Após um ótimo episódio onde Goblin Slayer e seus companheiros superaram uma grande provação ao derrotar um orc gigante, essa semana tivemos um episódio bem sem graça e facilmente o pior da série até então. Claro que o episódio em si tem seus méritos (pouquíssimos inclusive) mas no geral nem mesmo o Goblin Slayer teve uma participação tão ativa e até mesmo seus companheiros apareceram apenas em uma cena. O grande foco acabou ficando por conta da dupla de novatos que subestimaram a força e competência do goblin slayer alguns episódios atrás e sinceramente foi bem nojento.

Inicialmente esses novatos aparecem o que seria o esgoto da cidade numa quest. Matar ratos e baratas seria algo simples se eles não fossem gigantes e carnívoros. Pois bem, a incompetência falou mais alto e o rapazinho conseguiu o feito de cravar sua espada num ratão e não conseguir tirar (e olha que não foi por falta de tempo ein). Diante disso vimos um detalhe interessante sobre a guilda e os aventureiros, a questão de que todos ali são companheiros que estão no mesmo barco e a lealdade é um dos pilares dessa relação (assim como ajudar o próximo).

Pedir uma espada emprestada não me parece ser algo muito fácil de fazer, afinal, espadas custam dinheiro e talvez emprestar não seria algo que eu consideraria como comum. E podendo fazer isso, os novatos tentam falar com a dupla da feiticeira onde temos um espadachim mágico. Foi interessante ver que além da disposição em ajudar (ainda que não pudesse), a feiticeira deu uma espécie de vela que além de ajudar na busca, poderia ser vendida e ela simplesmente não cobrou nada por tudo isso. E o momento que iria confirmar tudo isso que eu mencionei viria logo após.

Ok, eles tiveram que pedir a ajuda do Goblin Slayer e goblins a parte, ele conseguiu dar conselhos bem úteis. Mas agora imagine a seguinte situação: o goblin slayer aceita um trabalho que não envolve goblins. Surpreso? Bom, eu fiquei um pouco (mesmo tendo lido essa parte no mangá) apesar de ser um serviço simples onde ele não iria nem precisar se mover (se tivesse sorte, é claro). Acabou que tinha um criminoso que precisava ser rebaixado e pudemos ver o quão importantes são esses valores de lealdade e afins pois a punição imposta acabou sendo severa. Foi surpreendente ver a recepcionista-san sendo bem severa e imponente frente a uma situação potencialmente perigosa, afinal, como o próprio episódio mostrou, havia uma intenção ruim por parte do meliante.

No fim, a dupla de novatos conseguiu o que queria, a sacerdotisa foi promovida e agradeceu ao seu companheiro e salvador. E tirando as cenas que eram uma espécie de explicação sobre a questão das guildas e dos aventureiros, nós vimos a introdução de uma personagem que particularmente eu gosto bastante, a Dama da Espada. Ela faz parte de um arco que acredito eu começará no episódio seguinte e que consegue ser melhor que o anterior.

  1. Avatar

    Este episódio 5 de Goblin Slayer foi bem fraco, o pior episódio até agora, mas ainda assim teve algumas coisas positivas.
    Começando pela parte que achei mais interessante, a parte da reunião, onde se ia dar um rebaixamento de nível de um aventureiro de má índole. É interessante ver que a honra e os valores de lealdade são coisas que a guilda e os aventureiros se regem e que vai contra esses princípios paga o seu preço. A recepcionista é das personagens que mais gosto no mangá, nessa reunião de punição do ladrão gostei da postura mais séria e imponente dela e também gostei da figura intimidadora do Goblin Slayer a ser observador de tal reunião. Imagino se o tal ladrão num ataque de fúria tentasse atacar a recepcionista, o ladrão acabaria morto, o Goblin Slayer tem bons movimentos. Ainda nessa parte da reunião, gostei do facto de a recepcionista em conversa com a sua colega ter admitido que gostava do Goblin Slayer, ao menos ela não esconde o que sente.
    Agora a parte que ocupou a maior parte do episódio, a parte da party de novatos que só serviu para encher linguiça. Durante o combate desse grupo contra ratos quase mutantes e baratas colossais eu só queria que eles morressem, afinal eles fizeram troça do Goblin Slayer por mesquinhice. O garoto dessa party foi muito mal equipado, ele estava a usar uma espada incorrecta para a sua estatura, por isso ele não teve força para retirar a sua espada da carcaça do rato gigante que tinha acabado de matar. A companheira do garoto ao menos serviu para alguma coisa, não é uma inútil. Achei interessante a ideia dessa garota em pedir uma espada emprestada, pena que a maioria dos aventureiros não empresta os seus equipamentos e armamentos, pois a manutenção dos mesmos é cara. A parte em que a party de novatos foi pedir ajuda à Majo e ao seu guerreiro foi bem inútil, foi só para fazer fanservice com os seios da Majo e a suposta voz sexy dela (também me questiono, que tipo de mulher guarda uma vela mágica no meio dos seios). Foi interessante ver, que o Goblin Slayer não é nenhuma besta ou rude como aparenta, os conselhos que ele deu ao garoto foram muito bons, usar um porrete de madeira ou revestido com ferro, não exige tanta disciplina e treino como uma espada.
    Por fim, é uma tristeza ver que a versão tv vai pular os capítulos do ataque de uma horda de goblins à fazenda da Ushikai Musume a melhor amiga do protagonista, essa parte é tão boa e desenvolve um pouco mais o Goblin Slayer e os outros aventureiros, mas compreendo que essa parte tenha coisas que nunca passariam na tv (como escudos de carne, gore e por ai vai).
    Mas nem tudo está perdido, no próximo episódio aparecerá a Sword Maiden, uma das minhas personagens preferidas.
    Como sempre, mais um excelente artigo de Goblin Slayer Kiraht.

  2. Avatar

    Eu ainda tenho esperança que essa parte aconteça mais para frente (não que realmente precise, afinal, ela é bem pesada e com toda certeza iria atrair atenção negativa). Confesso que também gosto muito da sword maiden (como mencionado no artigo) e claro, a recepcionista que além de uma personagem muito simpática ela também é sincera (sem esquecer da elfa).
    No mais eu também fiquei com a sensação de que tivemos uma espécie de encheção de linguiça com essa questão dos novatos e que de certa forma acaba sendo ainda pior após um episódio tão bom quanto o anterior.

Deixe uma resposta para GuiPlayer (@player_gui) Cancelar resposta