Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Como descrever o que senti no primeiro episódio deste anime?
“O Amor vem Logo Após a Chuva” ou apenas “Após a chuva” conta com uma narrativa normal de qualquer anime de romance. Apesar da diferença de idade da protagonista, Tachibana, que tem 17 anos, e Kondou, com seus 45 anos, ainda podemos sentir que aquele clima de sentimentos ainda perdura sobre a protagonista.

Curta o anime21 no facebook:

Podemos dizer que as cenas em que ela aparece observando o seu gerente estão cheias de paixão, mas mesmo assim não consegue fazer alguns pedidos com um olhar alegre. Vamos tomar como exemplo a parte em que vai pedir o contato dele. O olhar que ela descuidadamente mostrou o tornou totalmente acuado, não conseguindo prestar atenção em mais nada. Era um olhar de ansiedade e decisão, como se estivesse realmente ciente de seus desejos.

Além disso, podemos ver que os gostos da Tachibana se diferem de qualquer colegial. Geralmente a gente vê as meninas azarando os carinhas mais bonitos do pedaço do colégio. A vítima de suas colegas (ou amigas? Nunca consigo definir) é um garoto do Clube de Futebol, que simplesmente a nossa protagonista não está nem aí. Apesar das piadas de tiozão que Kondou faz direto (seria ele o famoso TIOZÃO DO CHURRASCO, ou DO PAVÊ?!) e de suas atitudes muitas vezes confundidas como tendo uma vida incrivelmente patética, é para ele que ela mostra os seus olhares praticamente fulminantes.

Para mim, a cena que mais apresenta os seus sentimentos foi a da Tachibana cheirando a camisa de seu amado gerente. Mesmo acabando de maneira “constrangedora” (porque ela não estava constrangida de forma alguma depois do que fez), foi algo estranhamente bonito de se ver. A cena, que para mim pode ter durado uma eternidade, na verdade durou apenas alguns minutos, e acredito que esta eternidade foi algo que senti alegria ao ver, porque isso me lembrou de pequenos gestos que, para quem precisa de um momento de apoio ou sozinho, precisa. Quando abraçamos alguém que gostamos, quando damos aquele beijo gostoso, quando estamos junto daquela pessoa que amamos, foi isso que essa cena me mostrou.

Aquela cena curta e linda que pareceu ter durado uma eternidade

Também descobrimos uma parte sobre o passado da protagonista, e como o seu primeiro amor começou. Tachibana fazia parte da equipe de corrida e, por causa de um acidente, obteve uma cicatriz em seu calcanhar. Isso a fez perder um pouco a fé nas coisas, menos no fatídico dia da chuva, no qual descobriu que um café com leite é bem melhor que um puro (acho que eu falando isso fez tudo se tornar um clichezão, mas vamos em frente).

Algo que pode fazer a sua vida amarga ficar mais doce

Apesar desses elogios, a única crítica que eu poderia fazer é que o anime passou rápido demais por algumas cenas. Infelizmente eu li o mangá antes (digo isso porque, talvez se não tivesse feito isso, apreciaria tudo com maior louvor que a obra merece), então eu senti que foi corrido, passando direto por quatro capítulos. MAS também posso dizer que foi bom de certa maneira, pois cada capítulo é muito curto, e sem o intervalo entre as esquetes foi mais relaxante, também fazendo com que o anime passasse rápido demais, o que é uma pena.

O que mais dizer sobre o anime? O que me alegrou bastante foi a abertura ser criada em parceria com a fantástica HONEYWORKS, que é um dos meus canais favoritos do YouTube. Mas por que me animou tanto? Porque fazem músicas com VOCALOIDS! Além disso, alguns animes que têm suas histórias escritas pelo producer do canal foram lançados durante os anos afora. Quem nunca ouviu falar de Suki ni Naru Sono Shunkan wo, ou de Zutto Maio kara Suki deshita (claro, ninguém é obrigado a lembrar lol)? Também foram feitas músicas de outros animes com a mesma parceria Chica & HONEYWORKS!

HONEYWORKS, SUA LINDA!

E por ser um anime do bloco NoitaminA, já podíamos esperar de algo carregado por sentimentos. Eu me arrisco a dizer que o amor ligado à diferença de idade me lembra bastante de Koi Kaze, pois é um amor maduro, sem qualquer resquício de falsidade, e ninguém esconde o sentimento de ninguém, apesar do que os outros possam dizer de seu relacionamento.

Comentários