Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Plêiades é o nome de um grupo de estrelas na constelação de Touro. Em japonês, essa sub-constelação se chama Subaru. Que é o nome da montadora de carros e também o nome da protagonista de Houkago no Pleiades. O logotipo da Subaru tambem é uma representação das Plêiades. Como isso tudo ainda era pouca referência (alguém realmente desavisado poderia não entender, né?), Houkago no Pleiades é um anime de garotas mágicas que voam em vassouras mágicas que fazem barulho de motor de carro. Agora sim!


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Com tudo isso não quero dizer que é um anime horrível e você deve ficar longe dele. Nada disso, é um anime de garotas mágicas bem competente até. Bem padrão. Muito padrão. Nem a parte do motor de carro ficou desagradável. Claro, é incomum um ruído daqueles no meio de tanto colorido e fofura, mas fizeram de um jeito que não ficou incômodo. É até divertido quando você pensa que no fim das contas isso é um anime patrocinado por uma montadora.

Subaru, a protagonista, tem poderes mágicos inatos que ela descobre ao longo do episódio, mas no geral é meio cabeça-oca e desastrada (como muitas outras antes dela em animes de garotas mágicas), e gosta de olhar para o céu com seu telescópio. Na verdade ela gosta tanto de olhar o céu que ela quase chora ao perceber que não poderá olhar para uma chuva de meteoros porque o tempo está chuvoso.

Seus poderes mágicos começam a se ativar aleatoriamente e ela começa a abrir portas para lugares que ninguém deveria conseguir. Primeiro ela encontra um garoto misterioso em um jardim, que no final do episódio descobrimos ser o antagonista da série, embora não seja um cara mal – e rola até uma tensão romântica entre os dois. Depois ela abre uma porta para uma sala onde quatro garotas mágicas estavam entediadas. Por que elas estavam lá e por que entediadas? Estavam esperando o aparecimento de um fragmento de meteoro ou algo assim, que na verdade é o fragmento da nave espacial do presidente delas, um extraterrestre pleiadiano que parece uma bexiga cheia d’água e foi o responsável por atrair Subaru até a sala.

Elas esperavam também conhecer um dia “a escolhida”, e, claro, essa é Subaru. Mas não se dependesse de Aoi! Ela e Subaru se conhecem, e, aparentemente, já foram amigas mas algo aconteceu entre elas e se separaram desde então, com uma ligeira mágoa por parte de ambas. Aoi parece querer proteger Subaru, por achá-la muito desastrada e lerda, e Subaru reclama que Aoi nunca deixa ela fazer nada. Talvez a história das duas venha a ser mais desenvolvida, mas nesse episódio não foi muito além disso já que o fragmento da nave espacial apareceu.

Elas tentam capturar o fragmento, que parece uma estrela gigante, mas fracassam completamente. Subaru ensaia sentir-se culpada, afinal ela atrapalhou Aoi por não conseguir voar com a vassoura direito ainda, mas depois ela descobre que apesar de falarem muito, elas nunca conseguiram fragmento nenhum. Na segunda tentativa, com Subaru ajudando, elas conseguem estabilizar o fragmento e ele encolhe, mas daí uma estrela cadente negra começa a atacá-las e rouba o fragmento. Essa estrela cadente negra era o garoto que Subaru encontrou antes no jardim. Que só revelou sua verdadeira forma porque Subaru estava em rota de colisão com ele e quase caindo, então ele a salvou (e deu uma bronca nela por ser descuidada). Roubou o fragmento e foi embora. E todas ficaram tristes. Daí descobriram que um fragmento do fragmento tinha ficado escondido embaixo do chapéu da Subaru. E todas ficaram felizes.

Não tem nada de errado com Houkago no Pleiades. É bonito, bem animado, o roteiro se desenrola sem sobressaltos. Mas talvez seja tão comum, tão normal para o gênero, que não consiga prender muito a atenção. Eu espero que hajam mais piadas com carros para descontrair.

Comentários