Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Primeiro artigo de primeiras impressões da temporada de abril de 2016! Eu sei que eu demorei, mas não falhei! Já assisti os três animes desse artigo e vários outros, vou tentar acelerar esses artigos de primeiras impressões a partir de agora, ok? Prometo! Tem sido difícil arranjar tempo para escrever meus artigos nos últimos dias porque tenho me dedicado bastante à iniciativa Blogosfera Otaku BR, já curtiu a página no Facebook? E se já toquei no assunto, não esqueça de curtir a página do Anime21 no Facebook também, hehe.

Os animes desse artigo já estrearam há quase uma semana, então estava bem urgente escrever as primeiras impressões sobre eles! Quem me conhece de outras temporadas sabe que sempre misturo gêneros e estilos nos artigos de primeiras impressões de propósito para tentar convencer meus leitores a ampliarem seus horizontes. Os textos são curtos, mesmo se não estiver interessado em todos, dá uma lida, vai que muda de ideia?

O que achou do mistério/suspense Mayoiga, da ação e ficção científica Terra Formars Revenge, e da fantasia medieval estilo protagonista normal invocado para mundo fantástico Re: Zero Kara Nome Grande Pra Dedéu?

Curta o anime21 no facebook:

O protagonista morreu, fim.

O protagonista morreu, fim.

Mayoiga, episódio 1 – Prevejo muita sofrência sanguinolenta

Não foi um episódio emocionante, mas certamente foi um episódio tenso. Todos os personagens foram apresentados bem por cima (e são 30, mais o guia, mais o motorista, mais a amiga do guia que apareceu no final), o que serviu para ter uma noção geral de quem é quem ali. Todos estão fugindo da sociedade, por um motivo ou por outro, e todos são jovens então os motivos tendem a ser bem idiotas (não que eu consiga imaginar muitos motivos inteligentes para se fugir da sociedade, ou para acreditar que alguém pode mesmo oferecer isso). O clima todo do episódio deixou bem claro que as coisas não serão fáceis ou legais ou sequer agradáveis para eles todos uma vez que cheguem na vila oculta prometida. Na verdade, provavelmente eles vão começar a morrer, ou a se matar, o que implica em eles começarem a morrer de todo modo, enfim. Alguns deles já se revelaram bastante violentos desde o começo, outros se mostraram assustadoramente misteriosos, e aposto que o que não falta ali é psicopata. Digo, o que falar daquele cara que disse que seus pais não são mais problema…? Tenho certeza que ele os matou e por isso está fugindo!

Algumas vítimas óbvias começaram a aparecer também. Eu aposto que a Eva e o grupo dela serão as primeiras vítimas, do que quer que seja. A não ser que ela enlouqueça e passe de caça à caçadora, o que é perfeitamente possível, principalmente considerando que nenhuma outra garota me pareceu especialmente perigosa. Outros dois que têm uma death flag em cima da cabeça são o casalzinho feliz. Que fugiram por causa dos pais, hein? Isso é um melodrama com um monte de gente pirada, e tende a ser trash, então estou torcendo para que eles sejam irmãos. Incesto! Hahahaha! Independente disso, eles apareceram bastante e parecem muito ensimesmados e inofensivos, isso os torna vítimas em potencial. Ou talvez, acuados (eles já fugiram para ficar juntos, imagine o que não poderiam ser capazes de fazer caso seu relacionamento fosse de novo colocado em risco…?), eles se tornem perigosos. A maluca por armas tem cara de boazinha, aposto que ela ainda entrará para o grupinho do protagonista e irá ajudá-lo. Grupo esse que até agora conta com o protagonista, seu amigo que foi junto só para “desmascarar a fraude”, a garota com TOC (que parece ser futuro parzinho romântico dele) e a garota sinistra com casaco com touca amarela (com orelhinhas!).

Acho que tem tudo para ser um Battle Royale cheio de sofrimento psicológico e melodrama, porque é da Mari Okada afinal.

Sentiu saudades? Eu também não.

Sentiu saudades? Eu também não.

