O episódio 33 focou bastante na evolução de cada jogador e o 34 no que o Miyuki está pronto para aprender cada vez mais. Jogar contra diferentes times e treinar com quem não se está habituado, porém conhece durante jogos importantes, faz com que cada um avance de diversas maneiras.

No 33, até mesmo o Ochiai está vendo os valores que Sawamura tem como arremessador, sendo que antes ele só passava pano para o Furuya. No entanto, este também tem melhorado de forma estrondosa, principalmente depois que houve a parada para o seu tratamento, e teve que treinar em outras posições.

No 34, o treino foi bem bacana, embora bastante corrido. Senti que faltou a emoção de ver muitos jogadores de times diferentes, treinando entre si. Fiquei meio triste, mas o entrosamento foi legal, ao menos.

Ler o artigo →

Okumura tem um jeito mal-humorado de ser, mas ainda está se descobrindo no time, apesar de saber o que quer fazer. Claro, seu objetivo continua ser o receptor titular, e já diz isso desde o começo, porém até alcançar tal meta não será nada fácil.

Assim como Sawamura quer ser um às, também tem que aprender várias outras posições durante os jogos para poder se aprimorar. Antes, tinha dificuldade na rebatida, agora continua tendo, mas está mais confiante. Também tinha problemas na defesa, e hoje já joga tranquilamente como campo esquerdo e consegue defender melhor.

Yui foi ajuizado e entendeu perfeitamente que é isso que o treinador Kataoka quer: alguém preparado para tudo. Okumura, assim como Sawamura no início do anime, tem muita dificuldade com ordens e quer jogar na posição que designou a si mesmo, porém é a partir de agora que vai aprender que nem tudo o que queremos é lei.

Ler o artigo →

Não fiz um artigo sobre o episódio 29 porque foi recapitulação, então resolvi juntar neste para “fingir completar mais um espaço”. Brincadeiras a parte, acredito que esse tipo de episódio serve para rever os melhores momentos, além de, às vezes, encher linguiça para poderem trabalhar melhor o seguinte. O que não está sendo o caso de Diamond no Ace, mas eu gosto de fingir que é.

O episódio 30 é sobre o jogo do Colégio Seidou contra o Colégio Naruta (não é NarutO, não, é NarutA!), e foi muito bom, pois Sawamura teve ainda mais destaque, embora o narrador, na metade para o final do episódio, tenha piorado um pouco o jogo. Essa vitória de 7×1 do Seidou sobre o Colégio Naruta deu mais uma vitória ao time, contando com 7 jogos ganhos. Depois teve um jogo rápido, o que deu a oitava vitória.

Ler o artigo →

A segunda temporada de DanMachi foi uma verdadeira montanha-russa. Não estou falando no sentido das emoções, fazendo o público rir e chorar, mas sim dos altos e baixos da trama. Tiveram arcos interessantes, mudanças drásticas na dinâmica do anime e personagens com potencial desperdiçado. Analisando como um todo será que valeu a pena? Foi melhor que a primeira? Vamos discutir isso abaixo.

Ler o artigo →

Fiquei tão triste com o final de Kimetsu que enrolei horrores para escrever o artigo desse último episódio, não queria parar de escrever sobre o anime, mas cá estou eu para dar minha opinião de que a primeira temporada acabou muito bem e o futuro é promissor para os fãs da obra. É hora de Kimetsu no Yaiba no Anime21!

Ler o artigo →

Acho que se tem algo que essa terceira temporada de Starmyu me ensinou, é que uma mesma história pode sim ser contada várias vezes, sem que seu sucesso seja comprometido pela repetição. O que acontece no entanto, é que esse bom resultado caminha dependendo da inclusão de novos elementos que casem bem com a proposta, fazendo sentido em um conjunto geral.

Ler o artigo →