Enquanto o Máscara da Morte via à morte diante de si de uma forma como nunca quis antes e o Afrodite nem via a morte chegando a si, parece que os demais cavaleiros pesquisavam sobre o inimigo, ou mais especificamente, como derrubar a barreira da Yggdrasil. Nada mais justo, acho que até o Máscara da Morte concordaria que se alguém ali merecia servir de diversão, tinha que ser ele. Ainda assim creio que ele não tenha ficado muito feliz pois nem apareceu nesse episódio. Deve estar de luto pela Helena, vestindo a armadura de câncer preta que ele ganhou de presente como sinal de boa vontade de Hades.

Em algum momento os cavaleiros aprenderam a se comunicar telepaticamente, o que foi muito útil nesse episódio onde precisaram coordenar suas ações em quatro locais simultaneamente. Falando realisticamente, deve ser uma habilidade do Mu. Mas falando sério, aposto que ele será derrotado em algum momento e os remanescentes continuarão se comunicando telepaticamente. Até teleporte o Mu usou nesse episódio! Se fosse o Saga faria todo sentido, mas sentido, quem se importa com isso? Aposto que depois que morremos todos aprendemos telepatia e teleporte. Parece um conjunto de habilidades fantasmagóricas básico, não é? E assim, telepaticamente se comunicando, os cavaleiros de ouro se movem em direção à três raízes da Yggdrasil: Dohko e Aldebaran vão para uma, Aioria e Lifia (porque sim) vão para outra, e Miro vai sozinho para uma terceira enquanto o Mu tenta alcançá-lo e convencê-lo de que não conseguirá fazer nada de qualquer jeito.

O busílis é o seguinte: para destruir as raízes da Yggdrasil, que sugam seus cosmos, os cavaleiros de ouro precisam fazer suas armaduras evoluírem ao nível divino. Não tem nada muito novo aqui, as armaduras de bronze já fizeram isso (devem estar fazendo nesse exato instante, lá no Elíseo). Assistiu ou leu a série original e lembra-se como as armaduras de bronze se tornaram divinas? Elas foram banhadas no sangue de Atena. Pois parece que qualquer fluido da deusa serve, já que Mu explica que as armaduras de ouro que assumiram a forma divina conseguiram fazê-lo depois de ser banhadas pelas lágrimas dela após a morte dos cavaleiros na Guerra das Doze Casas. E bom, isso só explica a do Máscara da Morte. A do Aldebaran, disse ela, foi depois dele ser derrotado pelo ataque do general marina Sorento de Sirene. Se bem me lembro, ele saiu são e salvo daquele ataque, mas a Atena é chorona mesmo, deve ter chorado só pelo susto. Já no caso do Aioria, é porque ele ganhou um pingente de Atena que teria pertencido a seu irmão. Naturalmente ele foi banhado pelas lágrimas dela quando ainda era um bebê, durante a fuga do santuário. Não precisa nem a armadura ter sido banhada em lágrimas, o cavaleiro estar em contato com algum item que foi é o bastante. Então tá.

De posse dessa teoria e da adaga que Atena usou para matar-se quando decidiu descer ao inferno sozinha, Mu acredita que pode permitir a qualquer cavaleiro de ouro evoluir sua armadura. Se acompanhou a divisão de grupos de ataque, deve lembrar-se que o único que está em desvantagem é o Miro. A desvantagem dele é ainda maior pois ele ainda está ferido da luta contra Kamus e os guerreiros deuses. Mas ele é o Miro e ele não se importa, ele quer resolver tudo o quanto antes, e assim convence Mu a teleportar a adaga para ele, e com ela ele de fato consegue evoluir sua armadura e destruir a sua raíz da Yggdrasil. Esgotado, desmaia em seguida e é atacado por tentáculos (tá, são raízes, mas dizer que foram tentáculos é mais legal). Andreas agora já tem dois!

Bom, digno de nota também é a ilusão que as raízes da Yggdrasil criaram para tentar enganar os cavaleiros de ouro. Ainda correndo em direção às raízes, eles foram interrompidos por cavaleiros encapuzados que se revelariam ser os cavaleiros de bronze! Aqueles mesmos que deveriam estar agora penando no inferno! Bom, não os mesmos, mas ilusões deles, como eu já disse. Eles perceberam isso rapidamente e derrotaram as ilusões. Exceto Aioria. Quero dizer, Aioria percebeu também, mas sua ilusão mudou de forma e se transformou no Shura, porque supostamente as ilusões representam as sombras no coração das pessoas e a sombra no coração dele é Shura, o cavaleiro que matou seu irmão. O Shura de verdade apareceu para proteger Aioria do Shura ilusão, mas só Aioria poderia derrotar sua própria ilusão, então Shura segura Shura ilusão e diz para Aioria atacar os dois, mesmo que isso custe sua vida, mas é lógico que não era necessário que custasse a vida dele e Shura estava apenas sendo dramático, e o Aioria sabe disso e atacou com força suficiente apenas para destruir o Shura ilusão.

O combate contra as ilusões foi a ação do episódio. E suponho que seja importante o Shura estar ali porque Aldebaran e Aioria precisam ser carregados, eles se cansaram bastante. Miro também precisou ser carregado, mas suponho que ele preferisse ter sido carregado pelo Mu que só foi rápido o bastante para chegar no local um instante depois do Miro ser levado pelas raízes. O ponto é: a Lifia é que não ia carregar o Aioria.

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Ele é tão “bom” quanto o anime original, o que significa dizer que ele é bastante trash, mas agrada quem é fã antigo. Eu tenho me divertido. E nem é entediante com lutas que duram vários episódios porque vai ser curto e por isso estão sempre resolvendo tudo rápido. O que tem outras desvantagens, como nesse episódio eles do nada começarem a conversar telepaticamente porque não haveria tempo em tela para eles se reunirem e combinarem juntos o que fazer.

Discussão