Chegamos ao fim desse anime que girava em torno de um jogo social chamado Mahou Shoujo Ikusei Keikaku (nome título do anime), que segundo os rumores podia transformar qualquer garota (meninos também, mesmo que raramente) em uma linda e forte mahou shoujo, entretanto tudo isso não passava de faixada para uma cruel e sangrenta seleção de meninas mágicas.

Neste artigo em específico eu irei dividir a análise dos acontecimentos dos dois últimos episódios em tópicos.

Manual de liderança

Numa monarquia é dever do monarca (rei, rainha, príncipe, princesa, etc) cuidar dos seus súditos promovendo o bem-estar, segurança, e gerando riquezas para o reino, mas para isso ter liderança é fundamental, todavia tanto a Ruler quanto a sua pupila Swim Swim falharam neste quesito. Um bom líder sabe gerenciar, influenciar e motivar seus comandados, algo que não foi executado da forma correta por elas.

Ruler enquanto foi “princesa” era arrogante e prepotente tratando mal suas “súditas” entretanto o flashback do episódio onze que mostrava ela ensinando a Tama humanizou a personagem e mostrou que por mais que ela fosse uma líder ruim, no fundo ela se importava e tinha algum sentimento pelas companheiras chegando a corar quando Tama a chamou de gentil (pessoalmente achei essa cena fofa).

Se a Ruler era um péssimo exemplo de “soberana” a Swim Swim conseguiu ser uma líder pior que a sua mentora pois ela se tornou uma “princesa sem súditos”. Ela seguia os ensinamentos da sua “princesa ideal” (Ruler) de forma incondicional, e foi justamente isso que levou à sua ruína.

Bem que a Snow White deveria te esse poder de lançar pétalas de flores, assim ela seria mais útil em combates.

Bem que a Snow White poderia te esse poder de lançar pétalas de flores, assim ela seria mais útil em combates.

Manual de sobrevivência

Como é que uma personagem que não tem boas habilidades em combates sobrevive até o final? A resposta para essa pergunta só pode ser sorte ou protagonismo, e não é que a Snow White possui esses dois elementos. Só na fase de “corrida pelos doces mágicos” que ela foi alvejada porque ela era a menina mágica com o maior quantidade de “doces mágicos”, entretanto quando o jogo se transformou em battle royal mortífero e implacável ela foi meio que deixada de lado. A cranberry, por exemplo, nunca se interessou em atacar a Snow White pelo fato dela ser fraca em combates. Swim Swim até cogitou em matar-la mas recuou ao saber que ela podia ler pensamentos e tinha a Alice como guarda-costas.

Eu não consigo achar a protagonista irritante pois a considero simpática mas não vou negar que ela foi inútil e fraca durante a maior parte do show, se bem que ela resolve amadurecer após o término das tragédias.

A resposta é porque você é a protagonista.

A resposta é porque você é a protagonista.

Batalhas

No episódio onze, a cranberry cometeu um erro fatal que levou à sua morte que foi ter baixado a guarda depois que ela aplicou um golpe que deixou Swim Swim inconsciente em sua forma humana. Para alguém que aprecia combates e sabe lutar bem, deixar a Tama lhe aplicar um golpe foi um erro fatal, mas isso não deixa de ser surpreendente e impactante. Quem diria que a Tama sabia fazer algo além de cavar buracos no chão?

Na batalha decisiva, a ninja teve dificuldades para matar Swim Swim gerando tensão durante a luta, entretanto a morte da psicopata mirim, que foi menos cruel do que eu esperava, não gerou um impacto tão grande assim, pois eu já estava acostumado às mortes que ocorriam com frequência no anime, apesar que por um breve instante eu achei o ato da Ripple em enfiar uma espada numa garotinha desmaiada algo cruel, mas logo em seguida eu pensei: ” ela matou sem piedade várias personagens e merecia morrer”.

Infelizmente não foi explorado de forma mais aprofundada a mente da Swim Swim, e por mais que ela aja como uma psicopata e ao mesmo tempo tenha comportamentos que lembram um autista, não foi revelado detalhes sobre o estado mental dela, se bem que o mascote diz que ela tem “parafusos soltos”, embora isso não diga muita coisa.

