Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Ai que alegria incrível eu sinto por escrever um artigo pontualmente, ao invés de atrasado! É isso aí, mesmo publicando diariamente artigos com centenas de palavras de minha própria lavra, consegui reverter um atraso que em seu auge chegou a quase uma semana, somando os pequenos atrasos que foram se acumulando!

Felicidade semelhante sente o Yakumo, vendo o seu rakugo sendo reconhecido por ninguém mais ninguém menos que seu próprio mestre, que agora não hesita em dizer que ele é melhor que seu irmão de ofício e de criação. Imagine como ele deve estar se sentindo tendo a vida inteira perseguido o Sukeroku!

Mas nem tudo são flores, e ele está sofrendo por ter que abandonar a Miyokichi. Não, não é ter que abandonar no sentido de não poder ficar perto dela, é no sentido de não querer mais estar com ela mas não conseguir dizer isso abertamente. É um momento muito delicado de uma relação e doloroso para ambos. Para mim, também foi doloroso assistir a queda na qualidade da animação, mas a história está tão boa que quase não me importei.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Pobre Miyokichi...

Pobre Miyokichi…

Pobre Miyokichi! Ela sabe que seu relacionamento com Yakumo está condenado mas não está pronta ainda para abandoná-lo. Um lado dela ainda quer que dê certo e acredita que é possível. Quem diria que ela iria realmente se apaixonar, e tanto assim, hein? É de partir o coração. E gera cenas de humor involuntário, como quando ela sente ciúme do Sukeroku! Melhor cena do episódio foi ela tirando o vagabundo do colo do Yakumo e deitando em seu lugar.

Mas não é como se fosse fácil para o Yakumo também

Mas não é como se fosse fácil para o Yakumo também

O que me leva à questão que comecei a propor no título: uma boa parte dos fãs de Rakugo Shinjuu já decidiu que não apenas o Yakumo é gay como ele gosta do Sukeroku. Eu tendo a concordar mas ainda preservo minhas dúvidas, mas tudo bem, vamos com isso. Isso explicaria o excesso de cuidado que o Yakumo tem para com o Sukeroku, por exemplo. Não é um cuidado só de irmão. Às vezes parece o cuidado de uma mãe, mas às vezes é diferente disso também, porque mesmo quando ele está dando bronca no Sukeroku ele jamais se coloca em posição hierárquica superior. É parceria mesmo.

E se … veja só, o Sukeroku, por sua vez, não recusa nada do Yakumo. Retruca bastante, mas dentro de limites bastante aceitáveis para as circunstâncias deles. E está mais do que feliz em, mesmo depois de adulto feito, satisfazer-se com os pequenos carinhos e cuidados do Yakumo. Se por um lado o Yakumo não parece ter interesse em mulheres, o Sukeroku parece querer apenas se divertir com elas, sem compromisso. O que quero dizer é: e se o Sukeroku também for gay? Ou bissexual?

Oh, bem, não importa. Realmente não acho que importe a orientação sexual de ninguém ali, não é uma história sobre questões de gênero (mas poderia ser, facilmente). É uma história sobre três pessoas cujas vidas se cruzaram e interagiram de forma intensa demais. Já sabe-se que apenas um sairá vivo daí, e que é o Yakumo, o anime está contando a história que levou a esse desfecho.

Miyokichi com ciúme do Sukeroku, excelente, hahaha!!!

Miyokichi com ciúme do Sukeroku, excelente, hahaha!!!

Será que na ausência do Yakumo o Sukeroku e a Miyokichi vão se aproximar por comum acordo? Será que ela vai descobrir-se grávida? Isso eu duvido um pouco, mesmo o aborto sendo ilegal no Japão eu tenho certeza que gueixas têm seus métodos tradicionais para tanto. Mas quem sabe, não é? Aliás, até então havia simplesmente presumido que o Yakumo e a Miyokichi nunca haviam tido relações sexuais, mas será mesmo? Por iniciativa dele duvido que tenha sido, mas ela sabe seduzi-lo (e essa deve ser uma das razões dele estar a evitando tanto agora).

