E como se estivesse num abismo sem fim, toda essa história cheia de problemas evitáveis continua com novos capítulos. Parece que nosso querido otaku não cansa de cometer os mesmos erros e falhar com todos a sua volta. A culpa é sempre dele? Não, mas no fim, sabemos que ele tem sua parcela.

No início tivemos a continuidade do episódio 8 e numa cena extremamente clichê e manjada, Tsutsui encontra sua amada. Até aí ok, há algumas conversas com o resto do grupo e finalmente os dois pareciam dispostos a se entender. E aí começaram, ou melhor, continuaram os problemas pois não houve uma reflexão ou até mesmo uma solução encontrada por uma das partes. Iroha se considera chata por conta de suas atitudes mas simplesmente continua na mesma (sentido pra quê né?) e Tsutsui segue sendo ele mesmo, o que não é algo bom nesse caso. Com tudo isso em mente, é difícil julgar um dos dois mas vale o questionamento sobre a situação, afinal Tsutsui está disposto a entender origem real de seu comportamento. E claro que uma tomada de decisões erradas (que sinceramente eu não achei que foi o caso) aumentou a insatisfação de Iroha.

Juntos disso tivemos Ayado e seu remorso/não remorso. Fica meio difícil defendê-la aqui dizendo que a culpa não foi dela e afins mas fato é que tudo isso teria sido evitado. Ela acabou agindo de forma egoísta e sem pensar jogou uma bomba relógio no meio do evento com seus amigos. Infelizmente isso é normal de acontecer e ao menos até então Iroha e Tsutsui parecem estar dando muito trabalho. Para agregar ao pacote temos também o Itou que baseando-se em seus sentimentos acabou repreendendo seu amigo com grande furor. No fim, Tsutsui acabou recebendo uma culpa maior que seus erros deveriam ter te dado, afinal, se tudo tivesse sido explicado de forma clara a todos os envolvidos, teríamos essa situação?

No fim, 3D parece que está bem preso nesse arco e às vezes penso que eles conseguiriam levar até o episódio 12 facilmente. Ao que parece a adaptação vai passar longe de adaptar o mangá devidamente e por isso estou curioso para saber o que nos aguarda.

Discussão