Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Foi só eu reclamar um pouco da S.H.I.E.L.D. no último episódio que eles começam a ganhar um grande destacar no anime. Os episódios seguem para uma conclusão, agora que os dois lados estão bem definidos e prontos para um embate iminente. Posso dizer com segurança que esse foi um dos episódios que mais teve “cara” de super-herói e vejo cada vez mais clara uma equipe ali.

Mas não vamos começar com os refletidos, e sim com a S.H.I.E.L.D.. Pelo menos metade do episódio esteve focado na perseguição de veículos entre a organização e a equipe de Wraith, que nos revelou novas habilidades. Além do poder de ilusão, que se tornou muito comum em animes, e de atravessar objetos, claramente inspirados na Lince Negra dos X-Men, também tivemos a volta do homem elétrico, que acredito ser referência ao Electro.

Só não falei de Super Choque porque é da editora rival

Todas essas homenagens que Stan Lee vem fazendo no anime estão sendo muito bem-vindas, principalmente para quem acompanha seu trabalho além de The Reflection, mas neste episódio ele conseguiu me surpreender. Eu comecei a chamar a organização secreta do anime de “S.H.I.E.L.D.” pelo papel que as duas exercem nas histórias, mas as semelhanças não terminam por aí.

Neste episódio, por exemplo, tivemos a apresentação de um novo personagem: Clarence, Chefe do Esquadrão Antirefletidos da Divisão de Los Angeles. Se este personagem não é uma clara referência a Nick Fury, eu não sei mais o que possa ser. Parando pra pensar, até mesmo a outra integrante da S.H.I.E.L.D. lembra bastante a personalidade de Maria Hill, também personagem da Marvel.

Referências a parte, o episódio ainda serviu para nos esclarecer mais sobre os tipos de refletidos. Por exemplo, o próprio Clarence nos contou que divide os refletidos em “Refletidos de Darkness” e “Refletidos de Brighstar” dependendo se eles foram afetados pela fumaça ou pela luz. São apenas nomes mais complicados para “Refletidos das trevas” e “Refletidos da luz”.

O mais legal disso tudo é que isso não define necessariamente seu lado entre bem e mal. A própria Vy está com os mocinhos, mas foi atingida pela fumaça, deixando qualquer tipo de maniqueísmo de fora. Mesmo assim, ela está sendo atraída para Wraith pela sua origem, então vamos ver no que isso pode dar. Não acho que o anime vai fazer com que ela fique contra Michael de novo, já que o casal resolveu seus problemas a alguns episódios atrás.

Olha só quem resolveu aparecer

Para deixar as coisas com mais cara de conclusão, o último herói que faltava na equipe já está a caminho: I-Guy. Todos os elementos estão indo em direção a Mansão de Stan Lee para um possível confronto final. Lá teremos todas as nossas respostas respondidas, ou pelo menos é o que eu espero.

EXCELSIOR!

Adivinha quem também está chegando?

Comentários