OLHA GENTE, ASAS, LIBERDADE, QUEM PENSARIA NISSO ?

Eu francamente não canso de me impressionar com o quão Ajin não consegue terminar suas próprias temáticas. :v Nesses dois episódios temos a introdução de duas situação problemas completamente paralelas entre si, mas que afetam de forma definitiva a progressão da história. A situação de Kaito na prisão (personagem que foi esquecido por mais de 10 episódios) e mais uma desventura de nosso óculos ambulante favorito, Tosaki (que nessa temporada está sendo mais espancado/ameaçado que o próprio Kei).

Ler o artigo →

lol kei 1

Eu, na verdade, planejava fazer um por vez, mas por alguma razão houve um atraso monstro na fansub responsável e eles vieram basicamente juntos, então serão os que eu vou cobrir dessa vez (não que haja muita diferença já que o ritmo de filme que Ajin tem é perfeito para múltiplos episódios). Esses episódios tiveram enfoque no desenvolvimento básico do plot e nas relações de Nagai Kei com seu parceiro maníaco por músculos e seu novo chefe que queria matá-lo até um dia atrás e são, francamente, um bom preparo para a grande Onda de Satou que está por vir.

Ler o artigo →

uma última olhada a vida que nunca mais terá...

Sim, eu fiz uma referência a literatura brasileira em uma resenha de um anime, enfim eu não fui o ser que cuidou de Ajin quando o mesmo lançou no inicio do ano (no caso, foi o fábio) porém eu definitivamente não tenho reservas em ser aquele que tratará do assunto agora, já que o fábio para bem ou mal não conseguiu aguentar o ritmo de filme que ajin têm em episódios semanais (o que faz bastante sentido, diga-se de passagem e, dado ao fato de eu ter maratonizado Ajin pela netflix, é bem capaz de acabar rolando comigo) de toda forma me desejem boa sorte enquanto eu não ferro com tudo, aqui é o iwan com minha primeira impressão de Ajin 2 nessa season.

Ler o artigo →

Guia da Temporada de Animes de Outono - Outubro/2016

Todos os guias de todos os sites e blogs nacionais, estrangeiros e extraterrestres já saíram, mas nenhum, te garanto, nenhum é tão completo quanto o do Anime21. E não é soberba não: garanto isso porque eu olhei a maioria deles! E se você tiver tempo acho que deveria olhar quantos guias puder também, é sempre bom ter mais opiniões – por mais completo que o nosso guia seja, ele nunca vai expressar a opinião individual de todas as pessoas, não é mesmo? E tem muita gente por aí que eu acho que vale a pena saber a opinião.

A grande novidade dessa guia não é esse guia, no sentido estrito. Enfim, ficou estranha essa frase. O que quero dizer é que nas últimas semanas trabalhei feito um camelo (se camelos soubessem programar) para produzir um novo formato de guia da temporada. Um formato interativo, dinâmico, mais útil, mais bonito e mais divertido. O guia continua sendo produzido também no formato tradicional, linear, mais trabalhoso de ler e usar, porque novas tecnologias nunca vêm sem seus poréns: ele é mais pesado. Se você tem conexão muito ruim ou, principalmente, se tem um dispositivo muito antigo (ênfase no muito), esse guia no formato de sempre continua aqui e sempre irá continuar. Mas se tiver uma conexão ok (mesmo 3G vagabundo deve ser o bastante) e um PC com menos de 5 anos ou smartphone com menos de 3, não perca tempo e acesse o Guia Interativo da temporada. Insisto:

Abra o Guia Interativo da Temporada de Animes de Outono – Outubro/2016

Ler o artigo →

Tô contigo e não largo, Tosaki

Acabou! E eu demorei para escrever esse artigo. Tipo, demorei bastante. Admito que minha jamais oculta má vontade para com esse anime não me animava nem um pouco a escrever esse artigo, mas não foi por isso que atrasei. Foi por causa das estreias todas. Viu que ontem (18/04) publiquei o décimo artigo de primeiras impressões da temporada de abril de 2016? Estou assistindo um número assustador de animes essa temporada também, e por enquanto estou me mantendo mais ou menos em dia. Noutras temporadas já teria começado a deixar alguns para trás. Não é que essa temporada esteja muito melhor (está melhor, mas não é muito e não é por isso), mas sim que eu tenho tentado me manter em dia com todos os animes meio que por “responsabilidade”. Minha coluna semanal no OtakuPT ajuda, já que nela eu me proponho a comentar sobre todos os animes que ando assistindo. E se eu não assisto, eu não comento, né?

Por fim, tenho dedicado uma boa parcela do meu tempo construindo o coletivo Blogosfera Otaku BR, que é um espaço para vários blogs brasileiros de mangá, anime e afins trocarem experiências e firmarem parcerias bem como para criarmos iniciativas coletivas para oferecer mais conteúdo a todos os nossos leitores, como os artigos de compartilhamento de artigos e a página no Facebook. Se você tem um blog de mangá, anime ou temas otakus em geral e quiser participar deixe um comentário abaixo ou entre direto no nosso grupo. Se você é apenas um precioso leitor, por favor acompanhe a página da Blogosfera no Facebook.

Início de temporada, trinta e três animes para três otakus tristes e a Blogosfera Otaku BR e de repente me vi sem tempo nenhum. Mas agora as coisas devem voltar ao ritmo normal, já estou escolhendo os animes que vou acompanhar (se tiver sugestões, deixe nos comentários porque não decidi ainda!), uma antiga redatora conhecida de quem acompanha o Anime21 há mais tempo irá retornar, e tenho alguns artigos especiais planejados também. E vou encerrar minhas obrigações com a temporada de janeiro de 2016 com esse artigo de Ajin e com o de Rakugo Shinjuu que deverá sair amanhã (20/04). Obrigado pela paciência, e por favor leia abaixo minhas impressões sobre os dois episódios finais de Ajin!

Ler o artigo →