Podem chama-la de inútil o quanto quiserem mas ela tentou eliminar o mascote.

Podem chama-la de inútil o quanto quiserem mas ela tentou eliminar o mascote.

Momentos emocionais

O flashback da Tama me fez ter ainda mais empatia pela personagem, além de pena pela morte da mesma. Ela não tinha nenhum tipo de talento específico nem para os estudos e nem para esportes. A mesma tinha uma família rígida e parecia ficar à sombra de seu irmão mais novo que era mais talentoso, e para piorar a situação da garota, ela perde a avó que era a sua única companhia, mas quando a sua vida se encontrava numa solidão sem fim, eis que o milagre acontece, e a solitária menina que não tinha talento algum ganha super poderes ao se transformar numa mahou shoujo. Garotas normais sem qualquer tipo de habilidade são comuns em animes todavia a maioria delas tem um destino muito mais feliz do que a da pobre Tama.

O maior pecado dela foi a escolhas das companhias, mesmo que ela considere suas companheiras de equipe como amigas é inegável que as escolhas de amizade da Tana levaram ela ao óbito, afinal quem consideraria a psicopata da Swim Swim, as gêmeas irritantes ou a arrogante Ruler (esta até que deu sinais que se importava, pelo menos um pouquinho, com as suas subordinadas) como pessoas ideais para ter um relacionamento de amizade? Se ela tivesse dado sorte de ter conhecido uma Sister Nana, uma Top Speed ou mesmo a protagonista, a Tama poderia até estar viva.

Ainda no mesmo episódio outra cena com clara intenção de passar emoção ao espectadores foi quando a ninja estava lembrando da sua companheira. Foi emocionante e triste quando o espirito da bruxinha conversava com a Ripple enquanto a mesma levava seu corpo para casa.

Essa cena foi emocionante e bonita

Essa cena foi emocionante e bonita

Projeto de desenvolvimento de meninas mágicas

O sádico e repugnante mascote resolve revelar sobre a verdadeira razão sobre esse cruel jogo de sobrevivência para a protagonista, além disso ele joga na cara dela o fato da mesma ser fraca e inútil. Pelo que entendi, existe uma seleção para escolher meninas mágicas e essa escolha é feita pelo “mestre” que além de dar ordens ao mascote também escolhe os critérios de cada seleção, e se eu não me engano a garota selecionada ganha poderes e vira “mestre” enquanto as perdedoras tem apenas suas memórias apagadas. Normalmente esses testes costumam ser pacíficos todavia no teste que a Cranberry participou houve problemas ocasionando uma carnificina de candidatas a mahou shoujos. O Fav juntamente com a Cranberry resolvem criar um processo de seleção mais “divertido” transformando os testes num jogo de sobrevivência sem que o “Mundo da Magia” soubesse. Infelizmente ficamos sem saber mais sobre essa tal organização para o qual o Fav e a musicista da floresta trabalhavam.

Descanse em paz, Tama.

Descanse em paz, Tama.

Considerações finais

Esse anime foi divertido pelo menos para mim, e por mais que tenha seus defeitos também há coisas interessantes nele. Devido ao elenco numeroso e a pouca quantidade de episódios não deu para desenvolver de uma forma melhor as personagens.

Eu acho que um dos maiores destaques do anime foi a variedade de personagens, tínhamos garotinhas, uma mulher grávida casada, universitárias e até mesmo um casal de lésbicas, além disso os visuais de cada mahou shoujo eram bem variados. Vale ressaltar que as vilãs foram um outro destaque, por exemplo, a Cranberry e a Calamity Mary eram fortes, temidas e respeitadas sendo um desafio grande para qualquer um que se atrevesse a entrar em seus caminhos. A Swim Swim gerou diversas discussões sobre sua personalidade, alguns a chamavam de psicopata, outros afirmavam que ela poderia possuir sentimentos pois já saíram lágrimas dos olhos da mesma em algumas oportunidade, Já disseram também que ela tem características de um autista, enfim, deixando um pouco de lado os aspectos mentais da personagem, eu digo que ela cumpriu bem o seu papel como vilã. A personagem  não era uma simples “encarnação do mal”, e cada um dos seus atos, mesmo sendo covardes e cruéis, tinham uma justificativa embora fosse distorcida.

