Antes de tudo: posso assumir que todas as garotas com “Yuri-” no nome são ursas, não posso? Acho que posso. E por oposição, todas as demais são humanas. Creio que esse anime trate de expressão e repressão sexual, em particular de mulheres e mais particularmente ainda de mulheres homossexuais, por causa do uso ostensivo de elementos que remetem simbolicamente à sexualidade feminina, como o muro-hímen, os gaveteiros-calcinha que guardam coisas importantes dentro, o prédio da escola que também é um triângulo e pode representar tanto uma calcinha também quanto uma genitália feminina, entre outros, e a quantidade e importância para o enredo das cenas eróticas entre as garotas. Focarei nesse episódio, mas se necessário farei referências ao anterior também.

A Sumika morreu mesmo? Bom, nenhum corpo é apresentado, então talvez a Kureha ainda possa ter esperança. Se bem que ela não parece ter mais nenhuma de todo modo. A tal tempestade invisível, mencionada desde o primeiro episódio, parece ter alguma ligação com Kureha, e não é uma boa ligação. A mãe de Kureha está morta, e em uma conversa fica implicado que ela, bem como Sumika, tenha sido levada por essa tal tempestade invisível. Em uma conversa entre Konomi Yurikawa e Mitsuko Yurizono a primeira diz para a outra não se aproximar de Kureha, já que isso poderia fazer dela uma vítima da tempestade invisível. Bom, as duas são ursas, e a Konomi tenta devorar Kureha por ciúmes da atração que Mitsuko sente por ela, e acaba sendo morta com um tiro na cabeça pela própria Mitsuko. Depois disso, enquanto a polícia cuidava do cadáver a Mitsuko deixava a Kureha sozinha na enfermaria, e ao sair ela conversa consigo mesma e assume ter devorado Sumika.

O que foi um desenvolvimento inesperado porque até então ela não havia tomado a forma de ursa e não havia sido revelado que ela era uma ursa. Pelo contrário aliás, ela encontrou as ursas protagonistas Ginko e Lulu devorando uma aluna, descobrindo então que elas são ursas e ficando verdadeiramente nervosa. Quando elas foram à casa de Kureha, Mitsuko foi até lá e tentou matá-las com uma espingarda. E por fim ela matou Konomi. É só no final do episódio que sua verdadeira natureza é revelada, e aí tive um estalo e comecei a tecer minha teoria.

Ursas, como o tribunal yuri nos dois episódios demonstrou, não têm vergonha de serem ursas, não evitam ser ursas e, mais importante, não reprimem seus desejos e instintos. Se elas querem comer, elas comem. Kureha por outro lado, a humana, claramente tinha sentimentos românticos por Sumika mas não os consumou. Embora ela não pareça ter evitado o relacionamento com Sumika, seu comportamento sempre foi recatado e as vezes ambíguo. Ela não assumiu seu amor tão diretamente como Sumika fez. Ela apenas prometeu proteger a mais-que-amiga, o que ela não conseguiu fazer mantendo uma distância púdica dela. Para mim isso é uma clara mensagem contra a auto-repressão sexual: por ela não ter assumido o que é e como se sente, ela perdeu o que lhe era mais importante. Não que sempre percamos algo, mas a fórmula “porque você não fez isso (que pode ser qualquer coisa, dependendo do contexto), você perdeu o que tinha” é uma simples e poderosa mensagem de aprendizado através do arrependimento.

O anime também contém uma mensagem-denúncia da discriminação que as pessoas sofrem por conta de suas orientações sexuais. As ursas são mantidas além de um muro que simboliza o hímen, do lado de fora da sociedade hipocritamente virgem e pura. Isso não é tanto um problema para as ursas, que fazem o que querem, mas manter a castidade dessa sociedade do lado de dentro do muro significa oprimir pessoas que não se encaixam nos modelos permitidos por ela. E porque existe o muro que Kureha se reprime.

Mas esse é só o começo. Acredito que Yurikuma Arashi terá ainda grandes reviravoltas e talvez essas mensagens se tornem secundárias. O que Kureha fará se descobrir que possui colegas de classe ursas? E se descobrir que uma delas foi quem matou Sumika? É provável que ela se reprima ainda mais como forma de negar o que elas representam. Mas e se quando isso acontecer, se acontecer, ela já estiver apaixonada por uma ursa? Tendo um caso com uma ursa talvez? E se isso é tudo uma metáfora, será que as garotas mortas estão realmente mortas? Talvez Sumika volte como Sumika Yuri?

Discussão