1. Avatar

    Admito q essas revelações são incríveis! Quem diria,a Finé tinha um amante mesmo….

    Outra Coisa Legal foi a Luta da Tsubasa & Maria contra Milaarc,que admito q foi bem sexy devido ao arremesso frankensteiner q Milaarc fez nas duas.kkk Isso fez curtir mais as Noble Red em especial a Milaarc

Deixe uma resposta para Anthoni Vedovato Cancelar resposta