Em primeiro lugar quero pedir desculpas porque esse artigo deveria ter sido publicado ontem, mas não consegui. Estou escrevendo oito artigos por semana (os sete animes que estou cobrindo aqui mais uma coluna semanal no OtakuPT), então as coisas estão bastante rígidas e qualquer imprevisto tem causado reações em cadeia. Mesmo assim, peço desculpas e prometo me esforçar mais para tentar evitar que isso aconteça de novo!

No episódio anterior de Dimension W o príncipe islero Salva mostrou a que veio na história e iniciou o arco final: todo mundo para Ilha de Páscoa, o local do fim da guerra e da tragédia que matou todas as Bestas de Grendel exceto duas (incluindo o protagonista Kyouma, naturalmente)! Ao mesmo tempo, flashbacks sobre o passado do Kyouma revelaram informações importantes não apenas sobre ele mas sobre todo o enredo de Dimension W. Esse episódio 8 agora é apenas o começo do fim, mal começamos a ver o festival de aberrações que irá acontecer na ilha. Só prevejo uma coisa: se conheço o autor, muita gente vai morrer!

Sanchos, Salva e Lasithi, vítimas da esfera

Sanchos, Salva e Lasithi, vítimas da esfera

A ilha é explorada mais ou menos superficialmente nesse episódio, dá para ter agora uma noção um pouco melhor do que significa ser uma zona morta de possibilidades. O próprio tempo mais ou menos para, bem como toda a vida porque não suporta viver em um lugar assim. A esfera que atacou-os durante o voo se mostra um mistério ainda maior quando revelado que ela ataca apenas homens. Para ter noção de gênero é preciso que ela tenha sido, um dia, um ser humano, não é? Ou que tenha adquirido essa conhecimento através de seres humanos. E isso ainda não explicaria porque atacar homens. Nas partes mais “escuras” da ilha as bobinas naturalmente não funcionam mais.

Esse senhor "morreu" porque estava na ilha durante o desastre

Esse senhor “morreu” porque estava na ilha durante o desastre

O curioso é que a mera presença deles na ilha a está mudando: ela está passando a ter possibilidades, a não ser um local mais tão morto. Isso faz com que organismos “mortos” ressuscitem e máquinas se reativem (elas tiveram mais sucesso que os organismos até agora pelo menos). Será que a presença dos visitantes está alterando fisicamente a ilha ou será que ela está apenas consumindo as possibilidades que eles levaram consigo? A segunda hipótese é um pouco assustadora.

Kyouma "acaricia" Mira

Kyouma “acaricia” Mira

Falando em sustos, é interessante ver como a Mira teme a morte como qualquer outra pessoa temeria – talvez até mais. Como ela tem um corpo super-poderoso capaz de regenerar algumas avarias e não para de funcionar de verdade nem com grandes danos, a “morte” para ela é perder toda fonte de energia – exatamente o que acontece nas zonas mortas da ilha. Claro que o Kyouma nem se importou quando ela começou a falar sobre isso exatamente quando estavam à instantes de entrar numa dessas zonas.

O flashback do Loser

O flashback do Loser

Ou será que se importou? Eu já disse noutros artigos que acho que ele não enxerga ela como mais do que uma máquina por causa do ódio dele por bobinas e coisa e tal, mas estou começando a pensar que talvez não seja bem isso. Ela parece humana demais, e pior, a personalidade dela lembra a de sua falecida noiva, porém ela é uma máquina, talvez ele a trate como “sucata” não porque ache mesmo que ela é sucata (no sentido pejorativo), mas porque não quer se apegar. Mais ou menos como ele age com as crianças – e, pensando bem, que outra razão haveria para aquele arco ter sido animado senão para dizer que o Kyouma gosta das pessoas mas não expressa isso? E claro que ele já a salvou diretamente no episódio do hotel.

O Loser na ilha!

O Loser na ilha!

A relação entre Kyouma e Mira é a principal do episódio, mas não é a única. O passado de Salva e Lwai é revelado, e eles não são irmãos de sangue: Salva foi adotado bem antes de Lwai nascer. Como Lwai possui o mesmo sangue do antigo rei, é ele quem herdará o trono, mas não parece que em qualquer momento isso tenha despertado sentimentos ruins em Salva. Acho que ele gosta do irmão de verdade – por isso prometeu a ele conquistar o mundo inteiro e construir nele um trono para que Lwai se sente. Durante a tempestade no episódio anterior Salva foi atingido pela esfera e agora está inconsciente, e Lwai mostra que o amor fraterno é recíproco assumindo o comando para continuar os planos do irmão ao mesmo tempo em que o protege.

Os irmãos Eastriver pegando uma carona com Kyouma e Mira depois de ajudarem eles

Os irmãos Eastriver pegando uma carona com Kyouma e Mira depois de ajudarem eles

Dos demais coletores não se pode dizer muito. São um bando de egoístas, e tenho medo de imaginar o que o K.K está planejando fazer. Apenas duas duplas se destacaram, e justamente porque se importam uns com os outros: os mexicanos Cassidy e Sanchos e os simpáticos irmãos gordinhos Eastriver. Sanchos também foi atingido pela esfera e Cassidy quer protegê-lo e despertá-lo, mesmo que acabe ficando para trás na caça à bobina. Os gordinhos são demais, adorei eles! Acabaram cruzando com Kyouma e Mira e os estão ajudando (a garota se apaixonou pelo Kyouma!). E sim, eles também se importam um com o outro. Outro que apareceu na ilha, como esperado, foi o Loser e sua “filha”, e um único quadro de flashback revela que ele vivia lá antes do acidente. Sua “filha” é muito parecida com uma adulta de sua memória, o que talvez signifique que ela é para ele mais ou menos o mesmo que Mira é para o Kyouma.

Mira congela apavorada na zona escura

Mira congela apavorada na zona escura

Quer uma teoria maluca para encerrar o artigo? Acho que tentaram fundir bobinas e seres humanos, ou tentaram controlar o poder das bobinas com a mente humana ou algo assim (poder controlar a energia da dimensão W com a mente é algo poderoso o bastante para que Salva queira), e isso que ferrou a coisa toda na ilha. E era uma mulher. E talvez, quem sabe, era a esposa do Loser – que ainda o está procurando.

Discussão