O ponto fraco da história foi a protagonista, que embora seja muito simpática, foi uma chorona fraca e inútil do começo ao fim, e por mais que ela tenha resolvido ficar mais forte no final, nada disso adiantou para que ela despertasse empatia no publico que achava ela uma personagem irritante.

Obrigado a todos que acompanharam meus artigos sobre o anime Mahou Shoujo Ikusei Keikaku nesta temporada e até a próxima pon!

Nota: Eu irei adotar duas formas de avaliação para dar nota a esse anime. O primeiro método será a soma de todas as estrelas que eu dei dividido pelo número de artigos. A minha segunda avaliação será uma nota que vai de 0 a 10.

Nota final 1 – 3,7/5 estrelas

Nota final 2 – 8,2/10

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. Sobre este episódio 12 não tenho muito a dizer, só digo que fiquei muito satisfeito que a Swim psicopata tenha morrido já era hora de ela pagar com a vida pelos seus crimes. A parte que eu mais gostei neste episódio, foi aquela em a Ripple se lembra da sua companheira e se lembra de quando levou o corpo da Top Speed para casa, aquilo sim era amizade, só tenho pena que a Top Speed tenha morrido. A luta entre a Ripple e Swim não teve nada de especial, mas gostei de ver a ninja a levar a psicopata da água ao limite, aquela cena em que a Ripple agarra no seu braço decepado para cegar a Swim com o sangue do mesmo, só demonstrou que a ninja ia levar o seu plano de vingança até à últimas consequências. Eu quando vi a Ripple a matar a Swim em forma humana até tive pena, mas quando me lembrei que ela tinha matado quase todas as garotas mágicas sozinha a minha pena sumiu (se bem que ver a ninja a rebaixar-se ao mesmo nível que a Swim foi meio desagradável). A protagonista mesmo no final se provou ser inútil, mas ainda assim aquela cena em que ela tenta quebrar o aparelho do FAV com os punhos cheios de raiva, para mim foi um ponto positivo para a personagem. A Ripple ficou toda fod.., ficou chega de um olho e mais não sei quantos ferimentos mas conseguiu chegar ao final, junto com a Snow White.
    Agora falando do anime, como um todo, eu pessoalmente no inicio não dava nada por ele, desde já, que não sou grande apreciador de animes de garotas mágicas, mas este anime pouco a pouco, conseguiu a minha atenção. Daquilo que destaco no anime, é a sua variedade de personagens, desde o seu design, à maneira como cada uma se comporta, a animação foi bastante competente para este tipo de anime e as osts também não foram más. Agora aquilo que menos gostei do anime, a previsibilidade de alguns acontecimentos do anime, como por exemplo o uso de flashbacks no anime, era sinal que algum personagem ia morrer em seguida, outra das coisas que menos gostei do anime, foi aquele mascote estúpido e cínico, cada vez que ele falava só me apetecia morrer, de tão irritante que era. De resto não tenho mais a dizer, este anime saiu-se muito melhor do que eu estava à espera, gostei de o acompanhar durante duas semanas, se eu tivesse que lhe dar uma nota, dava-lhe um 7,5/10, ele foi um anime bom, mas não foi dos melhores que vi nesta temporada de Outono de 2016.
    Como sempre mais um excelente artigo, foi um gosto acompanhar os teus artigos semanais deste anime (se bem que foi este anime que me levou a comentar um artigo teu, e diga-se de passagem não me arrependo). Que venha a próxima temporada, para eu comentar algum anime que escolhas para fazer artigos.

