Nesses últimos dois episódios, Persona focou em concluir a história do professor criminoso chamado Kamoshida. Foi um fechamento bem interessante que não me pareceu tão corrido por conta de toda a “calma” para desenvolver a história como um todo. De qualquer forma, novos desafios estão a espera dos ladrões de corações e ao que tudo indica, novos integrantes irão aparecer.

Como já sabemos, Kamoshida era um professor horrível. Abusava de seus alunos usando métodos baixos achando que ele tinha tal direito. Isso criou aquele castelo e consequentemente toda aquela situação. E o terceiro e quarto episódio trataram de continuar retratando sua péssima personalidade e talvez até de maneira mais pesada. Por um lado, foi interessante descobrir mais sobre ele, seus atos e a relação da Takamaki com ele. Sinceramente eu não acreditava muito na possibilidade dela ter realmente algo com ele por espontânea vontade e isso se provou correto. E com tudo isso em mente, Amamiya e Sakamoto começam a planejar um ataque para pôr fim a essa tirania. Já era de se imaginar que haveria dificuldades mas sinceramente fiquei um pouco surpreso por ninguém se dispor a ajudar e mudar a situação.

Sem desistir eles continuam com o plano e a participação de Morgana. A gata(?) apresenta um plano que apesar de eficiente, trazia riscos que talvez não valesse a pena correr. Há um temor inicial mas por conta de pressões e acontecimentos trágicos, algo tinha que ser feito. O grande X da questão fica por conta dos acontecimentos seguintes. Takamaki manifesta o seu persona e Amamiya mostra um potencial ainda maior por mostrar um novo persona. Junto disso vem a questão de Morgana e sua existência. Uma gata falante que entende sobre esse mundo e mesmo assim desconhece certos detalhes que parecem ser importantes e fora do mundo dos corações, é um gato falante (ou talvez apenas quem possui um persona possa ouvi-la). Isso sem contar sobre a fada que acabou entrando em Amamiya a fim de dar suporte ao jovem ladrão. Ou seja, os mistérios vem sendo mostrados conforme a história passa e cada vez mais o universo do anime parece ser mais amplo.

Persona tem se apresentado como um anime bem interessante que possui uma história recheada de detalhes que vão além do que parece pela sinopse. A animação não incomoda e o design dos personagens é bem consistente apesar de falta uma certa originalidade. O anime promete ser muito bom mas por outro lado, não me parece que vai conseguir adaptar ao menos metade do jogo (posso estar bem errado inclusive). De qualquer forma o anime promete ter uma sequência interessante com a adição de novos personagens e novos mistérios e roubos de corações.

O início de tudo XD

Discussão