Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Assim como na última temporada, Kekkai Sensen tem uma espécie de padrão para os seus episódios episódicos: foco em um personagem em específico. Talvez seja um pouco complicado de lembrar, já que a primeira temporada de Kekkai Sensen foi há dois anos, mas ela funcionava desse jeito também — até entrar em algum arco e engatar em um plot. Bom, esse episódio 7 se focou no Zed, o irmão de criação do Zapp; vimos um pouco do seu passado e de suas dificuldades por ser um homem-peixe.

Curta o anime21 no facebook:

Episódio 7?! Ei, Michi-kun, acho que você cometeu um erro! Não, definitivamente não! Apesar de já terem se passado em torno de três semanas desde o lançamento desse episódio, por motivos técnicos não fui capaz de escrever um artigo sobre ele. Na verdade, já faz três semanas que não escrevo nada para o site, estou preso em uma espécie de bola de neve gigantesca! Sendo assim, aos poucos postarei loucamente até ficar em dia com tudo, caso contrário, serei assassinado por um passarinho mexicano! Isso é perigoso, sabia?!

Enfim, como já disse na introdução do artigo, esse episódio se focou em Zed. Se lembro bem, tivemos apenas um único episódio focado nele, que no caso, foi na primeira temporada, quando o mestre dele e do Zapp foi apresentado. No geral, resumindo em poucas e boas, uma festa de ano novo estava sendo organizada pelo Leo, mas para o Zed ir, seria necessário gastos extras por algum motivo que não foi explicado tão bem. Como Zapp estava sendo desagradável — como sempre — Zed resolveu procurar um emprego, e após ser negado em todos, foi no bar mais próximo e desceu uns litrões pra ver se a bad ia embora. Bêbado, desempregado e sozinho, Zed saiu pelas ruas de Hellsalem’s Lott e acabou sendo encurralado por alguns homens enviados por uma garota que estava interessada em seus fones de respiração — que foram confundidos com um fone de ouvido super raro chamado Vaneheiser Mark 0. Sem seus fones de respiração, Zed ficou impossibilitado de sair do tubo de água onde fica, consequentemente também impedindo que ele fosse na festa de Ano Novo futuramente.


Por conta dos fatos já citados logo acima, Leo ficou irritado com a possibilidade do Zed não poder ir na festa de Ano Novo e resolveu ir atrás dos ladrões. Com a ajuda de Chain, ele conseguiu identificar os culpados, que no caso eram capachos da dona da Walhalla Dynamics, uma empresa de armamento pesado especializada em ciborgues que negocia basicamente com o mundo inteiro. Em seguida, com a adição de Zapp na equipe, os três conseguiram derrotar os ciborgues e recuperar os fones.

O episódio em si foi bom, assim como todos os outros episódios dessa segunda temporada. Vimos um pouco do passado do Zed, onde descobrimos que antes dele começar a treinar com o mesmo de Zapp, ele pertencia a um conde. Não foi dito se ele foi criado por aquele conde ou coisa do tipo, apenas foi dito que ele pertencia ao conde. Ao lado do conde, ele não fazia muito, apenas conversava com ele sobre os mais variados assuntos. Sendo sincero, não me lembro de ter visto alguma sakuga, caso alguém tenha notado, por favor, me avise! Outra coisa interessante do episódio foi justamente ver que o Zed agora consegue controlar água, assim como Zapp consegue controlar fogo; cada vez mais vemos os poderes de sangue se expandindo.


Comentários