Depois de uma semana um pouco frustrada, Gal to Kyouryuu voltou a ter um ótimo episódio. Apesar de ser ambientado no inverno, ele não contou com nenhuma data festiva específica, além de lidar com temas banais, mas ao mesmo tempo de forma bastante criativa.

A primeira animação foi bem nostálgica para nós, brasileiros, pois foi sobre locadoras. É muito curioso o fato de que, enquanto elas estão praticamente extintas no Brasil, no Japão ainda são populares. E o mais interessante é que estamos falando de DVDs e não Blu-rays.

Na escolha dos filmes, tivemos referências diretas a produções como Jurassic Park e O Grito, além do retorno daquela série sobre “parceiros” que Dino e Kaede estavam assistindo há alguns episódios atrás. Outro ponto que chamou atenção é a seção +18 das locadoras, que rendeu uma cena bem engraçada por causa da reação do Dino.

É claro que teria piada com o Dino

Já na segunda animação, tivemos o retorno de Shouta, o ex-namorado da Kaede. Ele é tão cara de pau que ainda não contou pra mãe que terminou com ela. Por algum motivo, os japoneses têm o costume de comer mexerica/tangerina sentados debaixo do kotatsu no inverno, e essa dinâmica rendeu momentos bem divertidos dos três. Só fico me perguntando se a tangerina/mexerica deles não tem caroço ou eles comem com caroço mesmo. Será que também tem algum valor nutritivo?

As animações em stop-motion foram diretamente relacionadas ao episódio. Enquanto na primeira o Dino tentava pegar um salgadinho que caiu em Kaede enquanto dormia, a segunda teve mais um truque com mexerica/tangerina. Só não entendi onde Shouta pendurou aquele fio.

Cadê o Dino?

E então chegamos na seção em live-action, que apresentou Kaede com uma nova cor de cabelo. Minha dúvida é se essa mudança foi proposital, tentando deixar a atriz mais parecida com a personagem, ou ela simplesmente decidiu pintar o cabelo entre uma gravação e outra.

Acredito que essa parte com atores reais finalmente conseguiu encontrar sua dinâmica e ritmo ideais. Nesta semana tivemos vários desafios com Dino e Kaede tentando fugir do tédio – semelhante ao que aconteceu no episódio do Tiozão. Dessa vez, tivemos uns desafios bem criativos e variados, passando por um quiz e até um Badminton de Porquinho, que foi a coisa mais genial desse episódio.

Outra novidade foi a versão mini do Dino, que no fim das contas não era ele…? O que era aquele Dinozinho então? Será que o veremos no anime também? Como ele faz aquilo? Bom, acho que não adianta tentar entender esse anime.

É curioso que, enquanto no anime o Dino é quem tem as melhores reações, na parte em live-action é Kaede quem se destaca. Também acho ela mais engraçada que o Dino nessa seção, pois parece que a atriz está realmente reagindo ao que acontece de forma fiel, e não atuando. Um exemplo está nas suas respostas durante o quiz ou o quanto ela se diverte com o Badminton. Espero que invistam em mais episódios como esse.

“Eu sou uma piada pra você?”

Comentários