Muita coisa ainda pode acontecer, e como tem sido o costume em Rakugo Shinjuu, eu não poderia estar mais ansioso pela continuação. Apenas transporte por um momento sua mente para o Yakumo do futuro, aquele que fica aguentando acusações e desaforos da Konatsu, e pense no quanto isso tudo deve vir a ser difícil e doloroso para ele. Provavelmente aguenta calado por se sentir de alguma forma culpado.

Pobre Miyokichi!

Pobre Miyokichi!

  1. Primeiro: HAHAHA CALMA, FÁBIO! Não sério, calma, desculpa se meu óculos fujoshi da turma que fica persistentemente oscilando entre “talvez ele seja e não saiba que é”, “ele é só extremamente inseguro com mulheres” e “ele provavelmente é” influenciou demais sua opinião sensata… rs. Eu não acho que ele *é*, como você tinha dito, talvez seja mesmo mais adequado dizer que ele parecia. Porque o Yakumo velho é bastante afeminado nos seus trejeitos, a julgar pelo episódio 1 e pelo OVA, e parece viver muito mais confortavelmente com homens, acariciando o Yotaro e coisa e tal. Por tudo isso, logo no começo eu achava que ele… podia ser. Mas a verdade é que o Yotaro provavelmente o lembra do Sukeroku, daí o carinho, e ele fez muito rakugo erótico, então ele pode ter adotado trejeitos mais femininos pra vida por isso. Assim, eu estou ainda mais em cima do muro em relação a isso. Mas confesso que estou lentamente aceitando que o ship é bom. (Mas essa parte a gente deixa quieto, *cof*!!) Enfim, como você disse, Rakugo Shinjuu não é uma história sobre questões de gênero, mas ô se não tem pano pra manga! (Ou pro yukata? rs)

    Ah, e sim, a cena da Miyokichi jogando o Sukeroku foi sensacional e eu ri pra caramba. Adorei, adorei aquela cena.

    Quanto à queda da qualidade da animação… sério? Eu não achei isso, eu notei mais o CG, mesmo. Uso de CG normalmente não me agrada, mas eles fazem isso tão sutilmente que me passa despercebido. Mas acho que é normal a animação decair um pouco na metade, enquanto eles guardam fundos pros episódios finais. Ainda está acima da média do estudio, pelo menos!

    E sobre eles terem relações sexuais, olha, é definitivamente uma possibilidade para a gente investigar nos episódios futuros. Eu acho improvável pelo receio do Yakumo com a Miyokichi, mas como você disse, ela é bastante sedutora e persistente, talvez em algum momento?… Cenas dos próximos capítulos, mas pelo preview, acho que ficou mais claro que ela deve ser filha do Sukeroku mesmo.

    Enfim, desculpa se me estendi aqui! Muito obrigada pela visita e pelo comentário lá no Not Loli, e espero que os próximos episódios sejam ainda melhores, não é mesmo? Abraços e até a próxima!

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      E aí? Como sempre, bom te ver por aqui!

      Começando pelo fim, os previews quase sempre me enganaram muito, então quase não levo eles mais em conta, LOL

      A queda da animação se percebe mais em (algumas) cenas distantes ou de corpo inteiro. Eles quase não tem rosto! Seus formatos às vezes ficam esquisitos também. Noto isso muito mais do que um pouco de CG misturada no meio de animação tradicional. Cada um com suas sensibilidades, né? Hehe

      E acho que esse anime trata muito disso: sensibilidades. Entre outras coisas, a diferença de sensibilidades dos personagens está entre os principais fatores que os diferenciam, os fazem tomar as decisões que tomam, os fazem perceber os outros de uma determinada forma. Talvez o Yakumo absolutamente não seja homossexual: ele gosta SÓ do Sukeroku. Pode acontecer, não pode?

      Enfim, vou lá assistir o episódio 8 que preciso escrever sobre ele para amanhã =x

Comentários