Como a prévia indicava, nesse episódio a Reiko entrou para o Clube Plebeu. O que eu não esperava é que fosse ser dessa forma com tanto drama e mágoa acumulada! Mas é assim que fica divertido, não é? Com um pouco de relacionamento entre as garotas também, e não apenas e tão somente elas orbitando ao redor do Kimito. Naturalmente, tudo ocorre por causa do Kimito e porque elas estavam de fato orbitanto ao redor dele, mas pelo menos o conflito não se resume a “o Kimito é meu, sua mocréia”.

A Reiko convida o Kimito para um chá em seu quarto ao qual comparecerão também algumas de suas amigas. De fato, esse chá é algo corriqueiro entre elas. E o Kimito já havia aceitado, quando uma Aika morrendo de ciúmes o lembrou que ele já havia se comprometido com ela, não apenas coisas normais do clube, mas a ajudá-la a preparar sua grande festa estilo plebeu para que fique popular com a sua turma. O Kimito então não tem escolha senão se desculpar com a Reiko e cancelar sua presença no chá. As garotas da classe já vinham achando a Aika curiosamente próxima ao Kimito, então isso se tornou o assunto do chá quando ele desistiu dele para sua outra atividade para elas desconhecida com a Aika. A Reiko, que não conseguia mais segurar sua frustração e seu ciúme, acabou gritando com suas amigas quando elas começaram a fazer especulações picantes sobre Kimito e Aika sozinhos em um quarto todos os dias até tarde. Ela acabou ficando deprimida depois, todas suas colegas de classe ficaram tristes e preocupadas, mas nada nem ninguém sabia o que fazer a respeito.

Supostamente, é para a Reiko personificar uma garota gyaru

Supostamente, é para a Reiko personificar uma garota gyaru

A Aika se preocupou também. Eu achava que ela era alheia ao que acontece com o resto da sala, basicamente uma garota egoísta que quer toda a atenção para si mas tímida demais para fazer algo a respeito, mas parece que ela se importa com suas colegas de classe sim. Especialmente com a Reiko, pelo menos. Isso é um desenvolvimento muito interessante, e ela revelaria depois que já foi uma fina dama como todas as demais alunas desse colégio, mas depois de uma doença voltou a si desse jeito “vulgar”, e suponho que esse foi o começo de seu martírio e seu isolamento. Quer dizer que ser “plebeu” é sequela de doença? Hehehe. Piadas à parte, e por estúpido que seja, gostei desse desenvolvimento. A Aika parece um pouquinho mais humana agora. Humana que é, se compadeceu do sofrimento da Reiko e disse para o Kimito levar todo o material que ela havia reunido para executar seu plano de Festa Plebeia, bem como o próprio plano, para a Reiko usar isso como pretexto para se desculpar com suas amigas e voltar à normalidade. A Aika faz questão de dizer que não está feliz por não executar o plano ela mesma, mas fica ainda menos feliz com a turma toda naquele clima de velório e a Reiko deprimida.

Ficou bom, vai

Ficou bom, vai

A festa ocorre e é um sucesso, funcionando perfeitamente como esperado. Mas quando a Reiko agradece o Kimito pela ideia e ele diz que na verdade a ideia foi da Aika (lembra, a causa original da Reiko ter estourado e ficado deprimida?) coisas ruins começam a acontecer, digamos assim, hahaha. A Reiko corre para o quarto do Kimito para tirar satisfação com a Aika e as duas brigam, socos, empurrões e muita gritaria e lavação de roupa suja inclusas. Brigam por causa do Kimito? De forma alguma. Ele foi o catalisador para que essa briga acontecesse, sem dúvida, mas a briga foi entre duas garotas que, cada uma a sua maneira, se preocupam uma com a outra. A Reiko se sente frustrada pela Aika depender tanto do Kimito e nunca ter tentado conversar com ela, e a Aika, que acabou de abrir mão de seu super-plano para se tornar popular para ajudar a Reiko, não quer saber de desaforo e responde com grosserias. De um jeito um pouco heterodoxo e prejudicial à saúde as duas finalmente conversam uma com a outra, mas nada está resolvido. Agora não existe mais apenas o problema de socialização da Aika, agora as duas estão, afinal de contas, apaixonadas pelo mesmo garoto, ainda que não possam falar isso a plenos pulmões.

A tensão no ar

A tensão no ar

Assim, no dia seguinte, aparecem no quarto do Kimito a Aika que está lá sempre, Hakua e Karen que já haviam começado a frequentá-lo com alguma regularidade, e claro, a Reiko, que chega com uma “requisição” para entrar no “clube” inclusive. A Aika protesta como protestou no episódio anterior, mas o Kimito acha que quanto mais garotas mais divertido (safado), então não há nada que ela possa fazer. Eu esperava desse episódio algum tipo de conflito que levasse a Reiko a se aproximar do Kimito a ponto de entrar para seu “clube”, e supunha bastante razoável que isso pudesse envolver a Aika. Mas fui pego desprevinido pela relação entre as duas garotas. Claro, a Reiko já havia demonstrado preocupação com a Aika antes, e o episódio poderia ter dosado o ciúme das garotas um pouco para baixo para deixar o relacionamento delas mais destacado, mas isso ainda é superior à maioria dos haréns escolares hoje em dia.

Agora o harém está completo!

Agora o harém está completo!

Veja mais imagens do quebra-pau entre Aika e Reiko:

Discussão