Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Admito: esse episódio foi legal. Mas foi um episódio legal depois de tantos outros episódios chatos… bom, o arquivo está aí para não me deixar mentir. Nem foi assim tão incrível, foi apenas bom o suficiente. Caso Ajin faça como Myriad Colors fez e engate uma sequência de bons episódios daqui até o fim (bom, só mais 2 episódios, mas acredito que haverá pelo menos mais uma temporada) pelo menos vou dizer que o final foi bom, mas a essa altura já é um anime que eu não recomendo a ninguém.

E não duvido que a história original possa ser boa. Quero dizer, é verdade que não tem nenhum personagem carismático no anime, não sinto vontade ou prazer particular ao ver nenhum deles, suas histórias pessoais e suas personalidades até agora me parecem desinteressantes, mas quem sabe o mangá desenvolva-os melhor? E mesmo se eles forem desinteressantes no mangá, o cenário ainda é interessante e pode compensar. No anime, não rolou. Que o final seja um bom prêmio de consolação para o anime e um bom pedido de desculpas para todos que, como eu, o aguentaram até aqui!

Curta o anime21 no facebook:

Eu quero um oPhone Z8!

Eu quero um oPhone Z8!

O plano perfeito da polícia era cercar o prédio e vasculhá-lo à procura de bombas. Certo, isso é necessário. Mas por que não vasculharam os arredores também? Quero dizer, me parece o mínimo do mínimo, era óbvio que havia grande possibilidade de o ataque vir de algum local nas proximidades. Lógico que seria um pouco exagero prever que o Satou derrubaria um edifício inteiro, mas poderiam haver bombas plantadas como distração, por exemplo. Ou a ameaça à farmacêutica poderia ser uma armadilha para um ataque em outro local. De todo modo, os arredores deveriam ter sido vasculhados e o espaço aéreo deveria ter sido fechado.

Oh, sim, estou falando do mangá também. Já me contaram que no mangá ao invés de derrubarem um prédio, o que o Satou faz é usar um avião para o ataque, no melhor estilo 11 de setembro. Foi alterado no anime exatamente para não cutucar essa ferida. É um anime que está recebendo grana da americana Netflix, afinal. Mesmo assim, os arredores deveriam ser vasculhados independente da forma de ataque e o espaço aéreo deveria ser fechado independente da forma de ataque.

Shimomura ficou triste quando o Tosaki disse que ajins não são humanos ?

Shimomura ficou triste quando o Tosaki disse que ajins não são humanos ?

Mais: não tenho problema nenhum que tenham escolhido derrubar um prédio, mas fico incomodado que tenham escolhido ignorar o básico de física de materiais. Explosões cuidadosamente calculadas poderiam fazer um edifício tombar para o lado, mas ele jamais cairia duro como uma tora: ele racharia e quebraria inteiro durante a queda, e após ela estaria reduzido a uma pilha irreconhecível de escombros. Mas não, ele cai inteirinho, dá até para o Satou brincar de montanha-russa nele (o que eu admito que foi uma cena legal), e depois de caído ele ainda conserva sua forma em linhas gerais. Isso não existe.

Isso é impossível

Isso é impossível

Liberdade artística? Com certeza! Eu estou sendo chato mesmo, fazendo picuinha com detalhe. É lógico que isso é ficção e esperamos que algumas coisas sejam diferentes, inverossímeis mesmo, mas a ideia é ignorarmos tudo isso em nome da diversão. E essa é a palavra-chave: eu não me diverti nada até o anime chegar aqui. Tá bom, me diverti um pouquinho. Quero dizer, não estou com a menor paciência com Ajin mais. Estou chato, ranzinza, e criando picuinha mesmo. Torço para que você esteja em um estado de espírito um pouco melhor que o meu, porque assim conseguirá aproveitar melhor o anime.

E o nosso querido protagonista, hein? Quem? Isso, o Ken! No final das contas ele se importa ou não se importa? Porque se ele não se importa, por que causa, motivo, razão ou circunstância ele se deu ao trabalho de perguntar ao Kou se ele sabia como impedir o Satou? Se ele fez essa pergunta agora, por que não fez antes de capturar o Kou? Talvez não seja o caso dele se importar. Talvez ele seja como o Satou e enxergue isso como um jogo também. Só que enquanto o Satou gosta de jogar no modo hard, ele só joga se tiver modo easy.

Melhor montanha-russa do mundo, pena que só dá pra ir uma vez... a não ser que você seja um ajin

Melhor montanha-russa do mundo, pena que só dá pra ir uma vez… a não ser que você seja um ajin

  1. Boa tarde e ótima review.

    É, realmente, esse episódio foi bom. Achei até melhor que o próximo, o 12, que gastou tempo demais com besteira até chegar no ponto que à maioria queria ver, incluindo eu, hehe.
    Sobre o descuido do pessoal… Acredito que seja culpa daquele chefe lá que subestimou o Satou. Na verdade, muita gente subestima o Satou, menos o Kei e o fumante lá. Eu queria que ao menos o Satou perdesse alguma perna, ombro, do que sair dos escombros da queda do prédio só com alguns sangramentos, já que o prédio era grande pra caramba.

    Aliás, não seria Nagai Kei (永井 圭), ao invés de Ken?
    Até!

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      E a polícia já tinha visto o Satou invadir sozinho aquele mesmo lugar e tocar o puteiro, eles não tinham motivo nenhum para subestimá-lo. Mas foi o que fizeram, né… necessidade do roteiro, se eu estivesse me divertindo até agora nem me importaria. Como não estou, procuro até chifre em cabeça de cavalo, hehe.

  2. Gente esse anime tinha tanto potencial, cenas empolgantes, o Kei por ser um cara muito lógico, eu achava a forma dele pensar e agir interessante, mas agora ele se revelou um babaca, não trabalharam no potencial que esse anime tem de verdade, fiquei tão triste. Recomendava pra todo mundo agora nem recomendo mais, que ódio

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Um anime com uma ideia muito boa mas o ritmo foi péssimo e o protagonista completamente subutilizado, se tornou uma caricatura chata de si mesmo. Uma pena. Muita gente já tinha desistido por causa da animação e eu tentei demovê-las da ideia.

Comentários