A batalha contra o Devimon desde o início estava completamente desequilibrada. Ainda que isso fosse o esperado é surpreendente que um digimon no estágio adulto consiga derrotar dois digimons perfeitos. Mas nada é ruim que não possa piorar. Se ele já era poderoso, então ficou ainda mais após evoluir.

Gostei bastante da nova forma dele, ainda que prefira a anterior. Pela vantagem que ele até então tinha, é pouco justificável aquela transformação. Mas ganhamos excelentes cenas de ação, então não tem como reclamar de nada. Já no outro núcleo, na network, não houve muitos problemas. Após a super digievolução acabaram com a luta na hora. Como consequência disso os navios foram salvos, aliás esse era um ponto que precisava ser explicado. E de fato foi.

Não era apenas “somos maus, então vamos fazer muita maldade!”. Não mesmo. O propósito era criar um pico de informações que então geraria uma alta quantidade de energia, e então essa energia seria enviada para onde o Devimon estava. Mas no fim o obelisco que agia como catalisador foi completamente destruído.

É aqui que voltamos para o Digimundo. Após a perda dessa energia vinda do mundo humano o NeoDevimon se fragiliza. E os digiescolhidos não perdoam o momento oportuno e o aproveitam com direito até a WereGarurumon Sagittarius Mode. E por fim, vitória! Ou será que não?

Pois é, nesse momento o DarkKnightmon aparece. Não sei qual será a sua desculpa para não ajudar seu chefe, a não ser que fosse justamente assumir o cargo depois da derrota dele. Porque olha, realmente o Devimon “pensante” deve ser coisa do passado. Não sei como será a próxima forma, mas aposto que deve ser outro monstrengo gigante. O reboot parece gostar deles.

A cena de evolução do NeoDevimon é cheia de tensão e justamente nesse momento o episódio acaba. Parece ser impossível para o Tai e o Yamato escaparem dessa enrascada. Chego até a me lembrar do Chapolin Colorado e o célebre “Oh! E agora, quem poderá nos defender?” e a resposta parece óbvia. Me surpreenderia se o Omegamon, vulgo deux ex machina, não aparecesse no próximo episódio. Na verdade ficaria feliz, o que eu quero é ser surpreendido mesmo.

Mas venha o que vier, ainda é preciso deixar claro os problemas com o caminho que essa história está seguindo. Sim, a história parece progredir, mas na verdade ela está apenas se repetindo. É o que está parecendo ao menos. Espero mesmo estar errado e o próximo episódio me surpreender, mas não acho que será o caso.

Além disso, o anime não consegue ter um segundo de calma, ele tenta ser épico a todo momento. Sabe aqueles momentos mais tranquilos e divertidos do anime antigo? Então, aqui eles nem existem. E nem estou pedindo por muito, apenas que o anime saiba dosar a frequência dos desafios. E perceba, não estou falando que a história esteja ruim.

Pelo contrário, está boa, eu estou gostando do que estou vendo. Mas sinto que o anime está ficando cansativo, como se essa narrativa estivesse se desgastando mais rápido do que deveria. Por agora talvez isso não esteja tão claro, mas se assim continuar talvez daqui a uns cinco ou sete episódios fique visível. E eu não quero isso, esse anime tem suas qualidades e pode sim melhorar ainda mais.

Enfim, foi um bom episódio em vários sentidos. Talvez esteja me preocupando à toa, de qualquer modo, terei a resposta nos próximos episódios. Até mais.

  1. Avatar

    Gostei do episódio em si e pelas prévias que deram dos próximos episódios, este arco será finalizado e vão introduzir a Kari no elenco principal. Quanto a falta de momentos mais calmos e uma pressa de botar a trama em voga, a segunda é algo meio recorrente em parte dos animes desta franquia, onde parece que depois de uma grande aventura, não sobre muita coisa para ser desenvolvida. Duas temporadas que sofreram e muito deste mal da pressa foram “Digimon 02” e “Digimon Frontier” que após mais de vinte e poucos episódios, a narrativa só foi ladeira abaixo até o final, o 02 sofre mais que Frontier neste aspecto.

    Tirando alguns pontos pertinentes, o reboot está indo muito bem. Só torço que a Toei Animation possa dar um desenvolvimento sensato e decente pra este anime, é o mínimo que espero do estúdio e da produção.

    • Avatar

      Tomara que sim, o anime acertou muito até aqui pra botar tudo a perder assim tão fácil. Eu não estava esperando nada desse anime mas ele me provou o seu valor. Só espero que continue fazendo isso.

Comentários