    • Flávio

      Embora eu tenha simpatia pelo gênero meninas mágicas, esse não é o meu gênero preferido e assisto pouco animes desse tipo, gosto mais desse estilo mais dark do que meninas mágicas tradicionais. Se esse anime tivesse mais episódio o desenvolvimento das personagens seria melhor, e os flashbacks por mais previsíveis que sejam servia para mostrar pelo menos um pouquinho como as personagens eram.
      Obrigado pelos comentários e espero contar com a sua participação na próxima temporada.

      • Já decidiste que animes vais comentar na temporada de inverno? Só por curiosidade qual ou quais os géneros de animes que mais gostas.

      • Flávio

        Eu gosto muito de slice of life, principalmente se tiver moe, gosto também de aventura, fantasia e comédia romântica. Sobre a próxima temporada eu vou comentar sobre 2 animes, sendo que um deles ainda falta definir. O que eu posso adiantar a respeito das minhas escolhas é que elas serão totalmente diferentes de Mahou Shoujo Ikusei Keikaku.

      • Eu também gosto bastante de animes slice of life, também gosto de animes de aventura e fantasia, os animes de comédia romântica nem sempre me chamam a atenção. Eu tenho dois géneros que gosto de ver num anime, mecha (como Code Geass, Gundam) ou então histórico (como Showa Rakugo e Basilisk). Por norma não discrimino nenhum anime, só se o mesmo for muito mau. Quais animes de moe me recomendarias?

      • Flávio

        Embora eu não assista muito mecha, Code Geass é um dos meus animes favoritos. Caso você não esteja acostumado com animes moe e não tenha preconceito para com este estilo de anime, eu indicaria você começar por animes que possuem tal estética e que ao mesmo tempo tenham um desenvolvimento da história. Eu posso citar o caso do anime Hibike Euphonium que o Fábio comenta, ele tem um character design moe e possui uma história bem desenvolvida. Animes da Kyoto Animation costumam ter personagens com essa estética. Um anime que segue o conceito moe que tem um desenvolvimento de personagens interessante é Hanayamata. Caso você queira algo leve, divertido e fofo temos o clássico K-on!, temos o Kiniro Mosaic, e eu não poderia esquecer do anime mais fofo da face da terra que é o Gochuumon Usagi Desu ka? Esse último eu recomendo um pouco de cautela para quem não está acostumado com animes fofos pois ele é muito açucarado. Dentro da estética moe eu recomendaria animes de idols, como Love Live e The idolmaster, Este último mostra a rotina de trabalho de uma idol mesmo que de uma forma romantizada. Também recomendo Girls und Panzer e Non Non Byori (meu anime moe favorito), e se quiser algo no estilo Madoka temos Gakkou Gurashi e Yuki Yuna wa Yusha de aru. Mudando um pouco de assunto, eu fiquei com vontade de ver Rakugo pois escuto críticas excelentes sobre a obra.

      • Eu recomendo que vejas Rakugo, ele é muito bom, mas aviso que não é para todos, o ritmo dele é um pouco lento, mas em termos de conteúdo, personagens e animação vale cada minuto que percas a vê-lo, além se gostares de história vai ser um colirio para os olhos, num Japão antes da Segunda Guerra, até ao Japão pós Segunda Guerra.
        Dos animes que me recomendaste, eu já vi Hanayamata que gostei muito, já vi o Girls Und Panzer (se bem que é meio sem sentido, mas gostei), o Gakkou Gurashi também vi e devo dizer que esse anime foi uma surpresa agradável para mim. Agora falando de Non Non Biyori, eu gostei muito desse anime, mesmo com o seu ritmo lento, eu adorei vê-lo, a Ren chon para mim de longe é uma personagem inesquecível, Non Non Biyori tem que ter uma nova temporada logo. Quanto aos outros animes que me recomendaste vou dar uma vista de olhos, para descontrair um pouco.

    • Ainda não vi,mas pelo visto foi um òtimo Anime Mahou Shoujo Bem pesado.
      Mesmo assim verei e assim darei minhas conclusões….se bem que ele um ótimo Mahou Shoujo Gore Bem Trabalhado

Comentários