Terra Formars Revenge, episódio 1 – Akari e as Baratas, a Revanche

O primeiro round a galera perdeu feio né? E com feio me refiro também ao porre que foi assistir aquela primeira temporada, credo. Personagem aparecia, personagem revelava seu super-poder animal, personagem morria. Repete até o fim. Que saco. O único arco decente, com começo, meio e fim, que contou uma história inteira e interessante, foi o do Adolf. Cheguei a me emocionar de verdade. Fiquei com uma sensação de vazio no final, de revolta por tudo aquilo ter sido em vão, e tenho certeza que foi a intenção do anime. Funcionou brilhantemente. Todo o resto foi um grandessíssimo blerg.

E essa segunda temporada se sai melhor? Vejamos. O Akari superou a morte da amiga de infância que ele amava se apaixonando por um garoto pré-púbere, e comovida por isso a Michelle deixa ele apalpar os seios dela. Okay… pelo menos mudou o tipo de tosqueira? Brincadeiras à parte, o clima do anime parece mesmo ter mudado, e espero que tenha mesmo porque nem tem mais muito personagem nomeado pra matar. Repetir o formato da primeira temporada seria muito estúpido. Talvez até descubram a verdade sobre um segredo ou dois? Essa série tem muitos deles afinal. Bom, não conto muito com isso. Se conseguirem fugir de Marte já será bom o bastante.

Um anime sério, denso, pesado

Um anime sério, denso, pesado

Re:Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu, episódio 1 – O Subaru é retro-gamer!

Então o sujeito simplesmente se descobre em um mundo paralelo completamente diferente, mas não se abala por isso. Pelo contrário, fica super animado e até começa a prever o tipo de coisa que vai acontecer, baseado em sua experiência como gamer. Na verdade, ele está ansioso para descobrir tudo sobre esse novo mundo, convencido de que é o protagonista, o escolhido, o bam-bam-bam… e bom, ele é, né?

O anime é todo engraçadão no começo, com o Subaru quebrando loucamente a quarta parede. Como se isso sozinho significasse alguma coisa, não é? Para mim pareceu apenas estúpido que ele estivesse descrevendo exatamente o que eu estava vendo. “Ain mais essa é a personalidade dele…” então ele tem uma personalidade de merda. Ou para ser mais justo: esse é um traço de personalidade ruim, fraco. Se o desenvolverem mais talvez eu o ache um personagem melhor, mas por enquanto ele estaria melhor em uma comédia estilo KonoSuba.

Mas ele não está em KonoSuba. Ele está em um anime sério, em que pessoas morrem e sangue jorra e … quem Re:Zero Kara quer enganar? Tá bom, eles morrem. Mas daí ele volta no tempo, volta no save point e tá tudo bem de novo. Morte é uma coisa importante demais para ser tratada desse jeito. E pior: apesar dele ter chegado ansioso naquele mundo, apesar de ter quebrado a quarta parede, ter adivinhado “corretamente” várias coisas, ele simplesmente não se tocou que havia morrido e voltado no tempo. Duas vezes. Eu conversei com algumas pessoas e até disse que, vá lá, uma vez tudo bem, apesar de todos os sinais, ele ainda poderia tomar aquilo por um sonho ou alucinação, quem sabe? E no fundo ele estava com outras preocupações em mente. Mas a segunda vez foi imperdoável, sinto muito. Por isso minha tese é: ele está acostumado a jogar apenas vídeo-games da época que não existia save, por isso ele não percebe que voltou para um save point. Esse é um conceito alienígena para ele, afinal.

E tudo isso empacotado em intermináveis cinquenta minutos. Mas não sou teimoso. Sei que apesar de tudo o cenário tem potencial, esse foi só o primeiro episódio. Talvez melhore, não é? Sem dúvida eu torço para que sim.

  1. Re:Zero, eu consigo enxergar potencial neste anime, só o protagonista não tá encaixando muito na historia, ele tem o poder de quebrar a quarta dimensão mas é retardado a ponto de n perceber o proprio poder, coé….

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      É difícil um protagonista ser inteligente e burro ao mesmo tempo. O que não é tão difícil é um protagonista ser irritante, e isso ele conseguiu!

Comentários