Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Eu entendi Ronja. Agora sei porque não gostei do primeiro episódio, e se eu tivesse entendido antes teria gostado um pouco mais. É bem simples, na verdade, até me envergonho um pouco por não ter percebido antes. Ronja é um anime infantil. Me acostumei com produções do estúdio Ghibli que, ainda que infantis, têm algo mais que as tornam também produtos para adultos. Hayao Miyazaki é mestre nesse tipo de roteiro. Mas não estou assistindo Hayao. Estou assistindo Goro. Ronja é um anime infantil baseado em um livro infantil sueco. Simples assim. E se mantém simples porque seu público-alvo é crianças. O que não significa que o episódio anterior seja excelente se eu aplicar esse filtro a ele, mas tudo se torna bem mais óbvio.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Ela corre atrás de um esquilo

Ela corre atrás de um esquilo

Eu me lembro de quando eu era criança e do que eu assistia quando era criança. Raros eram os desenhos que tinham continuidade, e mesmo que fosse o caso eu precisei crescer um pouco para começar a perceber isso. E eu simplesmente assistia. As vezes gostava, as vezes não gostava, as vezes assistia e as vezes não assistia. O primeiro episódio não foi ruim para um anime infantil, só foi longo demais. Mas ele foi também uma apresentação, um cartão de visitas do anime e do estúdio. Se crianças se cansarem no meio elas param de assistir e não perderão nada. Podem assistir esse segundo episódio ou não, também. Aposto que a série será razoavelmente episódica, justamente para que crianças possam acompanhar em seu próprio ritmo.

Se impressiona com uma árvore enorme

Se impressiona com uma árvore enorme

Nesse segundo episódio, Ronja finalmente sai para conhecer a floresta sozinha. Se maravilha e se diverte com tudo o que encontra: árvores, animais, cachoeiras. Ela própria é uma criança e se comporta como uma. Quero dizer, mais ou menos, não sei se quando eu era criança eu ficava rindo sozinho só porque estava me divertindo. Mas isso provavelmente é um recurso de enredo do anime para mostrar o quando Ronja está se divertindo. Acho que mostrar isso via expressões faciais seria melhor, mas vá lá. Só que me ocorre que talvez seja o livro que descreva uma Ronja risonha dessa forma, afinal em um livro isso faz muito mais sentido (ou talvez seja algo cultural sueco, vá saber), e nesse caso, se escolheram fazê-la rir no anime só porque ela ri no livro, acharei uma escolha ruim. Ao passar uma obra de uma mídia para a outra a adaptação é necessária para aproveitar o máximo que a nova mídia tem a oferecer para transmitir a mesma história. Mas estou só especulando, não tenho como saber disso sem ler o livro, e nem sei se foi traduzido para português.

Admira as corredeiras

Admira as corredeiras

Voltando à história do episódio, Ronja depois de se divertir brincando o dia todo lancha em cima de uma pedra à beira de um rio e depois adormece. Crianças têm muita energia, mas a gastam toda de uma vez só se tiverem oportunidade, se cansam, e dormem. Ronja dormiu a tarde toda e até o anoitecer. No castelo estão todos já preocupados. Eu estou aqui pensando porque não começam logo uma busca, mas acho que assistir uma cena de adultos organizando uma busca em uma vasta floresta é algo complexo e chato demais para crianças, então entendo que tudo o que vemos seja seu nervosismo e apreensão. Mesmo assim, sei que seu pai irá salvá-la ainda. Até a última vez que a vi ela não precisava ser salva, mas tenho certeza que ela acabará precisando. Afinal, não queremos ensinar as crianças que elas podem fazer o que quiserem, se descuidar e ainda assim saírem ilesas, queremos? Seu pai havia dito para que voltasse antes do anoitecer. Se ela não voltou, é porque se meterá em problemas.

Se diverte com seu reflexo na água

Se diverte com seu reflexo na água

E não dá outra: o anime retorna para Ronja e ela agora está cercada pelos tais anões cinzentos. Eles parecem corujas que não voam e com olhos vermelhos brilhantes. Acredite, a cena foi bastante assustadora. Se tem algo que eu tenho certeza que os produtores desse anime consegue fazer é cenas assustadoras. Os anões parecem inofensivos a princípio, mas vão lentamente cercando Ronja, que fica abrigada no alto da pedra onde dormiu. Eles começam a batucar com gravetos na rocha, o que parece bastante ridículo, mas aumenta a tensão da cena. E quando eles param, começam a escalar. Eles cercam Ronja agora no alto da rocha e começam a pular na direção da menina. Nenhum fez nada a ela, que desviou de todos, mas a garotinha desaba de medo e começa a chorar e a gritar chamando por ajuda. Os anões poderiam ter atacado nesse momento, mas suponho que não fosse a intenção deles atacar ainda. Então, como previsto, seu pai surgiu da floresta escura com uma tocha na mão correndo em direção a Ronja, espantou todos os anões cinzentos e a sua filha pôde pular em seus braços e chorar livremente em segurança.

Brinca de jogar essas coisas cujo nome me esqueci na água

Brinca de jogar essas coisas cujo nome me esqueci na água

De volta ao castelo, ela parecia meio desanimada, mas estava só morrendo de sono, enquanto seus pais recitavam a lição do episódio, porque um desenho para crianças precisa ter uma lição do episódio: seja corajoso que os monstros que te assustam não irão nem se aproximar, é seu medo que os atrai. Podemos discutir o quanto e até onde esse conselho realmente vale, mas lembre-se que estão falando para as crianças que assistirem esse episódio, e a maioria delas já é protegida pelo mundo moderno e pelos seus pais e não passa por perigos reais. O que esse episódio está fazendo é dizer para as crianças não terem medo do monstro embaixo da cama ou do fantasma no corredor durante a noite, porque tudo o que eles querem é o medo delas. Se elas não tiverem medo, esses monstros desaparecerão! É ou não é um anime infantil do começo ao fim? Assistindo consciente disso ele se torna muito mais interessante. Agora, não sei se vou continuar escrevendo sobre ele (vou continuar assistindo) porque não sei se terei muito o que escrever sobre desenhos infantis e suas mensagens. Bom, tenho até semana que vem para decidir.

Mais imagens:

Comentários