Não ouvi muito The Who, se muito escutei dois álbuns da banda (na verdade, amo os 60 anos, mas nunca parei para ouvir as discografias de suas grandes bandas), então posso ter deixado passar uma ou outra referencia, pois meu verdadeiro eu é de um apaixonado por música criado a base dos anos 90 e 2000 mais muito rock progressivo e metal. Aliás, ainda falta um representante do metal (será que vai ter?) e para o anime um desfecho.

Ler o artigo →

Esse episódio foi bem legal e se quero convencer você preciso fazer isso eu mesmo. Essa é a mensagem simples e direta do punk, o “Do It Yourself” que rompeu os limites da música e consolidou uma forma de pensar e agir, principalmente se expressar artisticamente, que evoca uma atitude, palavra tão repetida no rock, que poucas bandas tiveram como o Sex Pistols. Deus salve a Rainha é o c*ralho, quero ver é a anarquia no Reino Unido!

Ler o artigo →

Pink Floyd é no mínimo a banda mais importante do rock progressivo, Genesis é minha banda favorita do subgênero (o qual, aliás, é um dos meus favoritos), mas também sou grande fã de Roger Waters e companhia (inclusive, gosto mais da era dele na banda). Sem dúvida esse episódio de Listeners homenageou uma das melhores bandas de todos os tempos. Adeus mundo cruel, e céu azul, aqui vamos nós!

Ler o artigo →

Não conheço Prince o suficiente para afirmar que o Denka é uma cópia fidedigna do músico, mas pelo pouco que conheço tenho a impressão de que Listeners segue pesando a mão na influência, ainda que eu não imagine o Prince apaixonado pelo Jimi Hendrix.

Enfim, até achei esse episódio melhor que o anterior, mas muitas coisas também me incomodaram e comentarei tudo a seguir. Purple Rain, Purple Rain…

Ler o artigo →

Referência demais pode significar falta de conteúdo e foi exatamente isso que senti nesse episódio. Isso é uma pena, pois se há alguém autêntico na história do rock este é, ou no caso foi, Kurt Cobain, o líder da clássica banda de grunge, Nirvana, e bola da vez. Se ler um pouco sobre a vida dele concordará comigo. Ao menos um capitão deve estar orgulhoso de mim! Será?

Ler o artigo →

Se você é fã do My Bloody Valentine deve ter amado esse episódio, e se é do de Nirvana deve ter curtido também, mas deve gostar mesmo é do próximo. Eu confesso ser mais fã da segunda banda, mas também reconheço o valor e tenho apreço pela primeira. Aliás, eu adorei todas as 746735638 referências que esse episódio teve, só não achei melhor porque foram tantas que talvez tenha deixado alguma escapar. Let’s go rock!

Ler o artigo →

Listeners é um anime rock ‘n’ roll, mas a música não é exatamente a finalidade da obra, apenas o pano de fundo, o conceito por trás da aventura. Uma história que mexe com a identidade, a realização de sonhos e a salvação do mundo (mas também pode ser só eu esperando demais do plot). E tudo isso animado pelo estúdio MAPPA. Quer prato cheio melhor que esse?

Ler o artigo →