Ficamos duas semanas longe de Irozuku e parece que as coisas avançaram bastante em relação aos problemas. Provavelmente as coisas tiveram uma mudança bem grande no sexto episódio, porém não sabemos ainda o que pensar disso, já que acreditávamos que a Hitomi enfrentaria um obstáculo maior para chegar onde chegou nesse último episódio.

Ler o artigo →

Black Clover é um mangá da Shonen Jump (que atualmente está perto de ter 200 capítulos) e no ano passado recebeu uma adaptação em anime pelo estúdio Pierrot. Eu lembro de quando Black Clover saiu e eu também lembro do motivo de não ter lido ou visto ele naquela época… era porque o protagonista gritava horrores. Depois de mais de ano, o principal continua gritando horrores, mas como vamos falar do anime/história em si, não preciso comentar o meu sofrimento e de como enjoei da voz dele… e sim vou usar arquétipos, sem arquétipos eu sou nada. Infelizmente.

Ler o artigo →

Mais uma semana se passou e um novo episódio de Irozuku chegou e mais uma vez não temos muitas reclamações a respeito da história. É um anime bonito visualmente – apesar de que o Akunji detestar o fato dos personagens simplesmente não possuírem um nariz – e de certa forma é bonitinho. Continuamos pensando que é uma história que vale a pena acompanhar, mas vocês devem lembrar que uma das características principais é ser algo tranquilo.

Ler o artigo →

Chegamos na terceira semana de Irozuku e novamente estamos em outro episódio em que não nos foi apresentado muito da história principal, já que não tiveram tantos acontecimentos assim, porém – como dissemos no artigo anterior – provavelmente isso está acontecendo pelo simples fato de estarmos literalmente no começo do anime. Continuamos achando que é um anime interessante e que possui potencial, mas a questão é que estamos na dúvida de quanto tempo levará até que os acontecimentos se desenvolvam, apesar de que tivemos uma grande pista no final desse episódio.

Ler o artigo →

Mais uma semana se passou e finalmente chegamos ao segundo episódio de Irozoku. Á primeira vista não tivemos muitas respostas para nossos questionamentos do primeiro episódio, o que não quer dizer necessariamente que o episódio seja ruim, talvez apenas tenha sido um pouco vago demais – apesar disso ser uma característica comum para o início de um novo anime -. Ainda temos tempo para descobrir essas respostas, esperamos apenas que a história não enrole demais.

Ler o artigo →

É um pouco difícil imaginar o que esperamos de um anime que mal temos conhecimento. Por se tratar de um original essa tarefa se torna mais difícil ainda, já que nem mesmo podemos fazer uma breve pesquisa a respeito do enredo e tentar criar alguma expectativa a partir disso. Então, o que nos restou foi esperar este primeiro capítulo – além de ler a sinopse e ver os trailers – e tirar algumas conclusões que podem estar totalmente erradas. Porém esse primeiro episódio nos surpreendeu positivamente, já que nos intrigou e prendeu em alguns momentos. É justamente sobre isso que iremos discorrer neste texto e esperamos ajudá-los, ou animá-los um pouco, em relação a decisão de continuar/começar a assistir ou não essa animação.

Ler o artigo →

Para variar um pouco Sakura não teve muitos acontecimentos emocionantes nesse episódio. Para dizer a verdade às vezes parece que estamos em uma eterna repetição do que já passou – com esse sonho interminável com a figura estranha -, que acrescenta quase nada a história de fato. Isso já começou a ser chato pra gente faz tempo, como nós sempre apontamos nas nossas análises deste anime.

Ler o artigo →

Chegamos em um momento da história que não estamos mais esperando tanto assim do episódio seguinte, já que depois de onze episódios de uma história bem lenta nos acostumamos com esse ritmo. Infelizmente, Sakura não tem nos agradado tanto quanto esperávamos no início, pois, como repetimos várias vezes, a cada novo episódio esperamos que a história central seja explicada de alguma forma, mas quase sempre temos uma decepção. No mais, iremos discutir brevemente aqui sobre os dois últimos episódios e colocar em questão os principais pontos.

Ler o artigo →

Aparentemente estamos encaminhando para a história central desse anime, mesmo que estejamos seguindo em uma velocidade muito lenta. Apesar de tudo, depois de nove episódios, ainda estamos parados em um enredo onde pouco sabemos o que de fato irá acontecer – no fundo temos umas ideias do que possivelmente irá vir em seguida, já que tudo por aqui é meio previsível -, o que provavelmente é um dos grandes motivos de estarmos cada vez menos interessados nesse anime.

Ler o artigo →

Provavelmente tem se tornado quase uma raridade nos ver um pouco empolgados com esse anime, já que ele anda mais devagar que uma lesma, porém, incrivelmente tivemos um episódio bem melhor do que a média de todos os outros sete episódios anteriores. Claro que não vamos dizer que tudo foi uma maravilha, dá para ficar bem melhor do que está, mas acreditamos que estamos seguindo um bom caminho nesse momento.

Ler o artigo →