Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

E com mais um pouco de “mais do mesmo”, Inuyashiki vai, de acordo com algumas fontes minhas (não tão confiáveis), ter apenas 11 episódios, ou seja, vai acabar daqui a menos de duas semanas, e o ritmo lento se mantém. Tem gente que acha que está normal, usando a desculpa do mangá também ser assim, mas eu não concordo, são obras diferentes que devem ser tratadas de forma diferente no quesito do tempo que a história levará para se desenvolver.

Curta o anime21 no facebook:

Eu não vou ler o mangá, então nunca vou saber se a história vai tão além quanto a de Gantz, mas eu, julgando pelo tamanho, acredito que a obra não é nem metade do que sua antecessora foi. Por isso, pela décima vez, vou dizer que vocês devem ler Gantz. E pela primeira vez vou dizer que a minha recomendação é melhor do que o que vocês estão vendo aí.

E essa bipolaridade do Hiro? Já me deu nos nervos. Mesmo que agora ele pareça decidido, já mudou tanto de opinião que eu não sei se posso confiar. Seu novo método de agir está interessante. Ele foi bem claro com os motivos de fazer o que está fazendo, mas aparentemente não está aberto a negociações. Uma solução seria o Japão parar de tentar persegui-lo, mas no lugar dele eu não confiaria em promessas feitas pelo governo, então, só resta para o Inu tentar detê-lo.

Lembram que eu falei que ela mudaria de personalidade? Ao que tudo indica, essa mudança está começando. Mesmo que SEM MOTIVO ALGUM. Porém, considerando o tempo que resta da obra, é melhor que seja sem motivo mesmo. E esse cachorro bem que poderia ter um papel mais legal, né? Ele teve tanta importância no comecinho e depois sumiu, aí agora aparece lambendo a garota.

E por hoje eu vou ficar por aqui, episódio com aparência de curto e com poucos acontecimentos, já que o foco foi inteiro nos ataques do Hiro. Torcendo para que Inuyashiki saia da mesmice, e nos surpreenda com um final legal.

Um abraço e até a próxima!

Comentários