Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Kaneki deixou de ser o protagonista do anime. Não no sentido de deixar de ser o personagem principal, nesse sentido ele obviamente ainda é o protagonista. Mas ele deixou de ser aquele personagem ativamente acompanhado pela narrativa. Ao invés disso, espectadores e também os demais personagens da história estão tentando descobrir o que Kaneki tem feito, o que se passa na cabeça dele, quais os seus motivos e objetivos. Eu não tenho nada pessoalmente contra esse tipo de narrativa, e acho que foi bem executada nesse episódio. Como será daqui por diante? Só posso especular.

Curta o anime21 no facebook:

Quero dizer, se eu não sei nada sobre o protagonista como posso saber para onde sua história irá? E todo mundo no anime está correndo atrás do Kaneki! A Touka, a Hinami, a CCG, o Shu, o Nagachika, cada um por seus próprios motivos, mas todo mundo quer saber onde o Kaneki está, o que está fazendo e porque (temo que a CCG continue não se importando com “porquês” quando se trata de ghouls, contudo). Dos amigos de Kaneki, o mais ativo na busca é também seu mais antigo amigo: Nagachika. Aliás, é uma lástima que ele tenha sido pouco desenvolvido na primeira temporada, afinal era o único elo verdadeiro do Kaneki com a humanidade. Por outro lado isso pode ter sido intencional, já que agora o Kaneki parece ter escolhido totalmente seu lado ghoul. Nagachika provavelmente já havia percebido algo estranho, meio ghoul em Kaneki já na primeira temporada, e a essa altura ele demonstra já ter certeza disso. O cara tem culhões para investigar sobre o Kaneki dentro da própria CCG. Lógico que o inspetor imbecil vai contando tudo para um mero entregador como se estivesse conversando sobre o tempo com velhinhas no parque, e mais lógico ainda que a Akira chega e diz mais ou menos isso que eu falei agora, e o Nagachika aproveita a deixa pra ir embora.

Mas o melhor momento dele foi quando encontrou com a Touka. Ele já a conhecia através do Kaneki, mas imagino que só se conhecessem de vista e há muito não se encontrassem, mas isso não impediu que conversassem um pouco – sobre o Kaneki, lógico. Eles se encontraram quando a Touka, que fazia uma visita à faculdade do Kaneki por convite do Nishiki (que a abandonou lá), estava remoendo suas tristezas enquanto pensava no Kaneki e viu um cartaz de desaparecido dele. Nagachika apareceu nesse momento, removeu esse mesmo cartaz (ele estava colando seus próprios cartazes e segundo disse, “precisava ficar em local mais visível”, o que obviamente foi só um pretexto), viu a Touka e eles se reconheceram. Depois foram conversar, adequadamente tomando café (será que a Touka que pediu que fosse café?). A Touka perguntou como o Kaneki era quando mais novo, e o Nagachika foi falando coisas, o mais importante contudo foi quando ele disse que certa vez Kaneki participou de uma peça teatral e ali ele pareceu ser outra pessoa completamente diferente. Completou dizendo que quando estava atuando ou vestindo uma máscara ele guarda tudo para si, carrega sozinho toda a responsabilidade em seus ombros, e ninguém sabe o que se passa na cabeça dele. Não que seja novidade ouvir isso, quero dizer, estou vendo desde o primeiro episódio dessa temporada o Kaneki fazer exatamente isso, mas ouvir do Nagachika significa que esse é, de fato, o elemento central no momento.

Como já disse, Touka estava visitando a faculdade do Kaneki, onde ela pretende ingressar. Obviamente, não importa o que ela diga para os outros, é por causa do Kaneki. Aliás é estranho não é? Lembrar que a Touka é mais nova que o Kaneki. Na primeira temporada ela vivia protegendo ele, e agindo em geral como se fosse superior ou coisa assim. Já havia sido revelado que ela era apenas uma colegial enquanto o Kaneki já era universitário, mas o tom da série em nada transmitia isso. E talvez a diferença de idade nem seja tão grande, pode ser o primeiro ano do Kaneki na faculdade e o último da Touka no colegial, por exemplo, mas esse um ano de diferença em especial guarda um abismo de distância. Agora a Touka está agindo mais como uma colegial, e quer ir para a faculdade do Kaneki mesmo que ele não esteja mais lá, apenas para se sentir um pouco mais perto dele. Enquanto isso, a Hinami é mais otimista (e parece ter crescido meio metro da temporada anterior para essa… bom, crianças têm estirões de crescimento) e apenas crê que Kaneki irá eventualmente voltar. Ela até arranja um autógrafo de uma escritora em um livro e pede para que seja com o nome do Kaneki.

O que ela não sabe é que essa escritora é um ghoul (livros e ghouls estão associados desde o primeiro episódio da primeira temporada), e mais que isso, é a ghoul múmia que parece ser a líder ou uma das líderes do Aogiri. Bom, nenhum personagem deve saber disso ainda. Como membro da Aogiri, parece que a função ou intenção do Kaneki é atacar e invadir uma instalação de segurança máxima para prender os ghouls mais poderosos. É uma novidade para mim que eles sejam presos, simplesmente não faz sentido. Com certeza há muito mais por trás desse lugar do que apenas uma mera prisão. Ao mesmo tempo o que era “lendário” no começo, ghouls com um olho só, parece estar virando moda. Se o Kaneki virou ghoul tendo órgãos de uma transplantados para seu corpo, o que impede que a CCG ou sei lá quem repita esse processo para criar seu próprio exército de ghouls? Essa é uma perspectiva sombria mas, creio, razoavelmente provável.

Comentários