Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Maura ou Nachetanya? A Santa das Espadas ou a Santa da Montanha? Ou você acha que é um dos outros heróis? Afinal de contas não é possível dizer que hajam provas cabais da inocência de ninguém. Ou talvez você ache que ninguém é culpado, há sete heróis mesmo ou alguma outra heterodoxia explica o que está acontecendo?

A única certeza a essa altura é que os heróis são péssimos detetives. Além de especularem sobre circunstâncias, não foram capazes de encontrar uma só prova material. Isso é algo que pode ser bem difícil, eu sei, mas não é como se eles tivessem pelo menos tentado. O Hans só se certificou de que realmente não há outra entrada para o templo depois de caçar loucamente o Adlet.

Você já jogou “detetive”? Não aquele jogo de tabuleiro, mas aquele que um grupo de pessoas se reúne, separam um número de papeis igual ao número de pessoas, escreve “detetive” em um e “assassino” em outro, distribuem secretamente e o assassino designado deve tentar matar todo mundo com piscadelas antes de ser descoberto pelo detetive? Se os heróis de Rokka no Yuusha jogassem detetive, o assassino ficaria piscando loucamente para pessoas, objetos, o ar, o detetive acharia que está jogando “quem pisca primeiro” em grupo e estaria todo feliz pensando em quantas vezes já ganhou daquele maníaco com TOC que está piscando sem parar, e os demais estariam jogando adoleta.

Ler o artigo →

Pelo menos os Tecidos Reunidos são apenas isso. Tá bom, são mais que isso: são ladrões de calcinhas, sutiãs e cuecas. Não vejo como isso melhore a situação deles (pelo menos não são machistas…?), mas vá lá. Vincularam sua imagem à SOX para ganhar popularidade e parecerem um pouco melhores (a SOX defende um ideal, afinal de contas), e desde o começo a Kajou percebeu que era uma furada ser associada a eles justamente por causa disso. Que pena que só a Kajou pense. O Tanukichi faz tudo o que ela manda e até reconhece de vez em quando que o que fazem tem mérito, mas nunca pensa por conta própria, a Kosuri só quer ver o mundo pegar fogo e a Saotome, justiça lhe seja feita, em alguns momentos até raciocina, mas na maior parte do tempo está ocupada preocupada apenas em desenhar pornografia com a boca. Essa falta de reflexão faz com que a parte mais consistente e saborosa do roteiro se perca no meio de uma gororoba de gosto e consistência indefinida formada por piadas e ataques sexuais.

Ler o artigo →