Kimetsu no Yaiba retorna ao blog depois de um tempo com dois episódios eletrizantes que ao mesmo tempo em que expuseram a força dos protagonistas, também desnudaram suas fraquezas.

Conhecemos o passado de Zenitsu, um pouquinho do de Inosuke e pela primeira vez Tanjiro se viu completamente encurralado. O anime está de vento em polpa, o que só fortalece nosso laço com ele!

Ler o artigo →

Não sou a favor de coisas como tortura ou pena de morte, muito pelo contrário, mas também não sou hipócrita, não lamento a morte de criminosos que cometem atrocidades sem igual.

Contudo, acho que mesmo o pior dos piores merece compaixão, o mínimo que for, e humanizar os onis através do olhar de Tanjiro, o protagonista da história, deve ser uma forma do autor externar que também pensa assim. Mesmo as piores pessoas merecem uma morte digna. É hora de Kimetsu no Yaiba no Anime 21!

Ler o artigo →

Confesso que fiquei um pouco decepcionado porque a abertura e o encerramento não mudaram, mas, pensando que a primeira mostrava coisa além dos treze primeiros episódios, acho que deveria ter esperado por isso.

De toda forma, foi um episódio legal, menos sério do que eu esperava, mas inusitadamente prazeroso de se acompanhar. É hora de Kimetsu no Yaiba no Anime 21!

Ler o artigo →

É o fim do primeiro cour de Kimetsu no Yaiba. O segundo começa já na semana seguinte à exibição do décimo terceiro episódio e deve ter como ponto de partida a formação da party do protagonista, algo que a abertura deu a entender que se concretizaria. Sem mais delongas, e focando no episódio que o Zagallo iria adorar, é hora de Kimetsu no Yaiba no Anime 21!

Ler o artigo →

Kimetsu continua bem divertido, mas, principalmente, consistente. E nessa reta final de temporada, o telespectador teve a oportunidade de conhecer uma nova faceta de Zenitsu, a confirmação de que as aparências não devem enganar tanto no caso do Inosuke e um Tanjiro cansado, eu diria até que frágil e sensível, só que obstinado como todo protagonista de battle shonen deve ser, mas os melhores são humanizados de uma forma a facilitar a empatia do público, e me compadeço com o cansaço dele. Só reclamo pela Nezuko mal ter aparecido, porque de resto foi tudo ótimo. E dá-lhe Relâmpago Zenitsu!

Ler o artigo →

Ame-o ou o odeie. Não tem como eu usar esse ultimato para definir uma forma de encarar Zenitsu, o novo, mas nem tão novo assim, personagem de Kimetsu no Yaiba. Por que eu afirmo isso? Porque sei que o personagem é mais do que a primeira impressão que ficou dele. Mas, como estou comentando o episódio em específico, é com ele que devo me contentar para prosseguir minha análise.

Ele sequer foi o único novo personagem a dar as caras, é verdade. Mas o único que já é um personagem de fato, pois o cabeça de javali apenas foi introduzido de uma forma meio incomum, mas legal. Em todo caso, o anime continua ótimo e de agora em diante terá novos elementos. É hora de Kimetsu, no Anime21!

Ler o artigo →

Meus artigos de Kimetsu no Yaiba já devem estar ficando um tanto quanto repetitivos, porque elogio demais o anime, e isso em todo episódio. Mas que culpa tenho eu se ele merece? Fazia muito tempo, desde quando voltei a ver animes, que não via um battle shonen tão consistente e tão bem feito, seja em história ou produção. E junto ao público, Tanjiro e Nezuko continuam sua tortuosa e bela jornada!

Ler o artigo →

Yahaba e Susamaru são servos de Kibutsuji que atacaram Tanjiro e os outros no episódio anterior. Já neste, proporcionaram uma boa luta que explorou o poder de adaptação física, mas também mental, do protagonista, o que é um degrau a mais em sua jornada para ficar mais forte e exterminar Muzan.

Tanjiro estará diante de uma bela chance de exterminar dois dos Doze Kizuki? Ou os dois não são tão fortes para integrar o que parece ser o grupo de elite do grande vilão? Para essas e outras perguntas, leia o meu texto a seguir. Não garantirei dar todas as respostas, mas farei meu melhor em prol disso!

Ler o artigo →