Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Chegamos a um dos episódios mais importantes e mais aguardados de My Hero Academia. Estamos falando simplesmente de uma luta que coloca aprendiz e mentor frente a frente, além de testar até onde a rivalidade de Deku e Bakugo pode chegar. Não é à toa que este é o último confronto dos exames finais, para dar ainda mais emoção.

O episódio não decepcionou em nenhum aspecto. Eu dei 5 estrelas, mas se pudesse teria dado 6. Todas as características de um herói que foram discutidas, a animação, os conflitos e soluções criados, tudo deu muito certo do início ao fim. Mas vamos discutir um pouco porque esse episódio tem uma importância tão grande para cada um dos três personagens.

O nome disso é kabe-don

Assim que dividiram os grupos, já foi dito que as escolhas foram muito bem definidas. Isso estava dando certo, mas aqui foi o que mais funcionou. Desde o início da primeira temporada vemos a rivalidade que existe entre Deku e Bakugo. Na verdade, ela só existe dentro da cabeça de Bakugo, mas ela funciona como um combustível para que ele melhore cada vez mais.

De certa forma, Bakugo se vê na sombra de Deku, ainda mais depois que ele voltou ainda mais forte e controlando sua individualidade, por conta do seu estágio com Gran Torino. Do ponto de vista de Deku, Bakugo é uma das pessoas que ele mais admira, além de sempre motivá-lo a se tornar um herói. Por conta desses sentimentos opostos de admiração e inveja, colocar os dois para lutarem juntos é muito interessante. Eu diria que é até mais que um Deku vs Bakugo.

Tá aí uma coisa que a gente não vê todo dia

Se os dois estivessem lutando contra, teríamos um sentimento mútuo de querer vencer a qualquer custo. A diferença é que Bakugo ia usar seu ódio para que isso acontecesse. Da forma que o confronto foi escolhido, eles precisam resolver suas diferenças para derrotar o vilão, que no caso é All Might. Além disso, as regras dão a eles duas opções: fugir ou lutar, e cada um pensa de uma maneira diferente.

Enquanto Bakugo compreende a força de All Might e quer fugir, Bakugo pretende bater de frente com o maior herói de todos. Nenhuma das opções é o suficiente para derrotá-lo, mas sim uma união das duas. Mas até chegarem a esta conclusão os dois apanharam muito. Parecia até que estavam lutando contra um vilão e não um herói. Chegaram até a um apanhar do outro, mas aos poucos começaram a se entender.

Odeio quando levo um soco no estômago e vomito água brilhante

All Might é, de longe, a melhor escolha entre todos os professoras para eles enfrentarem. Tanto Bakugo quanto Deku têm uma enorme admiração por ele e o consideram o maior herói de todos. Deku já deixou isso claro há muito tempo, mas agora sabemos que Bakugo também se sente da mesma forma.

Ainda em relação a Deku, foi construído um vínculo de aprendiz e mentor entre os dois, e esse é o momento de ver o quanto ele evoluiu. Do outro lado, Bakugo precisa aprender que não dá pra resolver tudo na base do ódio e enfrentando os inimigos diretamente, ainda mais uma muralha como All Might. Por esse motivo, ele é a melhor opção para que os personagens evoluam e explorem suas fraquezas.

Que lindeza foi esse soco, hein

Me surpreendeu que os dois ainda tenham conseguido passar no exame, tendo em vista que enfrentaram (pela terceira vez no artigo) o maior herói de todos. É claro que devemos levar em conta que All Might estava fraco e isso foi definitivo no confronto. Mesmo assim o mérito é todo deles, já que conseguiram se provar na prova que não prova, mas aprova.

Aquele gostinho azedo de que só ganhou porque o All Might estava fraco

Com tantos elementos marcantes na luta em si, ainda fomos apresentados a novos personagens, mais precisamente a vilões. Na verdade, eles já haviam aparecido antes, mas ainda não sabemos quase nada sobre eles, como os poderes ou até mesmo seus nomes. Tudo indica que eles entrarão na Liga dos Vilões e darão bastante trabalho a Deku e os alunos da UA, mas resta saber se isso vai começar já no próximo episódio, também conhecido como o último desta temporada. Se eu estivesse na equipe do anime, faria um cliffhanger gigante para a terceira temporada, daqueles pra contar os dias até a próxima.

Nos vemos, pela última vez, na próxima semana.

PLUS ULTRA!

Eu também chamava ele assim

Comentários