Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

As recomendações de artigos da Blogosfera Otaku BR completam um mês (lunar)! Uma pequena mudança nas nossas regras internas permitiu indicarmos mais blogs nessa semana sem sobrecarregar os blogueiros. Que mudança, você pergunta? Não faz diferença nenhuma para o leitor, mas se você entrar em todos os blogs participantes vai perceber o que fizemos!

Se você for um blogueiro de anime, mangá ou afins e quiser participar dessa inciativa entre em contato nos comentários desse artigo ou em nossa página no Facebook. Se você for só um leitor, curta e siga nossa página no Facebook para ver todos os dias conteúdo novo que todos os blogs do coletivo publicam, e continue lendo esse artigo para ver as minhas indicações da semana!

Curta o anime21 no facebook:

Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu 13 – Mais Casos de Família no próximo capítulo!

Not Loli!: O último artigo dessa temporada de Rakugo Shinjuu que a nossa parceira Chell acompanhou praticamente junto conosco. As minhas análises dos episódios do anime estariam incompletas sem as análises que ela publicou no Not Loli, então se gosta de Rakugo Shinjuu você tem que ler!

Indicações da Semana 97 – Shigofumi

Animes Tebane: Acredito que a maioria dos blogs participantes irá recomendar a resenha de Shigofumi, um excelente artigo e o mais recente do parceiro Kouichi, então achei que seria bom eu recomendar a indicação de Shigofumi para quem ainda não assistiu o anime. Eu sei, a própria resenha aponta para a indicação, mas quis te poupar de um clique a mais dado que esse é um anime de 2008 pouco conhecido que você provavelmente não assistiu mesmo então não vai querer os spoilers da resenha. Leia a indicação e aposto que irá adicionar Shigofumi à sua lista de animes para assistir!

Análises em Geral – parte #65: um pedaço dos anos noventa com Final Fantasy VI

Netoin!: O Netoin faz sua estreia nas indicações de artigo e eu, como um fã antigo do blog do grande Carlírio, escolhi um artigo já antigo mas que eu adoro e que sempre vale a pena ser lido. Se você é como eu e adora Final Fantasy 6 (para mim a Era Nintendo até hoje não foi superada, hehe), também vai adorar esse artigo.

Zankyou no Terror e a falsa aliança

Nave Bebop: Outro texto já antigo de outro parceiro do Anime21. Nesse aqui, a Thais faz uma bela análise do excelente anime Zankyou no Terror, com enfoque especial no porquê ele não foi o sucesso esperado vindo da estrelada equipe de produção da qual veio.

Review – Baccano! (Anime)

É Só Um Desenho: Hoje eu estou mesmo com espírito arqueólogo, e indico um artigo que o Diego escreveu no ano passado. Bom, é mais recente que os dois últimos, então menos pior? Do mesmo autor de Durarara, eu acho Baccano muito melhor, mesmo sem motoqueiras sem cabeça. Para quem gosta de Durarara é obrigatório, e para quem não gosta ou não tem opinião formada continua sendo uma ótima indicação. Leia o texto do É Só um Desenho que embora fale bastante sobre o anime não têm spoilers suficientes para estragar sua experiência se ainda não tiver assistido, e para quem já assistiu, como eu, é uma leitura muito boa também.

Sobre Músicas e Animes 54: Mulheres como Protagonistas

YOpinando: Esse aqui é um podcast. Eu não sou muito fã de podcasts, mas sou muito fã de músicas (não é à toa que publiquei aquele artigo sobre a ending de BokuMachi), então indico a edição mais recente do podcast do YOpinando que fala sobre músicas. Se podcast é sua praia, divirta-se!

Plastic Memories – Anime

Namae wa: Mais um blog estreante! Do Namae wa eu indico essa breve resenha para você que já está cansado dos textos longos e do longo podcast que recomendei dos demais blogs, hehe. Sobre Plastic Memories, anime que o Anime21 cobriu episódio à episódio.

H. R. Giger – Por dentro dos horrores biomecânicos

Dissidência Pop: Já descansou com o texto curto do Namae wa? Espero que sim, porque voltei a indicar grandes artigos, hahaha! Esse aqui não é sobre anime, mangá, nem nada japonês, mas sobre um artista plástico muito importante e com um estilo muito peculiar (dica: ele é o responsável pelo design de Alien, o Oitavo Passageiro). Famoso, sua influência é mundial. Sim, inclusive entre autores japoneses. Dê uma lida no texto e uma olhada em seu trabalho e tente se lembrar de obras japonesas com design no mesmo estilo (dica: Berserk).

O que é Flanderização de um personagem?

AnimaXForce: Artigo muito interessante do Mikael sobre um clichê narrativo muito comum em qualquer obra longa seriada, como é o caso de alguns dos nossos mangás e animes mais queridos. É bom ou é ruim? Como todo clichê, depende. Leia para descobrir o que é, quando é ruim e quando é bom!

Uma História do Cosplay: Parte 1

finisgeekis: Já recomendei artigos sobre animes, jogos, artistas, técnica de roteiro, agora um sobre cosplay! Esse texto já dá pra saber que é longo simplesmente porque ele tem “Parte 1” no título, não é? Mas é muito bom, vale a pena cada minuto que se passa lendo!

  1. Saudações

    Rapaz, tu é fã de Final Fantasy VI também? Este jogo para mim é o melhor da franquia, par-e-passo com Final Fantasy IX e à frente do Final Fantasy VII.

    Até hoje me emociono ao escutar certas melodias do jogo. O tema do Gau em Veldt, por exemplo, me lembra da triste história do personagem. O mesmo vale para a música tema do Kefka, o chefe final mais louco e depravado que a Squaresoft tinha produzido para a franquia (até o Final Fantasy X, pelo menos).

    Gráficos belos, possibilidades gigantescas de exploração e certos inimigos que conseguiam me dar mais raiva do que muitos chefes de área no jogo. Este é o resumo que posso aplicar a este magnífico RPG, o qual ressalto a felicidade em saber que ele é de vosso apreço, também.

    Quanto à coletânea de links, é bem aprazível e igualmente diversificada. Ficou muito bom, nobre.

    Até mais!

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Final Fantasy 6 não é apenas meu Final Fantasy preferido, mas meu RPG eletrônico preferido. Aquele vasto elenco de personagens jogáveis (acho que até hoje nenhum jogo do tipo o superou ainda), quase todos eles com boas histórias pessoais, e várias delas entrelaçadas para além de apenas a história que vivemos durante o jogo. Em termos de enredo, é um espetáculo. Meu segundo preferido é Chrono Trigger, que você também escreveu uma ótima resenha =)

Comentários