Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

O episódio desta semana de Shokugeki no Souma serviu como transição dos acontecimentos do último e do próximo episódio. Azami continua como diretor da Tootsuki, colocando toda Academia sob uma ditadura, mesmo que agora os Shokugekis sejam mais justos. O mais interessante foi a introdução dos novos integrantes da Elite dos Dez; mas se por um lado entraram quatro pessoas, do outro algumas tiveram que sair.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Deku…

Mesmo que Souma tenha vencido o Shokugeki contra Eizan, as coisas não ficaram mais simples. Apenas o Dormitório Kyokusei foi salvo, o que significa que temos todos os outros grupos de pesquisa e sociedades com risco de serem fechadas pela Central. A notícia boa é que pelo menos os Shokugekis terão juízes neutros, mas isso não é garantia de vitória quando temos membros da Elite dos Dez contra você.

Por falar neles, o episódio contou com momentos de interação entre os “vilões”, e confesso que é algo que estou sentindo falta. O anime conta com personagens com grande potencial de carisma, então por que não explorar isso? Eu gostaria de ver mais da Rindou enchendo o saco dos outros, a personalidade autoritária da Nene e a fofura da Momo, além de conhecer todas as outras cadeiras da Elite dos Dez. Como eu disse no artigo anterior, existem personagens que sequer ouvimos a voz.

Por ter citado Momo anteriormente, acho que vale separar um parágrafo só pra falar da confeiteira da equipe. Nós já tínhamos visto a personagem antes, que inclusive foi a 1ª colocada no Festival do Banquete da Lua, mas só agora fomos devidamente apresentados. Assim como esperado, ela é muito fofa, só que de uma maneira assustadora. Isso fica claro quando ela começa a cozinhar, onde a garota arranca as mãos do seu ursinho pra usar como luva. Isso acontece em todo Shokugeki.

Infelizmente, pelo desenvolvimento da temporada e o rumo que estamos tomando, dificilmente conheceremos o grupo em sua totalidade. Ao invés disso, fomos apresentados aos reservas do time. No artigo passado eu havia previsto que conheceríamos outros integrantes e, pra falar a verdade, estava bem animado com isso. Porém, Azami estragou completamente meus planos.

Pra começar, ele expulsou três cadeiras da Elite dos Dez: Isshiki, Kuga e Tousuke, que nem chegamos a conhecer. Ou seja, só gente boa. Acho que nem preciso dizer que eles eram contra a mudança da diretoria desde o início, né? Assim como todo time, eles foram rapidamente substituídos por quatro reservas. A contagem pode não estar batendo, mas lembre-se que Erina está no Dormitório Kyokusei.

Dificilmente veremos esses personagens novamente na temporada, principalmente Kuga, que já recebeu um certo destaque no início. Isso também explica a importância de Isshiki recentemente, que ajudou a regularizar os Shokugekis e estava comemorando pelado com seus amigos no começo do episódio. É uma pena que também nem sentiremos o cheiro dos pratos feitos por Tousuke ou saberemos como ele se tornou a 3ª cadeira.

Os Yukihiras estão se multiplicando

Mas isso não significa que o episódio foi ruim ou que os próximos não serão tão emocionantes. Temos quatro novos personagens e diversos grupos de pesquisa e sociedades com risco de serem fechadas. Sem querer ser pessimista, algumas realmente serão fechadas. Entre elas temos a Sociedade do Udon, com a Miko; o grupo de pesquisa de Hayama e Jun; além da recém-descoberta Sociedade da Cozinha de Vanguarda, liderada por ninguém menos que Alice (nem ela sabia disso).

Do jeito que este episódio terminou, parece que Ryou protagonizará o próximo Shokugeki, defendendo justamente a Sociedade da Cozinha de Vanguarda. Detalhe: além do tema ser sua especialidade, ele está 100% motivado. Seu adversário será Rentarou, que acabamos de conhecer e já odiamos. Ele é um dos novos integrantes da Elite dos Dez, portanto, vamos descobrir suas habilidades culinárias só no próximo episódio.

O que falar desse personagem que mal conheci e já odeio?

Mesmo que os Shokugekis desse episódio não tenham recebido tanto destaque, o episódio como um todo foi importante justamente para preparar essa nova fase do anime. Serão três arenas, possivelmente com três shokugekis diferentes até o fim da temporada. Se isso realmente acontecer, haverá um novo arco, já que ainda tem muito episódio pra assar. Por enquanto, vamos nos concentrar no duelo entre Ryou e Rentarou, mais uma profecia da abertura.

A abertura de um anime nunca falha

Comentários